Prouni anuncia data de inscrição para bolsas remanescentes

O prazo de inscrição para as bolsas remanescentes do Prouni ficará aberto entre 3 e 4 de maio; a classificação será divulgada em 7 de maio no site do programa.

13/04/2021 12:00

13/04/2021 12:00

Se você quer aproveitar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingressar no nível superior, fique atento! Serão abertas em 3 de maio as inscrições para as bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni). 

O Prouni é um programa de acesso ao ensino superior, destinado a quem não tem diploma de graduação, que oferece bolsas de estudos integrais (100%) e parciais (50%) em instituições privadas de ensino. As bolsas remanescentes são aquelas que não foram preenchidas no processo seletivo regular para o primeiro semestre de 2021.

Essa seleção para vagas remanescentes fará, pela primeira vez, a classificação dos candidatos por ordem de melhor desempenho obtido em uma das edições do Enem ocorridas nos últimos dez anos. 

Ou seja, a classificação se dará segundo um critério meritocrático, e não mais por ordem do horário da conclusão da inscrição, como ocorria antes, quando o critério era, meramente, temporal e, portanto, passível de prejudicar os candidatos que tivessem alguma dificuldade de acesso à internet.

Outra novidade desta edição é que os estudantes que fizeram o Enem de 2020 poderão se inscrever para disputar uma das bolsas remanescentes ofertadas. Também poderão se inscrever os estudantes que fizeram qualquer uma das edições do Enem, a partir de 2010.

Para participar da seleção, o estudante precisa ter obtido, no mínimo, 450 pontos no conjunto de provas do exame e nota superior a zero na redação. 

Além disso, os candidatos devem observar os critérios socioeconômicos já que, para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo (R$1.650). Já para as bolsas parciais, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa (R$3.300). 

As inscrições ficarão abertas até 4 de maio, no site do Prouni . Após o resultado, previsto para ser divulgado em 7 de maio, quem for classificado deve ficar atento ao prazo para entregar, na instituição de ensino para a qual for classificado, a documentação que comprove as informações declaradas no ato da inscrição. O prazo para a entrega da documentação é de 10 a 13 de maio. 

A documentação pode ser encaminhada para a instituição de ensino por meio eletrônico, caso seja disponibilizado pela instituição. Caso contrário, o candidato classificado deve comparecer de forma presencial na instituição para apresentar a documentação exigida. 

Cronograma - Vagas remanescentes Prouni

  • Inscrições: de 3 a 4 de maio
  • Resultado: 7 de maio
  • Entrega da documentação que comprove as informações declaradas na inscrição: de 10 a 13 de maio

 

Prouni bolsas remanescentes
Prouni oferta bolsas de estudos em instituições de ensino privadas
(Foto: Agência Brasil)



o que + você precisa saber:


Sisu 2021: entenda erro no novo sistema de nota de cortes adotado pelo MEC 

No ano passado, o Ministério da Educação fez uma mudança no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Conhecida como "dupla classificação" ou "nota fantasma", a alteração deixa as notas de cortes mais altas do que deveriam, tornando o recurso — que serve de baliza para a escolha dos candidatos — inutilizável.  

A nota de corte é a menor nota para o candidato ficar entre os potencialmente selecionados para cada curso. Por exemplo: se há cinco vagas para o curso de Direito em uma universidade, a nota de corte é a pontuação do quinto candidato, dessa maneira:

1º candidato - nota 776,01;
2º candidato - nota 763,51;
3º candidato - nota 745,56;
4º candidato - nota 704,21;
5º candidato - nota 700,28. << ESSA É A NOTA DE CORTE

Dessa forma, no exemplo mostrado acima, para que alguém consiga ficar entre os cinco classificados, é preciso ter uma nota maior do que 700,28. No entanto, o SiSU tem um fator que precisa ser levado em consideração: a possibilidade de escolher duas opções de curso.

Na hora de realizar a inscrição, o candidato pode escolher dois cursos diferentes ou o mesmo curso em universidades diferentes. Essas escolhas precisam ser sinalizadas com ordem de preferência. 

Se o estudante for aprovado na primeira opção, a segunda é automaticamente anulada. Durante os dias de inscrição, é possível mudar as suas opções e o sistema atualiza as notas de corte no dia seguinte.

Acontece que, quando o estudante está pré-selecionado na primeira opção, o sistema ignora a nota dele na segunda. Porém a mudança no SiSU passou a considerar a pontuação para a segunda opção desses alunos. 

Esse "erro" fez com que as notas de corte simuladas fossem maiores do que elas vão ser de fato quando o sistema fechar, uma vez que elas sobem, artificialmente, devido à duplicação da nota dos estudantes.

+Leia mais 

Newsletter Folha+

 

Quer receber mais conteúdo como este?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, com dicas de Carreiras, vagas de empregose muito mais!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis