Estágio home office: modelo é desafiador, mas jovens veem benefícios

O estágio em home office é uma experiência nova e desafiadora para estudantes, mas eles veem mais benefícios que desafios. Veja vagas neste modelo!

07/04/2021 15:30

07/04/2021 15:30

A Lei n° 11.788/08 (a Lei do Estágio) não prevê expressamente a possibilidade de realização do estágio em home office. Porém, diante da pandemia da Covid-19 e da necessidade de distanciamento social, as coisas mudaram. 

Esse modelo de trabalho para estudantes ingressando no mercado é uma realidade agora. E, apesar do represamento das vagas de estágio causado pela crise sanitária, há toda uma nova geração de estagiários que só conhece esse modelo. 

É o caso de Kaíque Corrêa, estagiário de Jornalismo da agência Usina da Comunicação, no Rio de Janeiro. Ele começou o trabalho em meio à pandemia, em setembro do ano passado, e toda a sua experiência até agora foi 100% remota. 

Kaíque Corrêa
Kaíque Corrêa, estagiário da Usina da Comunicação
(Foto: Arquivo Pessoal)

“No início foi bem difícil, principalmente com a questão do foco. Eu precisei construir uma rotina nova para adaptar meus estudos dentro de casa. Mas depois de um certo tempo, já estou acostumado e consigo ter facilidade no modelo remoto.”

Mesmo estagiando há mais de seis meses na empresa, Kaíque nunca encontrou seus supervisores.

Até pouquíssimo tempo atrás, quem poderia imaginar um estagiário que nunca chegou, sequer, a encontrar seus supervisores pessoalmente? 

Pois agora isso é possível e, inclusive, é a realidade de centenas de estudantes pelo Brasil.

Outro exemplo é Taiane Cordeiro, estagiária da área de Consultoria da Nube, empresa de seleção e recrutamento de estudantes. 

Embora já tenha tido experiências de trabalho presencial antes, a sua rotina hoje é totalmente à distância. 

“A experiência de estudar e trabalhar em casa tem sido bem tranquila. Quando eu iniciei a graduação, já escolhi o formato EAD (Ensino à Distância). Também já comecei o estágio trabalhando em home office.”

A tendência é que o estágio remoto cresça nos próximos anos, assim como vai ocorrer com o mercado de modo geral. Mas esse modelo de trabalho também traz novos desafios.

Mercado tem vagas de estágio represadas e vacina é esperança para retomada

Infraestrutura, conectividade e foco são principais desafios

Uma pesquisa da Workana, plataforma que conecta freelancers a empresas da América Latina, mostra que, mesmo quando a pandemia acabar, a intenção de 84,2% dos mais de 2,8 mil líderes entrevistados é continuar com o trabalho remoto.

Essa tendência deverá mudar o mercado de estágios, que tende também oferecer muito mais vagas remotas. Mas essa mesma pesquisa também relata os principais desafios deste modelo de trabalho. 

Os gestores que pensam em manter o home office precisarão lidar com questões como a melhoria da tecnologia e conectividade dos funcionários, flexibilidade de horários, e até soluções para ajudá-los a lidarem com desafios familiares, como as crianças, por exemplo. 

O estagiário da Usina, Kaíque, por exemplo, conta que teve dificuldades com o foco no início e não é à toa. Ele mora com um irmão mais novo, ainda criança, que demanda atenção do estudante.

“É difícil que elas (as crianças) entendam que, naquele momento, você não pode dar o máximo de atenção. A forma que tenho utilizado é sempre tentar evitar, criar outros momentos de atividades, para na hora que eu precisar estar focado, não ter esses problemas.” 

Taiane Cordeiro, estagiária da Nube
Taiane Cordeiro, estagiária da Nube
(Foto: Arquivo Pessoal)

Mas os desafios não param por aí. Como já destacado, a conectividade também pode ser um empecilho na hora do estágio.  

Taiane Cordeiro, estagiária de Consultoria da Nube, assim como Kaíque, precisa lidar com uma internet que muitas vezes é instável.

Eles, porém, ainda se encontram em posição de certa vantagem, já que esse não é um desafio recorrente. 

“Desde o início do meu estágio eu não tive problemas com o home office em si”, explica Taiane. “O que existem são problemas técnicos, como internet que cai, ou a necessidade de ter um contato rápido com alguém e não ter acesso fácil a essa pessoa.”

Para a estudante de Recursos Humanos, esses são os principais desafios, mas ainda assim não recorrentes o suficiente para se sobreporem aos benefícios de trabalhar de casa. 

Hoje, ela já consegue estar bem mais adaptada que no início do estágio, semelhante à situação de Kaíque.

“O meu bairro tem uma questão com acesso a internet, mas isso não tem sido um problema em 90% do meu tempo desde que eu iniciei o estágio”, conta o estudante de Jornalismo. No caso dele, a empresa também ofereceu suporte material, mas não foi necessário, pois ele já tem tudo em casa. 

Home office: 92% dos brasileiros precisam de mais suporte de TI

Vantagens do estágio home office se sobrepõem aos desafios

Mesmo com os desafios de trabalhar de casa, esse modelo de estágio ainda é bem-vindo entre muitos estudantes. O motivo é que as vantagens do home office se sobrepõem aos contras. 

Se por um lado há o desafio de manter o foco com a família em volta e as condições adversas de tecnologia e infraestrutura (em certos casos), por outro, ainda é melhor permanecer no conforto do lar.

Como destaca a estagiária Taiane, principalmente neste momento de pandemia, a própria questão da saúde pesa muito a favor do estágio em home office. Ela entende ser uma vantagem poder se resguardar dos transportes públicos lotados e do estresse da locomoção. 

“Eu, por exemplo, moro distante da empresa na qual faço estágio, (...) e ter essa facilidade (de não precisar me deslocar) diminui o estresse, o cansaço e ajuda muito no rendimento profissional. (...) Principalmente nos dias de hoje, quando, com certeza, o maior benefício é a gente cuidar de nós mesmos, da nossa saúde e daqueles que estão próximos da gente. A gente não precisa estar entrando e saindo de casa, pegando ônibus cheios.”

Além da questão de locomoção, os estudantes destacam outros benefícios em estagiar de casa: autogerenciamento ou um planejamento mais autônomo, rendimentos e produtividade superiores, flexibilidade, privacidade etc. 

Para o universitário Kaíque há ainda um benefício especial que ele destaca: o seu crescimento profissional e pessoal, já que precisou aprender na prática como se autogerenciar já na primeira experiência de estágio. 

“(Meu maior aprendizado foi) Desmistificar meus limites, com certeza. Tenho percebido como tenho conseguido ir além do que eu acreditava que podia fazer. Isso, para mim, tem me mostrado um outro lado sobre minhas habilidades que eu ainda não tinha explorado.”

Newsletter Folha+

Confira vagas de estágio em home office abertas

Ficou com vontade ou está precisando fazer um estágio? Confira algumas oportunidades para estudantes abertas a seguir!

Por causa da pandemia, diversas dessas vagas serão remotas no início do contrato, mas algumas poderão voltar ao modelo presencial ou semi-presencial conforme as medidas de distanciamento forem flexibilizadas.

Domino's Pizza

A Domino’s Pizza Brasil está com dez vagas de estágio abertas no Programa Brotinhos 2021. O objetivo é recrutar estagiários no Rio de Janeiro e São Paulo. O modelo de trabalho será ‘flex office’, com períodos alternados entre trabalho remoto e presencial.

As oportunidades são nas áreas de Gente & Gestão, Expansão, Franquias & Compliance, Operações, TI, Supply, Financeiro e Marketing. As inscrições podem ser feitas diretamente pelo  site da empresa  e ficam abertas até o dia 16 de abril.

Poderão se candidatar estudantes com previsão de formatura entre junho de 2022 e junho de 2023. Os selecionados começam a atuar ainda no primeiro semestre deste ano, no mês de junho.

Paraná Banco

O Paraná Banco tem vagas de estágio exclusivas para mulheres em Curitiba e Região Metropolitana. A empresa oferece dez oportunidades no setor de tecnologia.

Para participar, é preciso estar cursando até o penúltimo ano de um curso na área de Tecnologia, seja de ensino superior ou tecnólogo. 

As inscrições ficam abertas até o dia 12 de abril, no  site do programa . O processo seletivo inclui vídeo-papo, avaliação de competências, bootcamp e entrevista. 

Serasa Experian

A Serasa Experian, líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas, recebe inscrições para mais de 40 vagas de estágio. As oportunidades são para atuação nas cidades de São Carlos SP, São Paulo SP e Blumenau SC.

Para participar da seleção é preciso estar cursando o nível superior (bacharel, licenciatura ou tecnólogo), com conclusão prevista entre dezembro de 2022 e junho de 2023. A maior parte das vagas é destinada às área de Tecnologia, Dados e Analytics.

Os estagiários terão chances de efetivação na empresa. A remuneração inicial é de R$1,5 mil, podendo chegar a R$2,6 mil em 24 meses. Caso o estagiário seja efetivado, o salários poderá chegar a R$6,5 mil 24 meses após a efetivação.

As inscrições no programa ficam abertas até o dia 11 de abril, no  site do programa . Os candidatos passarão por etapas de testes online, dinâmica de grupo e entrevistas individuais.

Siemens

O Programa de Desenvolvimento de Talentos da Siemens oferece mais de 100 vagas para estudantes de ensino superior. As vagas estão distribuídas por diversas cidades de diferentes estados do país, como São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Ceará e Rio de Janeiro.

Podem participar graduandos de todas as áreas do conhecimento, independentemente do curso ser Bacharel, Licenciatura ou Tecnólogo. Além disso, é preciso ter formação prevista entre julho de 2022 e julho de 2023 e Inglês no nível intermediário ou superior.

As inscrições do processo seletivo ficam abertas até o dia 14 de abril, no site 99 Jobs.

Bayer

A multinacional alemã de saúde e nutrição está com inscrições abertas para mais de 120 vagas de estágio. As oportunidades são para estudantes do ensino superior e técnico.

As vagas estão distribuídas pelos estados da Bahia, Pernambuco, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul. 

Os estagiários terão direito a uma bolsa-auxílio e outros benefícios, como: plano de carreira, assistência médica e odontológica, seguro de vida, curso online de Inglês, vale transporte e/ou ônibus fretado (quando presencial, dependendo da localidade), refeitório ou vale refeição (dependendo da localidade) e descontos nos medicamentos Bayer.

Os interessados podem se inscrever até 13 de abril na  página do programa .

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis