Coronavírus: Manaus AM anuncia seleção de 32 médicos bolsistas


Para reforçar o combate ao Coronavírus, a Prefeitura de Manaus realiza novo processo seletivo para escolher 32 novos médicos bolsistas. De acordo com o edital publicado na terça-feira, 24, também haverá formação de cadastro reserva para somar às estratégias da Secretaria Municipal de Saúde contra a doença.

Os profissionais médicos atuarão na Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap), por meio do Programa Mais Saúde (Promais), em caráter emergencial. A oferta é para cursos de especialização, visando aprimorar a formação acadêmica com a vivência em práticas de saúde da Atenção Primária.

Ao todo, são oferecidas duas vagas para preceptores e 30 para alunos. Para se candidatar, é preciso ter diploma de graduação em Medicina e disponibilidade para imersão em Estratégia Saúde da Família com carga horária de 40 horas por semana.

O público-alvo são médicos sem vínculo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Os selecionados terão bolsa no valor de R$11 mil pelo período máximo de dois anos.

O Promais tem como diretrizes básicas a qualificação de profissionais, o aprimoramento do serviço ofertado e a ampliação do acesso na atenção primária à saúde em regiões prioritárias para o Sistema Único de Saúde (SUS) em Manaus, capital do Amazonas.

Teste coronavírus
Manaus AM abre 32 vagas para médicos bolsistas para ajudar no 
combate ao Coronavírus (Foto: Prefeitura de Maricá RJ)

 

O referido Programa tem como eixo estruturante a educação permanente em saúde através da imersão em serviço, proporcionando aos profissionais o aprendizado baseado em vivências práticas do SUS.

“Entre todas as medidas de combate a esse novo vírus, a prioridade nossa é, com certeza, cuidar da saúde da nossa população. Para isso, além das recomendações de cuidados com a higiene e, claro, evitar ao máximo sair de casa e locais de aglomeração, contamos com profissionais preparados nas nossas unidades para atender quem precisa. E essa é uma guerra que será vencida por todos nós”, disse o prefeito Arthur Vigílio Neto.

+ Hospital Albert Einstein contrata mais de 1400 temporários da saúde

Seleção tem inscrições abertas até 30 de março

As inscrições já estão abertas! Os cadastros podem ser feitos até a próxima segunda-feira, 30, pelo site da Prefeitura de Manaus. É necessário anexar os documentos prescritos no edital.

A seleção será feita por etapa única: análise curricular, de caráter eliminatório e classificatório. Os candidatos serão pontuados a partir dos documentos entregues quanto à experiência profissional e atividades acadêmicas.

A nota máxima será de 100 pontos. Os concorrentes serão listados em ordem decrescente de pontuação. O início das atividades está previsto para o dia 7 de abril. O processo seletivo terá validade de dois anos.

Durante esse período, a prefeitura poderá chamar aprovados no cadastro de reserva para suprir necessidades. Essa medida de contenção ao Coronavírus em Manaus se soma à contratação temporária de 105 profissionais de Saúde para auxiliar na atuação das Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Ao todo, são 35 enfermeiros e 70 técnicos de enfermagem, aprovados como cadastro de reserva em processo seletivo simplificado realizado em 2017.

Sobre a Esap

A Escola de Saúde Pública de Manaus foi criada na gestão do prefeito Arthur Neto, há dois anos, para coordenar o processo de integração ensino, serviço e comunidade, fomentando inovação. Além de produção tecnológica e científica, com ênfase na Atenção Primária à Saúde, a partir das necessidades sociais e do Sistema Único de Saúde (SUS) em Manaus.

No total, a Esap já conta com um total de 250 bolsistas, incluindo 145 médicos e 40 enfermeiros, sendo os demais de outras categorias, como farmacêuticos e fisioterapeutas.