Com aumento de 34%, país gerou 2 milhões de vagas temporárias em 2020

Setores da Indústria, Comércio e de Serviços lideraram o ranking de contratações temporárias que, segundo a Asserttem, devem continuar em alta neste ano.

13/01/2021 12:30

13/01/2021 12:30

Apesar das instabilidades no mercado de trabalho e do grande período de crise provocado pela pandemia do novo Coronavírus, o trabalho temporário - no formato da Lei Federal 6.019/74 e do Decreto nº 10.060/2019 - foi responsável por gerar mais de 2 milhões de vagas temporárias no Brasil em 2020.

Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) e representa um aumento de 34,8% com relação a 2019, quando foram geradas 1.485.877 vagas temporárias. 

"Estamos muito felizes com os resultados de 2020, que representam o maior patamar já registrado desde o início da série histórica, iniciada em 2014. Por isso, reforçamos o importante papel que o trabalho temporário vem desempenhando no país - e durante a pandemia - em ser a solução para a sobrevivência das empresas e ao combate ao desemprego", afirma o presidente da Asserttem, Marcos de Abreu.

De acordo com Abreu, em 2020, 65% das contratações temporárias foram puxadas pelo setor da Indústria para atender a demanda complementar de trabalho em segmentos, como Alimentos, Farmacêutica, Embalagens, Metalúrgica, Mineração, Automobilística, Agronegócio e Óleo e Gás; seguido de 10% do Comércio e 25% do setor de Serviços.

"Esse recorte difere dos anos anteriores, visto que historicamente o Comércio é que sempre puxou as contratações de trabalhadores temporários, principalmente no segundo semestre. Em 2020, a Indústria foi a que mais contratou ao se apoiar na modalidade do trabalho temporário para repor o quadro de funcionários e conseguir suprir a demanda do mercado", explica Abreu.

 

Vagas temporárias
Em dezembro, as contratações temporárias superaram
em 54,7% a projeção anunciada pela Asserttem (Foto: Divulgação)

O que + você precisa saber:


Dezembro de 2020 superou expectativas de contratações 

O período do fim de ano é conhecido pelo crescimento das ofertas de vagas temporárias em todo o país. E, em dezembro, as contratações temporárias superaram em 54,7% a projeção anunciada pela Asserttem.

"Esperávamos ter a geração de 97.978 novas vagas em dezembro de 2020, registrando uma queda na contratação em relação a 2019 (142.529). Mas, o resultado foi surpreendente: 151.620 vagas temporárias no mês, garantindo um aumento de 6,37% na comparação com o mesmo período do ano anterior", comenta o presidente da associação.

O setor da Indústria puxou novamente as contratações em um mês em que o Comércio sempre teve destaque. "Já prevíamos uma queda nas contratações temporárias do Comércio, devido à pandemia, por ter menos pessoas visitando as lojas e pelo uso do comércio eletrônico."

Trabalho temporário deve continuar em alta neste ano

Caso você tenha sido demitido durante a pandemia e esteja em busca de recolocação profissional, fique atento! Segundo a associação, as contratações por meio do trabalho temporário, que pode ser utilizado para substituição transitória e para demanda complementar de trabalho de forma rápida, eficaz e segura - devem seguir em alta em 2021.

"A pandemia da Covid-19 ainda traz insegurança às empresas, que devem se apoiar na modalidade para garantir maior flexibilidade de gestão e conseguir se manter no mercado", diz o presidente da Asserttem.

Um dos motivos para que essas contratações permaneçam em alta é que, diante das incertezas, as empresas buscam opções formais para contratar trabalhadores, preservando os direitos, mas com fôlego suficiente para acompanhar a oscilação da economia. 

"Neste cenário, o trabalho temporário se mostra como a melhor modalidade de contratação, já que confere maior flexibilidade de gestão às empresas enquanto os trabalhadores têm seus direitos respeitados, podem adquirir mais conhecimentos e ter novas experiências no mercado de trabalho, o que potencializa sua recolocação em uma eventual vaga permanente."

 

Newsletter Folha+

 

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis