{reprograma} está com vagas abertas para formar programadoras

A {reprograma} está com vagas abertas para o programa Todas em Tech. Inscrições abertas!

05/01/2022 15:31 | Atualizado: 10/01/2022 08:28

05/01/2022 15:31 | Atualizado: 10/01/2022 08:28

A {reprograma} está com 720 vagas para formação de mulheres programadoras no Brasil. Atualmente, a startup social paulistana recebe inscrições pelo site da empresa.

As vagas são destinadas a mulheres de qualquer região do país, com preferência para mulheres negras e/ou trans e travestis. As inscrições se encerram no dia 4 de fevereiro.

inscrições reprograma

A intenção é contribuir para o aumento da presença feminina no setor de tecnologia da informação e diminuir a lacuna de gênero na área. Essa é a terceira fase do programa "Todas em Tech (TemT)".

O projeto visa ensinar programação para mulheres em vulnerabilidade, preferencialmente negras, trans e travestis. Ao todo são 720 vagas para as oficinas que irão selecionar 120 mulheres para formarem três turmas do programa Todas em Tech.

Além disso, o objetivo é impactar 2,4 mil mulheres até o fim de 2022. O programa destina cerca de, no mínimo, 55% das vagas para mulheres negras e, no mínimo 5%, para mulheres trans e travestis.

Do total dos participantes, 400 mulheres serão formadas como desenvolvedoras front-end e back-end. Para o 1º semestre de 2022, serão disponibilizadas três turmas: duas de back-end e uma de front-end.

{reprograma} abre 720 vagas para formação de mulheres programadoras (Foto: Divulgação)
{reprograma} abre 720 vagas para formação de mulheres programadoras
(Foto: Divulgação)

Inscrições no site da {reprograma}

As interessadas em participarem do Todas em Tech deverão se inscrever no site do programa e enviar um vídeo de até um minuto de duração. Vale ressaltar que as mulheres trans e travestis, que não se sentirem confortáveis em enviar vídeos, podem enviar áudios.

As aprovadas terão aulas em oficinas que têm como objetivo apresentar o universo de programação e desenvolvimento. Nas oficinas de front-end as alunas terão uma introdução a HTML e CSS. Já nas oficinas de back-end as alunas terão uma introdução sobre a lógica de programação e JavaScript.

120 mulheres serão selecionadas

Após a realização das oficinas serão selecionadas 120 mulheres para as terceiras turmas do programa. Neste caso, serão 80 para as turmas de back-end e 40 para a turma de front-end.

Como avaliação, as alunas irão produzir uma página pessoal para enviarem a recrutadores ou clientes, para estimular a entrada no mercado de tecnologia. Os cursos online e gratuitos iniciarão em março e terão uma duração de 18 semanas.

Após a finalização da formação, a {reprograma} visa conectar as alunas formadas à área de tecnologia, para atuarem em grandes empresas do mercado. Para isso, elas terão auxílio na montagem do currículo e portfólio.

O contato das alunas com as empresas é realizado por meio de uma plataforma de conexão entre programadoras e empregadores. As empresas interessadas em ter o acesso da plataforma de contratação da {reprograma} deverão entrar em contato através do formulário disponível neste link.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!