Concurso AGU: sai autorização para chamada de 100 aprovados

A Advocacia Geral da União (AGU) autorizou a convocação de 100 aprovados no concurso que ofertava vagas de nível superior.

A Advocacia Geral da União (AGU) publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira, dia 16, a autorização de chamada de 100 aprovados no concurso que ofereceu oportunidades para diversos cargos. Segundo o texto da autorização, o provimento das vagas deve ocorrer até 31 de dezembro de 2019.

As convocações serão feitas considerando a existência de vagas na data de nomeação dos candidatos e as despesas orçamentárias. Além disso, serão verificadas as condições dos aprovados para exercício de suas funções.

A homologação do concurso foi publicada no dia 6 de agosto. Assim, a validade do concurso, que tem um prazo de um ano, encerrará no dia 6 de agosto de 2020. O prazo ainda poderá ser prorrogado por mais um ano, ou seja, até agosto de 2021.

+ Concurso AGU: déficit de servidores cresce e convocações são urgentes

AGU
AGU poderá chamar mais aprovados no concurso ao longo da validade
(Foto: Divulgação)​​​​​

Concurso ofereceu 100 vagas de nível superior

O concurso AGU ofertou 100 vagas, todas para cargos de nível superior. As convocações obedecerão a distribuição das vagas oferecidas. As oportunidades foram divididas pelas funções de administrador (48 vagas); analista técnico-administrativo (dez); arquivista (duas); bibliotecário (uma); contador (32); e técnico em assuntos educacionais (duas) e em Comunicação Social (cinco). 

A remuneração é e R$6.661,34, para todos. A carga de trabalho dos profissionais será de  40 horas por semana. O regime de contratação é o estatutário, que garante estabilidade empregatícia aos servidores.

Os aprovados em cadastro de reserva ainda têm chances de serem convocados. Segundo informações da própria Advocacia Geral da União, cedidas com exclusividade à FOLHA DIRIGIDA em julho deste ano, o número de cargos vagos na AGU chega a 547 servidores. 

enlightenedFique por dentro de todas as novidades sobre concursos públicos

Diferentemente do que ocorreu no concurso anterior, onde foram oferecidas 60 vagas e apenas 51 candidatos foram convocados, no concurso de 2019 foi autorizada a chamada de todos os aprovados para as vagas imediatas. No entanto, as 100 oportunidades não são capazes de suprir o atual déficit no órgão.

Assim, é possível que mais 50 oportunidades sejam solicitadas para a formação de cadastro de reserva. Para isso é necessária a autorização de um adicional de vagas, cedida pelo Ministério da Economia. O pedido de adicional é comum em concursos federais.

Comentários