O trabalho temporário cancela seguro-desemprego? Entenda!

Tem dúvidas sobre o pagamento do seguro-desemprego caso seja efetivado em um trabalho temporário? Entenda como funciona o pagamento nesse período.

14/12/2020 08:00

14/12/2020 08:00

O ano de 2020 ficará marcado pela grande recessão na economia em decorrência da crise do Coronavírus. Entre as consequências trazidas pela pandemia, não podemos deixar de citar o desemprego que, segundo o IBGE, atingiu 14,1 milhões de pessoas no 3º trimestre desse ano. 

Quem trabalha de carteira assinada e é dispensado sem justa causa tem o direito de receber o seguro-desemprego. O benefício varia de R$1.045 a R$1.813,03, e o valor máximo é pago aos trabalhadores com salário acima de R$2.666,29. 

No entanto, com a chegada do fim de ano e a grande demanda de vagas temporárias abertas nesse período, caso você esteja recebendo esse benefício, pode surgir a dúvida: o trabalho temporário cancela o seguro-desemprego? 

Segundo Cláudio Donizeti, diretor regional da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem), o trabalho temporário não cancela o seguro-desemprego, apenas suspende. 

"O trabalhador CLT tem 120 dias para dar entrada no benefício após ser demitido. Assim, quando ele inicia um contrato temporário, o seu seguro-desemprego fica suspenso. Com o final do contrato temporário, ele passa a receber novamente os meses faltantes."


enlightened E, atenção! Se, por acaso, você receber o valor do seguro-desemprego enquanto estiver trabalhando, a quantia recebida indevidamente deverá ser devolvida. 

Outro questionamento que pode surgir, caso tenha a possibilidade de ingressar em um trabalho temporário: até que ponto é vantajoso assumir esse compromisso?

De acordo com Donizeti, a suspensão do seguro-desemprego torna essa nova oportunidade de trabalho vantajosa, já que o trabalhador poderá receber os meses faltantes após o término do contrato temporário, dentro do prazo de 120 dias. 

"Além disso, o trabalho temporário deve ser visto como a melhor e mais eficiente porta de entrada para o mercado de trabalho e futura chance de alcançar uma efetivação", finaliza. 

 

Trabalho temporário cancela seguro-desemprego
Após ser demitido, o trabalhador tem 120 dias para dar
entrada no seguro-desemprego (Foto: Divulgação)


O que + você precisa saber:


Trabalho temporário assina carteira? Descubra os direitos previstos!

O trabalho temporário pode ser uma excelente oportunidade de recolocação para quem está desemprego há muito tempo. Se levarmos em consideração as vagas temporárias que oferecem chance de efetivação, esse emprego também pode ser a porta de entrada para a permanência na empresa. 

A contratação de funcionários temporários acontece durante todo o ano. No entanto, é nos meses de novembro e dezembro que as empresas, sobretudo as de varejo, tendem a fazer seleção de mais profissionais para suprir as grandes demandas desse período.

Você tem alguma dúvida sobre esse tipo de contratação? Caso passe em algum processo seletivo para uma vaga temporária, a sua carteira de trabalho será assinada? Folha+ preparou esta matéria especial para esclarecer algumas dúvidas acerca da contratação temporária. Continue lendo!

Newsletter Folha+

 

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!