CIEE propõe ao Governo Federal criar 400 mil vagas de aprendiz

Em uma semana, a petição online da proposta reuniu mais de 50 mil assinaturas

14/08/2020 10:30

Por: Cinthia Guedes

14/08/2020 10:30 - Por: Cinthia Guedes

O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) enviou ao Ministério da Economia uma proposta, divulgada com exclusividade à FOLHA DIRIGIDA, para a criação de 400 mil vagas de jovens aprendizes em todo o país. A ideia é baseada na Lei da Aprendizagem e sugere que o governo ajude a pagar os salários dos aprendizes em pequenas e médias empresas.

A petição online foi criada por Manuela Bernardino, de 20 anos, que é estudante de Ciências da Computação, jovem aprendiz, faz parte dos projetos Meninas Negras, Comitê Jovem Aprendiz, comunidade Cloud Girls e é embaixadora do Instituto Bold. Em uma semana, a proposta já reuniu mais de 50 mil assinaturas

"Precisamos expor ao ministério a pressão que a nossa sociedade vem sofrendo atualmente, onde jovens perdem seus empregos e famílias seus sustentos, pois, em alguns casos, a renda do jovem é a única na família", diz Manuela.

Segundo o CIEE, o investimento público seria de R$6 bilhões, ou 0,5% do orçamento do Governo Federal destinado à sociedade em resposta à pandemia da Covid-19.

Um levantamento feito pela instituição informa que o custo de um aprendiz para uma empresa é de R$30 mil em um contrato de dois anos, por isso, 400 mil vagas custariam R$12 bilhões. O governo pagaria metade dos salários e as empresas, a outra metade.

De acordo com uma pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), encomendada pelo CIEE, o impacto direto e indireto dos aprendizes na economia é de R$5,6 bilhões anuais.

"Esse é um momento para manter o equilíbrio e a racionalidade e, também de promover oportunidades para os jovens no mundo do trabalho, mantendo o nosso compromisso com a sociedade.", diz o Presidente do CIEE Rio, Arnaldo Niskier.

No estado do Rio, o CIEE registrou uma queda de 7% nas contratações. Nesta semana, a oferta é de 308 vagas. No mesmo período do ano passado, registrou-se uma média de 1.100 oportunidades.

Atualmente, o cenário da aprendizagem no Brasil está bem aquém do que prevê a legislação no pré-pandemia. Humberto Casagrande, CEO do CIEE, diz que menos da metade das empresas estavam atendendo à lei e contratando. Além disso, havia 2 milhões de jovens na fila esperando vaga. 

Com a crise do Coronavírus, a queda no número de aprendizes trabalhando foi da ordem de 30% no país. "Muitas empresas não renovaram os contratos, então os aprendizes estão saindo e ninguém entra no lugar", afirma.

 

CIEE RJ
Impacto dos aprendizes na economia é de R$5,6 bilhões anuais
(Foto: Divulgação)

Leia também:

CIEE Rio abrirá 318 vagas de estágio na próxima semana

O CIEE Rio adiantou para a FOLHA DIRIGIDA que, na próxima semana (de 16 a 22 de agosto), serão disponibilizadas 318 vagas de jovem aprendiz. As oportunidades estão divididas em cidades da Baixada Fluminense, Região Serrana, Região Metropolitana, Centro-Sul, Norte do estado e Médio Paraíba.

O programa de aprendizagem voltado para jovens de 14 a 24 anos é divido em duas partes, uma é a profissional (70%) e, a outra é a parte educacional, com 30% do tempo dedicado à capacitação teórica. Isso faz com que os jovens tenham um desenvolvimento ainda maior, contribuindo para a redução dos índices de evasão escolar.

Confira o número de vagas que serão disponibilizadas por cidades:

  • Barra Mansa: 18 
  • Duque de Caxias: 21
  • Macaé: 14
  • Niterói: 34
  • Nova Friburgo: 2
  • Nova Iguaçu: 34
  • Petrópolis: 23
  • Resende: 26
  • Rio de Janeiro: 137
  • Teresópolis: 1
  • Três Rios: 8

Para concorrer às oportunidades, os estudantes precisam estar cadastrados no Portal do CIEE . Para aqueles que já têm inscrição ativa no site, será necessário, apenas, atualizar o perfil. 
 

Notícias de estágio


 

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis