Durante a pandemia, cresceu 38% o número de trabalho freelance

Workana indica trabalhos mais buscados e profissionais mais procurados no mercado

17/07/2020 12:00 | Atualizado: 17/07/2020 12:36

Por: Mateus Carvalho

17/07/2020 12:00 | Atualizado: 17/07/2020 12:36 - Por: Mateus Carvalho

Você sabe o que é um freelancer? Quem nunca leu por aí alguém pedindo ou falando "manda um freela?". O uso da expressão tem crescido bastante e esses profissionais têm ganhado destaque no cenário do mercado de trabalho.

O freelanceré um profissional autônomo que se "autoemprega", ou seja, ele trabalha para diversas empresas e desempenha sas funções e/ou projetos para atender a captar clientes de maneira independente.

E, durante os últimos meses, com a pandemia do novo Coronavírus, cresceu de maneira significativa o número de trabalho freelancer. Quem confirma isso é a Workana , uma plataforma de mercado para trabalho freelancer e remoto.

Busca online por emprego cresce na pandemia, Connekt tem 3 mil vagas

Segundo a Workana, o número de projetos publicados na plataforma cresceu 38,9% de fevereiro a maio deste ano, no período em que o pico se instalou. A empresa cita, ainda, que em algumas áreas esse percentual ainda é maior.

Por exemplo, o número de trabalhos do segmento de Engenharia e Manufatura bateu quase 70%, enquanto que, Financas e Administração subiu para quase 50%.

 

(Foto: Divulgação)
Workana divulga dados que indicam crescimento de projetos freelancer
(Foto: Divulgação)

TI & Programação tem crescimento de 100%

Ainda segundo a Workana, outras áreas demonstraram um crescimento ainda mais significativo, mas em períodos distintos. De fevereiro a abril, a área de TI & Programação teve um crescimento acima de 100%, com o maior número de cadastros.

A plataforma indica, ainda, que os profissionais mais buscados são os das áreas Jurídica, com 95,6%, e Engenharia e manufatura, com 68,4%.

7 sites para procurar emprego e estágio durante a pandemia

A área de Finanças & Administração ainda teve um aumento de 83,8% no número de registros, bem como a área Jurídica, com alta de 59%.

"Quanto a adaptação a diferentes situações da crise que estamos vivendo, os freelancers têm vantagem, pois já desenvolveram as habilidades necessárias para isso, enquanto os profissionais CLT ainda estão em processo de aprendizagem."

A Workana relata que a resposta dos profissionais é mais vantajosa para o mercado freelancer. Para o CLT, durante essa crise, o trabalho em home office foi avaliado como ótimo ou bom por 58%, enquanto a avaliação dos próprios freelancer chegou a 77%.

Áreas com mais projetos buscados na Workana

A Workana registrou também quais foram as áreas com mais projetos buscados na plataforma durante este período. O crescimento de maio, comparado à fevereiro, foi de 38,9%, mas, é possível perceber um crescimento de 5%, 12% e 31%, em março, abril e maio, respectivamente.

O crescimento de maio, em comparação à fevereiro, foi maior nas seguintes áreas:

  • Design e Multimídia -35,27%
  • Engenharia e Manufatura - 69,02%
  • Finanças e Administração - 49,72%
  • TI e Programação - 39,70%
  • Legal - 19,39%
  • Marketing e Vendas - 37,33%
  • Tradução e Conteúdos -46,05%

Áreas com mais buscas por profissionais

  • Legal (jurídica) - 95,65%
  • Engenharia e Manufatura - 68,42%
  • Design e Multimídia - 13,41%
  • Marketing e Vendas - 12,80%
  • TI e Programação - 8,67%
  • Finanças e Administração - 1,92%

"No início da pandemia, houve uma retração na busca por freelancers. Como havíamos previsto, as empresas deixaram de investir na contratação de serviços de terceiros, como freelancers, porque não sabiam como a pandemia poderia impactar os seus negócios. Já no mês seguinte, com um panorama melhor da da situação, as contratações voltaram a aumentar", é o que diz Daniel Schwebel, country manager da Workana no Brasil. 

Freelancers têm vantagem no trabalho home office

Daniel Schwebel comenta que a pandemia de Covid-19 trouxe uma gama depressiva muito grande em muitos profissionais. O trabalho home office, que tinha tudo para ser um aliado, se tornou um fator de ansiedade e estresse.

Isso porque muitos profissionais não estavam acostumados com esta nova rotina. No entanto, ele lembra que é importante ressaltar que o quê impactou na saúde mental foi a quarentena pelo fato de não poder sair, ver pessoas e ter uma convivência mais sadia.

Veja 5 habilidades essenciais no mercado de trabalho pós-pandemia

O home office, em si, ele garante que o crescimento seja gradativo e favorável. E, sob essa experiência, os profissionais freelancers levam vantagem, pois já atuavam em muitos casos no esquema remoto.

"Uma das principais vantagens dos freelancers é que eles estão acostumados a se adaptar rapidamente frente aos diferentes desafios enfrentados, pois esses profissionais já estão acostumados com o fato de todos os aspectos de seu trabalho estarem 100% sob sua responsabilidade, como prazos, entregas, volume de trabalho e renda."

vagas de empregos

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis