Em março, mulheres buscaram duas vezes mais por emprego que homens

Segundo BNE, em março, volume de mulheres em busca de oportunidades foi quase o dobro do de homens.

12/04/2021 15:00

12/04/2021 15:00

Uma pesquisa realizada pelo Banco Nacional de Empregos (portal especializado no cadastro de currículos) mostrou que, durante o mês de março deste ano, as mulheres buscaram quase duas vezes mais por emprego do que os homens.

Os dados mostram a intensa busca por elas, que são também as que ocupam o primeiro lugar, entre os sexos, no número de desempregados no Brasil.

Conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 8,5 milhões de mulheres deixaram a força de trabalho no terceiro trimestre de 2020 (último dado disponível), na comparação com o mesmo período de 2019.

Segundo o BNE, os cargos de recepcionista e auxiliar de produção foram os mais buscados por mulheres e homens, respectivamente, no período entre 1º e 17 de março.

 

Mulheres lideram a busca por emprego em março de 2021 (Foto: iStock)
Mulheres lideram a busca por emprego em março de 2021
(Foto: iStock)

o que + você precisa saber:

Confira as 10 profissões mais buscadas entre homens e mulheres

Em relação ao ano de 2020, auxiliar de produção foi o cargo mais buscado por homens, com 62.210 de candidaturas. Na sequência, apareceram:

  • motorista (49.537);
  • auxiliar administrativo (34.722);
  • porteiro (21.911);
  • auxiliar de serviços gerais (21.175);
  • assistente administrativo (18.572);
  • estagiário (15.986);
  • aprendiz (14.683);
  • vendedor (14.079); e
  • operador de empilhadeira (12.782).

Já entre as mulheres, o destaque em 2020 foi para o cargo de recepcionista, com 109.427 currículos enviados. As outras funções mais buscadas foram:

  • auxiliar administrativo (86.856);
  • auxiliar de produção (70.113);
  • auxiliar de serviços gerais (49.390);
  • assistente administrativo (48.720); 
  • auxiliar de limpeza (37.417);
  • aprendiz (29.555);
  • estagiário (27.986);
  • atendente (26.313); e
  • operador de caixa (25.382).

Para o CEO do BNE, Marcelo de Abreu, é importante que os candidatos fiquem atentos à concorrência por essas ocupações.

"Esta informação pode servir de referência para os candidatos desempregados e que estão atrás de oportunidades. Um caminho mais simples pode ser buscar cargos distintos", avalia.

Empresas apostam em vagas exclusivas para mulheres

Para promover a equidade de gênero, muitas empresas têm investido em processos seletivos exclusivos para mulheres. Uma vez que, historicamente, a participação delas no mercado de trabalho é menor que a dos homens.  

Por isso, empresas têm realizado ações para reverter o quadro. É o caso, por exemplo, da Accenture, que conta com diversas iniciativas em prol de um ambiente de trabalho mais igualitário.

Em entrevista à Folha+, a diretora executiva na Accenture, Andrea Thiago, citou o programa "Come Together Awake", cujo foco é a contratação de mulheres. 

"A campanha para o público feminino apresenta a trajetória real de funcionárias que tiveram seu momento de despertar na vida, seja por uma mudança de carreira, por se tornar mãe ou por despertar para o novo. No último ano, realizamos seis academias, com mais de 60 contratadas", disse.

Além dessa ação, a empresa também promove o "Reprograma", iniciativa de impacto social que tem como objetivo ensinar programação para mulheres cis e trans, que não têm recursos para arcar com as despesas de um curso.

Newsletter Folha+

Já a Adecco conta com um quadro de colaboradores composto, em sua maioria, por mulheres. O esforço agora é para que essas profissionais cheguem aos cargos de liderança e assumam posições de destaque no grupo.
 
A empresa realiza, desde o ano passado, a campanha "Lugar de Mulher é onde ela quiser". O intuito é incentivar as mulheres a se inscreverem e deixarem seus currículos para vagas em todos os setores, em especial aqueles que ainda são dominados por homens, como Mineração, Engenharia e Tecnologia.

enlightenedVejaaqui outras empresas que trabalham iniciativas em prol da equidade de gênero.

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis