Renata Souza (PSOL) quer gerar mais de 100 mil empregos no Rio

Candidata à Prefeitura do Rio de Janeiro pelo PSOL, Renata Souza, conta seus projetos para empregabilidade e geração de renda.

22/10/2020 08:00

Por: Bruna Somma

22/10/2020 08:00 - Por: Bruna Somma

Geração de emprego, renda, construção de moradias e reaquecimento da economia. Essas são algumas das propostas de Renata Souza, candidata à Prefeitura do Rio de Janeiro pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL).

Criada na favela da Maré, na Zona Norte do Rio, jornalista por formação e eleita deputada estadual de esquerda com mais votos, Renata busca capacitar os jovens, negros e periféricos. Para que eles possam ter oportunidades no mercado de trabalho.

Renata também tem projetos para construção de100 mil moradias populares. Além da geração de 100 mil empregos na cidade. Todos esses pontos foram abordados em entrevista exclusiva concedida pela candidata à Folha+.

Confira os principais tópicos da entrevista sobre empregabilidade para a cidade:

Defensora dos Direitos Humanos, ela acredita em políticas públicas que promovam oportunidades para todos.

“A gente precisa de alguém que viveu as particularidades de uma cidade, que trabalhou desigualdade quase como política pública, esteja gerindo a cidade. Então, eu venho desse lugar de olhar a periferia e a favela como o centro da política”, afirmou.

Habita Rio construirá 50 mil casas na zona Portuária

Um dos principais programas defendidos por Renata Souza, em sua campanha, é o Habita Rio. Ele é um projeto de habitação popular, em que serão construídas 100 mil casas para 300 mil famílias em quatro anos. Desse total, 50 mil serão na região portuária.

O objetivo é atender as famílias que vivem em condições precárias e não podem arcar com os altos custos do aluguel. Parte dessas habitações será vendida ou alugada a quem mora nas ruas e às famílias mais pobres. Esse dinheiro será utilizado para financiar o programa.

“No Rio de Janeiro, temos uma especulação enorme dos imóveis. Hoje, o aluguel é extremamente caro. A gente quer ter esse projeto do Habita Rio para que cinquenta mil tenham moradia na região do Porto. A gente vai transformar o Porto Maravilha em um Porto Moradia”, detalhou.

 

Renata Souza concorre à Prefeitura do Rio de Janeiro pelo PSOL
Renata Souza concorre à Prefeitura do Rio de Janeiro pelo PSOL
(Foto: Reprodução/Instagram)

Os prédios abandonados da região do Porto serão transformados em moradia.

“O porto do Rio é no centro da cidade onde a gente tem a maior possibilidade, a maior oferta de emprego e renda. Então, se esse trabalhador morar do lado do seu trabalho, ele não vai perder tempo no transporte público”.

O programa Habita Rio, conforme revelado por Renata, deve gerar mais de 142.800 mil empregos, diretos e indiretos. O que proporcionará qualidade de vida ao trabalhador, que terá acesso a moradia próximo ao trabalho.  

“Vamos dar oportunidade de o trabalhador ter dignidade, ter um teto sobre a sua cabeça e mais do que isso, terá a sua dignidade respeitada porque ele vai ter uma casa e do lado vai ter o seu trabalho”.

Projetos de empregabilidade para jovens

Garantir a empregabilidade dos jovens será uma prioridade na gestão de Renata Souza. De acordo com a candidata, a juventude será pensada como potência.

Para isso, os projetos serão voltados para capacitação nos programas de jovem aprendiz e de fomento ao primeiro emprego.

“A gente está organizando para que crie isso também como uma forma de incentivo às empresas, para olhar para nossa juventude. A sociedade tem um olhar muito discriminante sobre a própria juventude, né”, argumentou.

Renata propõe que a escola seja também um polo de cultura para os jovens. Para que eles tenham acesso à arte e possam propagar os conhecimentos adquiridos.

“A gente está pensando nas escolas como polo de cultura e educação integral. Nossa proposta é desenvolver um programa de aprendizagem, de organização também, para qualificação desses jovens. Então, a gente está pensando na juventude desse ponto de vista integral articulando educação, cultura, primeiro emprego e renda”.

Renda Básica carioca a 200 mil famílias

Caso eleita, o primeiro projeto que Renata Souza pretende implantar é o Renda Básica Carioca. A ideia é que 200 mil famílias, com maior vulnerabilidade social, recebam meio salário mínimo da Prefeitura do Rio de Janeiro.

O valor, como explicado por Renata, poderá ser revisto conforme o número de crianças, idosos ou pessoas com deficiência na família. “A Renda Básica carioca é um investimento que a prefeitura pode e deve fazer para que a economia circule”, explicou.

Segundo Renata, com a economia circulando, novos empregos podem surgir nos bairros. O que é fundamental no momento de crise ocasionado pela pandemia do Coronavírus.

“A gente está vivendo um momento de pandemia e a Renda Básica Carioca é fundamental para sustentar essas pessoas, porque a cada real que é investido na renda básica meio retorna em tributos. Isso faz com que a economia circule, que criem empregos nos bairros, na periferia, em bairros pobres”.

Saneamento básico como gerador de empregos

Nascida e criada na favela da Maré, Renata Souza procura colocar a periferia e a favela no centro da política. Por isso, acredita que é preciso proporcionar saneamento básico para as famílias. O que, segundo a candidata, também ocasionará a geração de empregos.

“A gente tem o olhar muito específico a partir do que é a própria política pública da prefeitura, por exemplo, a gente vai investir muito em saneamento básico. Dessa forma, muitos empregos serão gerados para quem mora naquele local, naquela favela”.

De acordo com Renata, os próprios moradores das comunidades poderão servir de mão de obra. “A gente vai utilizar esse poder na prefeitura”, afirmou.

Criação do polo industrial de saúde

Outra proposta de Renata Souza é a criação de um polo industrial de saúde. A ideia é que a cidade do Rio de Janeiro produza insumos para saúde.

Dessa forma, serão gerados diversos postos de emprego. Desde a construção civil até cargos mais especializados, como cientistas.

“Então a criação desse polo dessa indústria de saúde no Rio de Janeiro vai gerar muito emprego e é isso que a prefeitura quer investir”, enfatizou Renata.

Leia também: 

Turismo como fonte de renda

O turismo também será central no mandato de Renata Souza, se eleita. Em entrevista à Folha+, ela afirmou que essa área é muito importante para gerar empregos.  

“A gente tem que encarar o turismo como uma pauta importante e cultural. Não é só na época do Carnaval, porque tem alguns trabalhadores do turismo e da cultura que têm que viver o ano inteiro”.

Para a candidata, o Rio de Janeiro tem uma potência cultural enorme que poderia ser explorada de uma maneira muito inteligente.

“A gente tem na área central da cidade, na área do Porto, muita história que poderia estar servindo para o turismo o ano inteiro não só por um período. Se a gente faz isso, temos emprego o ano inteiro não somente nos momentos de Carnaval e Réveillon”. 

Orçamento para viabilizar projetos

Para viabilizar os projetos, Renata reconheceu que é necessário orçamento. Mas como fazer isso diante de uma grave crise econômica, pela qual o município do Rio de Janeiro se encontra?

A candidata à Prefeitura do Rio pelo PSOL afirmou que conseguirá orçamento por meio da cobrança de dívidas a bancos e grandes empresas.

“A gente vai cobrar esse dinheiro, porque é importante quando a gente fala de geração de emprego e renda, que a gente olha esse pequeno empresário, essa média empresa sendo quebrada”, alertou.

Renata completou: “Segundo os dados da Secretaria de Fazenda do Rio de Janeiro, a gente tem a possibilidade de retornar diretamente nessa arrecadação cerca de quinze bilhões só cobrando bancos, grandes empresários”.

Com a cobrança dessas dívidas, a candidata garantiu que o Rio voltará a gerar empregos. “Cobrando dessas instituições que deram calote na Prefeitura do Rio de Janeiro, as pequenas e médias empresas continuarão empregando”.

 

 

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis