Jovem aprendiz: saiba como ser efetivado na empresa

Após o programa de jovem aprendiz, vem a busca pela vaga efetiva. Nesta reportagem, confira dicas para ser efetivado!

20/02/2021 09:00

20/02/2021 09:00

Por meio do programa jovem aprendiz, muitos estudantes com idade entre 14 a 24 anos têm o primeiro contato com o mercado de trabalho. Mas, após essa etapa, como ser efetivado?

Essa fase entre o fim do programa, que pode durar até dois anos pela lei, e a tão sonhada efetivação são decisivas para muitos jovens, que sonham em continuar suas carreiras nas empresas contratantes. 

Para quem busca a efetivação, Folha+ conversou com o especialista em Gestão de Carreira e CEO da Employability, Claudio Riccioppo. Abaixo, ele lista algumas dicas essenciais para ser efetivado após o programa de jovem aprendiz. Confira!

Como ser efetivado após o programa jovem aprendiz?

Segundo Claudio Riccioppo, o jovem aprendiz que deseja ser efetivado pela empresa precisa não só ter qualificações técnicas, mas principalmente pessoais.

"Não se espera do aprendiz altíssimas qualificações técnicas", explica o CEO.

Ou seja, a empresa busca no jovem aprendiz um perfil mais pessoal do que as habilidades e competências formadas. Entre as qualidades necessárias estão a boa comunicação e o bom trabalho em equipe

"Essas habilidades formam um bom perfil de jovem aprendiz, que tende a ser efetivado. Outra característica é o pensamento de dono. Esse profissional observa o problema e propõe uma solução de forma proativa. Ou seja, ele não espera receber ordens para a partir daí poder agir", avalia o especialista.

Claudio Riccioppo ressalta que, desta forma, o jovem aprendiz que busca a efetivação deve mostrar algumas características fundamentais, sendo elas:

  • proatividade: "toda empresa busca um profissional proativo, elas querem investir em quem 'parte pra cima'; e
  • quem veste a camisa da empresa: "que coloca a empresa em primeiro plano, que entende que o processo de jovem aprendiz nada mais é do que um processo seletivo de um futuro efetivado", explica o CEO.

Veja também: Jovem aprendiz: empresas têm mais de 60 mil vagas abertas no país 

"Você está ali durante um período para mostrar suas habilidades. As empresas querem efetivar esse jovem aprendiz, querem treinar essa mão de obra. Mas, para isso, o jovem precisa entender que está em um processo seletivo, precisa mostrar que merece essa oportunidade de efetivação", ressalta.

Jovem aprendiz: como ser efetivado (Foto: Divulgação/Arapoti PR)
Saiba como ser efetivado após o programa de jovem aprendiz
(Foto: Divulgação/Arapoti PR)

 

Quer ser efetivado? Saiba qual erro você não deve cometer!

Para os estudantes que buscam a efetivação após o término do programa de jovem aprendiz, Claudio Riccioppo é categórico ao avaliar o erro mais comum daqueles que não alcançam a efetivação: se ver apenas como um jovem aprendiz.

É isso mesmo, o jovem aprendiz que se vê apenas como jovem aprendiz em uma empresa tende a não ser efetivado.

"É preciso se ver como um futuro efetivado. Ou seja, se o jovem olhar essa oportunidade como uma experiência de passagem, a empresa não vai fazer força nenhuma para entender diferente", explica o CEO.

Segundo o especialista, quem busca a efetivação deve entender que o programa serve não só para aprender com a experiência, mas também para se aprofundar no conhecimento prático e aperfeiçoar o que está aprendendo.

Newsletter Folha+

Quais as áreas que mais contratam jovem aprendiz?

A busca por jovem aprendiz se mantém nas empresas brasileiras. Segundo Claudio Riccioppo, isso ocorre porque as empresas já perceberam que as qualificações técnicas são possíveis e mais fáceis de serem trabalhadas, por meio de treinamentos e cursos.

Desta forma, as contratantes esperam jovens com um perfil alinhado aos valores da empresa. Atualmente, segundo o CEO, as áreas que mais contratam esse perfil profissional são as menos técnicas, como:

  • Atendimento;
  • Controle; e
  • Comércio.

enlightenedGostou desse conteúdo? Então, compartilhe com outras pessoas e ajude seus amigos também! Agora se você está em busca de uma oportunidade, não deixe de conferir a matéria "Onde procurar emprego jovem aprendiz?".

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!