Auxilio emergencial: nascidos em julho recebem nesta sexta, 16

Seguindo o calendário de pagamentos, a Caixa credita uma nova parcela do auxílio emergencial para os aniversariantes de julho.

16/10/2020 00:01

16/10/2020 00:01

A semana chega ao fim com a liberação de mais pagamentos do auxílio emergencial. Neste sexta-feira, 16, é a vez dos beneficiários nascidos em julho receberem um nova parcela de R$300 ou R$600, de acordo com o lote de aprovação.

O benefício será depositado em uma conta poupança digital da Caixa Econômica Federal, que pode ser acessada pelo Caixa Tem. Os saques e transferências serão liberadas em data posterior, como aconteceu em outros ciclos.

No entanto, desta vez, essas transações só ficarão disponíveis após dois ciclos de pagamentos. Isso quer dizer que, antes de poder sacar ou transferir o dinheiro, os aniversariantes de julho receberão mais uma parcela do auxílio, no dia 12 de novembro.

Já a liberação das transações, para ambos os pagamentos, só acontecerá no dia 26 de novembro. Importante lembrar que os pagamentos se encerram no dia 31 de dezembro, portanto, nem todos os beneficiários receberão as quatro parcelas do auxílio residual de R$300.

Veja também: Paulo Guedes nega extensão do auxílio emergencial até 2021

Com o término do auxílio emergencial em dezembro, só vai receber as quatro parcelas adicionais quem foi aprovado no primeiro lote, em abril. Quem foi aprovado depois, está recebendo sempre referente às parcelas anteriores e não vai chegar ao nono pagamento.

 

Auxílio emergencial
Nascidos em julho recebem uma nova parcela do auxílio nesta sexta, 16
(Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

 

Quais são os requisitos para receber o auxílio residual de R$300?

A extensão do auxílio emergencial, no valor de R$300, possui uma série de requisitos para o pagamento e, mesmo após a aprovação, o direito ao benefício poderá ser suspenso, já que o regulamento prevê reavaliações mensais. 

Todos os aprovados que passaram a ter vínculo empregatício ou obtiveram algum benefício previdenciário ou assistencial ficarão de fora das novas parcelas. Além disso, a análise do imposto de renda, que era feita com base no ano de 2018, passou a ser de 2019.

Portanto, estão vetados quem recebeu, em 2019, rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70 e/ou rendimentos isentos não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte superior a R$40 mil; e/ou quem possuía, no dia 31 de dezembro, posse de bens ou direitos a partir de R$300 mil.

Os dependentes de quem se encaixa nas condições mencionadas acima também ficarão sem o benefício. Além disso, o auxílio será cortado em casos de indicativo de óbito, residentes no exterior, presos em regime fechado e menores de idade (com exceção de mães adolescentes).

Botão com link para Newsletter

 

Confira o calendário de pagamentos atual (ciclo 3)

Nascidos emData de pagamentoSaque e transferência
janeiro30/097/11
fevereiro5/10
março7/1014/11
abril9/1021/11
maio11/10
junho14/1024/11
julho16/1026/11
agosto21/1028/11
setembro25/10
outubro28/101/12
novembro29/105/12
dezembro1/11

▶ Confira o cronograma completo até dezembro 

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis