Pronampe: CNC pede mais prazo para início de pagamentos

O pedido de prorrogação, enviado ao ministro Paulo Guedes, e ao presidente da Febraban, Isaac Sidney, se deve ao agravamento da crise sanitária.

05/03/2021 12:00

05/03/2021 12:00

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) enviou um ofício ao ministro da Economia, Paulo Guedes, e ao presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Issac Sidney, pedindo a prorrogação dos prazos de pagamento de empréstimos do Pronampe. 
 

enlightened O Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) é um programa de governo destinado ao desenvolvimento e o fortalecimento dos pequenos negócios. Foi instituído pela Lei nº 13.999, de 18 de maio de 2020.


No documento, o presidente da Confederação, José Roberto Tadros, mostra preocupação com o fato de o pagamento das primeiras parcelas do programa ter início em março e explica que as empresas ainda não conseguiram se recuperar. 

"As empresas, sob influência dos impactos econômicos advindos da crise da Covid-19, ainda não conseguiram se recuperar, não dispondo de condições para arcar com esse compromisso neste momento", afirma o presidente da CNC, ressaltando que o Pronampe foi determinante para garantir a sustentabilidade financeira dos estabelecimentos, permitindo a sobrevida de milhões de empresas no país frente aos graves impactos decorrentes da crise do novo Coronavírus.

A CNC traz, ainda, um alerta e afirma que a gravidade da pandemia e o consequente fechamento do comércio, como tem sido feito em cidades diversas cidades do país, também precisa ser levado em consideração para uma eventual prorrogação de carência. 

"A retomada não ocorreu conforme o previsto e continuamos experimentando as consequências e o agravamento da situação, com o retorno de medidas que incluem o fechamento de estabelecimentos", diz trecho dos documentos.

"Corremos o risco de serem inviabilizados milhões de empreendimentos, sendo evidente que aquele cenário inicialmente previsto não mais é compatível com a realidade", conclui Tadros.

 

Pronampe
CNC defende a prorrogação do prazo em decorrência
do agravamento da crise (Foto: Divulgação)


o que + você precisa saber:


Sebrae defende Pronampe permanente para os pequenos negócios

O empreendedorismo ganhou bastante força durante a pandemia da Covid-19. Com o agravamento da crise e, consequentemente, com a queda dos empregos, muitas pessoas encontraram uma fonte de renda na abertura de novos negócios. 

Com a chegada de 2021 e o início da vacinação, quais serão os desafios para o empreendedorismo nesse ano? Para falar mais sobre esse assunto, a Agência Sebrae de Notícias começa a publicar uma série de entrevistas com personalidades que influenciam o empreendedorismo no Brasil.

O primeiro entrevistado é o presidente do Sebrae, Carlos Melles, que fala sobre os desafios dos pequenos negócios neste ano, geração de empregos, digitalização e a importância do setor para a economia.

Além disso, Melles também fala sobre as ações do Sebrae como a luta pelo aumento da oferta de crédito para esse segmento que representa 99% das empresas brasileiras. 

Principais apostas do Sebrae em 2021:

  • Oferecer aos empresários e potenciais empreendedores conteúdos para a qualificação e o aprimoramento da gestão dos negócios;
  • Ampliação do acesso ao crédito;
  • Manutenção de ações emergenciais lançadas pelo governo federal em 2020 e, que ainda se mostram necessárias, como a extensão do auxílio emergencial e a flexibilização das regras trabalhistas, que contribuíram para preservar milhões de empregos.

+ Leia mais

Newsletter Folha+

 

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis