Folha Dirigida Entrar Assine

O primeiro passo para o sucesso profissional


Independente da carreira, ingressar no mercado de trabalho é considerado um desafio para a maioria dos profissionais. Muitos encontram dificuldades já que algumas empresas buscam candidatos com experiência na área, o que não é comum entre os recém-formados. Realizar um estágio durante o período de graduação pode ser uma das maneiras de solucionar este problema. Além de ser um importante meio para adquirir experiência e agregar valor ao currículo, o estágio pode servir também como porta de entrada na empresa.
 
Atualmente diversas instituições tem aproveitado seus estagiários para o quadro de funcionários fixos e, quando bem sucedido, o profissional pode chegar a cargos de liderança. Em entrevista para o JORNAL DE EMPREGOS E ESTÁGIOS, o superintendente do Centro de Integração Empresa Escola do Rio de Janeiro (Ciee-RJ), Paulo Pimenta, explica e dá algumas dicas para os estudantes que buscam o estágio como forma de iniciar
sua carreira.
 
Existe algum período mais indicado, durante a graduação, para o universitário procurar por um estágio?

É adequado que o estudante busque uma oportunidade a partir do segundo período, pois já há empresas que admitem estagiários nessa etapa, entretanto quanto mais avançado o estudanto estiver na graduação maior será seu conhecimento teórico o que aumenta as chances de conseguir uma oportunidade.
 
Qual o tempo máximo que o estudante pode permancer na empresa como estagiário?

A empresa pode oferecer um contrato de no máximo 24 meses ou renovar contratos de menor período também por no máximo dois anos. Por isso o quanto antes o estudante buscar um estágio mais tempo ele terá para aproveitar a oportunidade, podendo, por exemplo, cumprir contratos em empresas diferentes o que o dará um conhecimento de várias áreas, além da visão de duas culturas empresariais distintas.
 
Atualmente há alguma área que esteja com mais oportunidades em aberto ou em crescimento?

Pelo Ciee a área que está com maior demanda para receber estagiários é a de Administração de Empresas, seguida por Ciências Contábeis e Tecnologia da Informação. Estas tem se mantido permanentemente como as três primeiras graduações com maior oferta de vagas, porém há um crescimento na procura das empresas por estudantes de Engenharia de diversas áreas, devido ao processo de crescimento pelo qual passa o Rio de Janeiro, e também estagiários para a área de Petróleo e Gás principalmente na região Norte do estado. Petróleo e Gás é inclusive uma área que está com carência de estagiários.
 
É mais fácil ingressar em uma empresa como estagiário ou como profissional já formado?

Sem dúvidas as empresas gostam de contratar estagiários pois tem a chance de moldar o profissional de acordo com seus valores, elas então se apropriam dos estagiários para formar seu futuro corpo de funcionários. Durante o período de estágio os estudantes são aprimorados e colocados dentro da cultura da empresa, os que são bem sucedidos neste processo tem a possibilidade de contratação. Porém existem profissionais que não chegam a concluir o período de estágio e já são efetivados, o que nem sempre é adequado já que o ideal seria cumprir o ciclo de crescimento.
 
Quais os benefícios que o estágio traz ao estudante?

Em primeiro lugar é aprimorar os conhecimentos teóricos aprendidos na faculdade. Em segundo, em função do estagiário ser acompanhado pela empresa contratante e também pelo Ciee (no caso dos estudantes encaminhados por este Centro de Integração) durante todo o tempo ele tem auxílio para desempenhar suas funções. O Ciee oferece também um apoio na parte comportamental do estudante. Outro benefício o qual o estagiário conta é que através de sua vivência na empresa toma conhecimento dos avanços e do que está acontecendo no mercado, isto a instituição de ensino não consegue oferecer na mesma velocidade.
 
O que o estagiário deve fazer para ser contratado pela empresa?

Durante o período de estágio ele deve mostrar seu interesse em conhecer coisas novas, suas competências e habilidades importantes para o cargo e disponibilidade para aprender e suprir as necessidades da empresa, ou seja, quanto maior for a dedicação maior as chances de efetivação. É indispensável que o estudante invista em qualificação
estando cada vez melhor preparado para exercer a função. Este conselho é valido também para quem mesmo já contratado deseja crescer profissionalmente.
 
Existe grande diferença entre a teoria aprendida durante a formação e a prática?

O embasamento teórico é realmente muito importante já que sem ele o profissional teria dificuldades, mas o mercado é muito ágil ele se modifica rapidamente e esse ritmo e aprendizado é adquirido pelo profissional através do trabalho do dia a dia. A vivência na área é fundamental para a formação.
 
Qual a dica para quem está em busca do primeiro estágio?

O Ciee oferece vários cursos para quem sente dificuldade ou deseja melhorar algum aspecto importante na hora de conseguir um estágio, como por exemplo, falar em público e elaborar um currículo, para que assim o candidato possa se aprimorar e depois ser inserido no mundo do trabalho. Atualmente as empresas levam em conta não somente as habilidades dos profissionais mais também a parte comportamental, os interessados que tiverem domínio sobre estes aspectos terão mais segurança para conseguir a vaga almejada.
 
Atualmente as empresas estão efetivando mais estagiários? Este número
tende a aumentar
?
 
Aqui no Rio de Janeiro, este ano, já ultrapassamos o número de 30 mil estagiários contratados, no ano passado este número estava por volta dos 27 mil, o que significa um aumento, aproximadamente, de 11% a 12% graças ao momento de crescimento que a cidade vive. Como nem sempre há mão de obra qualificada suficiente para atender a demanda das empresas elas buscam o estagiário o ensinando a função e o tornando praticamente profissional antes de sua formação. Existem também pesquisas, do ano de 2011, indicando um percentual que 64% dos profissionais que começam como estagiários sejam contratados pelas empresas.
 

PARA MOSTRAR QUE É POSSÍVEL

A gerente administrativa financeira da Cosan LE, Cris Covatti, é um exemplo quando o assunto são profissionais que iniciaram sua carreira como estagiários. Formada em Engenharia Civil ela conseguiu seu primeiro estágio no segundo ano da faculdade. "No meu primeiro estágio não fui efetivada pois a empresa contratava apenas estudantes
dos últimos períodos", conta. Segundo ela o que a motivou a procurar esta oportunidade profissional foi, entre outros motivos, a chance de adquirir experiência, não somente na sua área. "Busquei os estágios para adquirir experiência, para me informar melhor e aprender mais. Os estágios obrigatórios para a minha formação eram relacionadas a construção civil, porém eu sempre gostei mais da área de planejamento, então além do estágio obrigatório procurei estágios nesta área e na administrativa que eram as que eu mais me identificava", diz.

Após um ano como estagiária na empresa que atua hoje, Cris foi contratada para a função de analista de crédito e depois efetivada definitivamente, obtendo ao longo do tempo seu crescimento profissional. "Sempre tive muitas oportunidades na empresa", afirma. Para ela o estágio é essencial para o processo de aprendizagem e é através dele que o profissional aprende a se relacionar com as pessoas, o ritmo da empresa, como se portar e como trabalhar em equipe, entre outras que são complementares a formação. De acordo com Cris Covatti ter a oportunidade de desenvolver algo sendo supervisionado por pessoas que já estão no mercado de trabalho é uma das vantagens proporcionadas pelo estágio. "Acredito que seja difícil iniciar a vida profissional sem ter passado por um estágio", diz. Segundo ela outra vantagem é a vivência da carreira escolhida. "O estágio serve para verificar o que a gente gosta e o que realmente quer fazer. As vezes a imagem que se tem da carreira não corresponde ao real dia-dia", conclui.

Os interessados em uma oportunidade de estágio ou realizar um dos
cursos oferecidos pelo Ciee devem efetuar cadastro no site
www.ciee.org.br .
 
 

 

Comentários

NEWSLETTER
Cadastre-se para receber notícias e Informações