Partiu Estágio 2021: veja a perspectiva para oferta de vagas este ano

Empresas de seleção e recrutamento falam sobre suas perspectivas em relação às vagas de estágio ao longo dos próximos meses de 2021.

08/04/2021 09:00

Por: Letícia Santos

08/04/2021 09:00 - Por: Letícia Santos

Estudos realizados pelo Banco Nacional de Empregos (BNE) e pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) apontam que a oferta de estágio em 2021 apresenta uma tendência de melhora. Mas, qual é a perspectiva para os meses que estão por vir?

Folha+ conversou com empresas especializadas em seleção e recrutamento para entender qual é o panorama para o mercado de estágio em 2021 e quais empresas já planejam a abertura de novas vagas nos próximos meses.

Se o seu objetivo em 2021 é garantir a sua vaga de estágio, fique atento, pois os próximos meses devem ser promissores. Na Gupy, por exemplo, apenas de janeiro a abril de 2021, o volume de vagas de estágio publicadas já ultrapassou o total ofertado durante todo o ano de 2020.

"Trata-se de um crescimento de 345% em comparação com o mesmo período do ano passado", destacou Guilherme Dias, CMO e co-fundador da empresa.

Empresas como Americanas, Printi e Ambev são algumas das parceiras da Gupy que estão com oportunidades de estágio abertas atualmente. E a perspectiva é de que nos próximos meses outras seleções também sejam abertas.

 

Estágio
Em 2021, expectativa é por um número maior de vagas de estágio
(Foto: Divulgação)

 

CIEE constatou aumento de vagas em setores de serviços essenciais

A gerente de operações do CIEE, Daniela Fonseca, destacou que não só novas oportunidades foram abertas, como várias empresas retomaram as contratações que foram suspensas em 2020. 

“Tínhamos candidatos que haviam sido selecionados antes da pandemia e que foram contratados somente neste ano. Foi uma alegria”, disse. 

Os setores de Tecnologia da Informação (TI), Marketing, Administração, Engenharia e os cursos técnicos são os destaques no CIEE. A empresa também atua no intermédio de seleções para o setor público e desde agosto de 2020 já retomou as contratações de estudantes, principalmente, do curso de Direito.

No primeiro trimestre do ano, a maioria das oportunidades ofertadas pelo CIEE foi para empresas de serviços essenciais, segmento de venda de alimentos e redes de supermercados, instituições financeiras e órgãos públicos. 

Daniela pontuou que, nesse momento, ainda é complicado fazer projeções para os próximos meses, considerando a atual situação da pandemia. No entanto, a especialista ressaltou que as vagas de estágio, em sua maioria, ainda seguem o modelo híbrido, que ganhou força no último ano.

O modelo híbrido nada mais é do que aquele que alterna entre o trabalho presencial e o home office. “A pandemia trouxe uma inovação na forma de atuação dos estagiários, o que é muito bom, pois fez com que as empresas não suspendessem 100% das oportunidades.”

O que + você precisa saber

Cia de Estágios investe em recursos digitais para dar continuidade aos processos seletivos

O CEO e fundador da Companhia de Estágios, Tiago Mavichian, percebeu uma retomada nas seleções de estágio já no segundo semestre de 2020.

“Tivemos uma queda grande de vagas no primeiro semestre de 2020, como era esperado, por conta da pandemia, e muitas empresas congelaram suas oportunidades. No segundo semestre, as empresas viram que dava pra fazer seleção e onboarding digital e ganharam segurança para fazer contratações novamente.”

Segundo Mavichian, de setembro de 2020 em diante, o mercado mudou. Isso porque foi possível perceber por parte das empresas uma melhor adaptação à nova realidade de trabalho, que inclui o home office. Diante disso, as companhias entenderam que não fazia sentido abandonar os programas de estágio.

“As oportunidades que estavam represadas voltaram com força na reta final de 2020, causando um reaquecimento nas contratações. Começamos a ter um volume grande de vagas para todo o país, em todos os cursos”, analisou o CEO da Cia de Estágios. 

Tiago Mavichian destacou que a nova onda de lockdown pelo país está afetando, novamente, o andamento de alguns processos seletivos. Para ele, a esperança das empresas está na vacinação.

“Quanto antes isso ocorrer e os casos diminuírem, devemos ter uma retomada. Na primeira semana de janeiro tínhamos 832 vagas. Em fevereiro, 1021; em março 974 e, agora, em abril, são 412 vagas. Tivemos queda significativa nas últimas semanas. Ou seja, vagas foram preenchidas e novas não entraram, pois as companhias estão segurando.”

O especialista destacou que a busca por estudantes na área de Tecnologia é uma das que mais cresce. “O aumento na procura por estudantes de tecnologia reflete a realidade atual do mercado, onde há mais vagas de TI abertas do que candidatos para ocupá-las.”

Outros setores também se destacam. Entre eles: Administração; Engenharias; Contábeis/ Economia/ Finanças; Direito; Marketing/ Comunicação/ Propaganda/ Jornalismo; Psicologia; Farmácia/ Química e Logística.

A Companhia de Estágios é a responsável pelo desenvolvimento de programas de atração de estagiários, além de trainees e jovens aprendizes, para mais de 300 empresas. Só no primeiro trimestre deste ano, foram abertas vagas para companhias, como Amazon, AWS, Scania, Sanofi, Sírio Libanês, Goodyear, Tilibra, entre outras. 

Para dar continuidade às seleções, a Cia de Estágios investe em soluções e recursos digitais e a expectativa para o segundo semestre é positiva.

“Temos processos seletivos em andamento e a nossa expectativa é que ocorra retomada das vagas no segundo semestre, assim como aconteceu no ano passado. Mesmo com as políticas de isolamento em grande parte do país, com a aceleração da vacinação haverá retomada.”

Botão com link para Newsletter

Na 99jobs, empresas parceiras já planejam novas seleções para o segundo semestre

Na 99jobs, também foi possível perceber uma melhora na oferta de vagas de estágio logo nos primeiros meses do ano. De acordo com a empresa, em 2020, foram oferecidas 709 oportunidades. Até o momento, em 2021, 1.926 vagas de estágio já foram abertas.

Eduardo Migliano, co-founder da 99Jobs, destacou, dentre as áreas com mais vagas abertas, os setores de varejo, administrativo, tecnologia, atendimento e vendas e comercial.

Nos primeiros três meses de 2021, empresas como Siemens, Serasa Experian, Cielo, Avon, Ipiranga, Stellantis, McDonald's, Honda, VR e JBS já abriram programas de seleção para estudantes. E a perspectiva para os próximos meses é boa.

Já estão em fase de planejamento a abertura de seleções, em breve, para grandes companhias. Entre elas: Walt Disney Company, Reckitt Benckieser,  Qualicorp, VR Tech, Aeris e Acqua Capital.

► Estágios abril 2021: veja a lista de seleções com inscrições abertas

Cia de Talentos acredita que mercado se manterá aquecido nos próximos meses

Luana de Paula, diretora da Cia de Talentos, também reforçou o aumento no número de vagas desde o fim de 2020. De acordo com a especialista, isso ocorreu após as empresas conseguirem adaptar seu modelo de contratação, no que diz respeito a diferentes aspectos, como seleção, contratação, onboarding e integração.

“Em 2020, no fim do ano quando as empresas já estavam um pouco mais estabelecidas, as companhias mantiveram, e até aumentaram, o número de estagiários e essa é uma tendência que se mantém.”

No início de 2021 já foi possível perceber aumento na oferta de vagas. Inclusive, na Cia de Talentos, alguns processos seletivos contam com inscrições abertas. Entre eles: Nestlé, Raízen, B3, Suzano, entre outros.

Segundo Luana de Paula, as áreas com maior demanda de vagas são, justamente, as que estão com o mercado mais aquecido atualmente, como Finanças, Tecnologia, Healthcare e Agronegócio. Para os próximos meses, a expectativa é pela abertura de mais seleções.

“Nos próximos meses vemos as empresas mantendo seus projetos e algumas já estão em fase de planejamento. Temos algumas empresas que estão planejando para abrir inscrições agora na segunda quinzena de abril e início de maio. Então, maio vai ser um período que vai estar com bastante processo em andamento no mercado, que são para as contratações entre julho e agosto.”

Os nomes das companhias ainda não podem ser revelados, mas haverá oportunidades para empresas dos setores de finanças, indústria, tecnologia, mineração e varejo, por exemplo.

Botão com link para Newsletter

Processos seletivos para estagiários devem continuar com um viés mais inclusivo

Todos os entrevistados concordaram que uma tendência vista fortemente nos processos seletivos realizados em 2020 deve continuar, e se fortalecer, ao longo dos próximos anos: a diversidade e inclusão.

Segundo dados da Pesquisa Global de Diversidade e Inclusão da PwC, realizada em 2020, 76% dos entrevistados consideram o tema diversidade e inclusão como prioridade, mas apenas 5% das organizações têm sucesso na implementação de ações bem-sucedidas. 

Para Tiago Mavichian, CEO e fundador da Companhia de Estágios, melhorar os índices de diversidade e inclusão pode ser considerado o desafio do ano para as companhias. 

“O mais importante é compreender que estas são tarefas amplas, que não serão resolvidas da noite para o dia, sobretudo com uma pandemia de pano de fundo. Trata-se de uma caminhada, na qual avançar de maneira firme e consistente é o que fará realmente a diferença”, destacou.

Luana de Paula, diretora da Cia de Talentos, também reforçou a importância de se pensar em ações atreladas a essa temática.

“Na companhia de Talentos a inclusão é uma pauta em que estamos sempre muito envolvidos. O que vemos são as empresas ganhando muito mais maturidade no desenho de estratégias sustentáveis, porque não é simplesmente atrair, mas como fazer a inclusão, desenvolver e investir no crescimento dos jovens dentro das empresas.”

Segundo Luana, comparando os meses de janeiro a dezembro de 2020, com o mesmo período do ano anterior, a Cia de Talentos aumentou em 118% a contratação de jovens negros e negras. “Hoje, a média de contratação de jovens negros e negras nos processos seletivos é de 37% e de mulheres é de 53%.”

A 99jobs, também já coordenou programas de estágio de algumas empresas alinhadas a essa pauta:

“A Lear fez um estágio exclusivo para profissionais negros, assim como a Quinto Andar  e muitas outras empresas que procuraram a 99jobs com metas de diversidade muito fortes. Elas não necessariamente divulgam as metas no programa, mas, ao ver as peças/personagens do conteúdo de divulgação nos canais da 99jobs a intenção fica clara, além de toda a adaptação da parte interna do processo para promover o aumento da diversidade.”

Guilherme Dias, CMO e co-fundador da Gupy, disse que, só no início de 2021, foram publicadas mais de 40 vagas na plataforma para contratação de especialistas em diversidade. "Considerando que a maioria das empresas ainda não tem uma área com este foco, pode-se dizer que são praticamente 40 empresas começando uma nova área de diversidade, o que deve resultar em processos seletivos mais diversos e inclusivos nos próximos meses", projetou.

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis