O que você precisa saber sobre vagas de emprego temporário?

Para esclarecer dúvidas sobre emprego temporário, Folha + conversou com Evelyse Gonçalves, gerente nacional staffing da Adecco.

09/12/2020 17:30

Por: Marcos Leandro

09/12/2020 17:30 - Por: Marcos Leandro

Com a chegada do final de ano, muitas empresas investem na contratação de profissionais temporários, principalmente para suprir o aumento na demanda por bens de consumo e serviços, que é impulsionada pelo Natal. 

Entretanto, é possível encontrar emprego temporário o ano inteiro e essa pode ser uma boa oportunidade para juntar uma grana ou até mesmo adquirir mais experiência profissional para agregar ao currículo.

Além disso, é comum que as companhias aproveitem os profissionais que apresentaram um bom desempenho durante o tempo de serviço. Então, esta também pode ser a chance de conseguir um emprego efetivo.

+ Descubra como ser efetivado em uma vaga de emprego temporário

Mas muitas dúvidas surgem quando se fala em vagas de emprego temporário. Por isso, Folha+ conversou Evelyse Gonçalves, gerente nacional staffing da Adecco, que esclareceu sobre curiosidades e deu dicas importante para você ser aprovado na seleção.

Quais são as áreas que mais contratam?

Antes de tudo, é importante saber quais são as áreas que mais contratam profissionais em regime temporário. Segundo a gerente, a área de Delivery (entrega) lidera o ranking, seguida de Logística, Call Center, Tecnologia e Saúde & Farmacêutica.

Em relação aos cargos com mais oportunidades, Evelyse listou os 10 principais. São eles:

  1. Personal Shopper;
  2. Auxiliar de Logística;
  3. Auxiliar de Embalagem;
  4. Auxiliar de Almoxarife;
  5. Teleatendimento;
  6. Analista de Laboratório;
  7. Enfermagem;
  8. Técnico de Operações;
  9. Assistente Administrativo;
  10. Operador de Máquina Produção.

 

Vagas temporárias
Delivery é a área que mais contrata temporários
(Foto: Freepik)

 

O que é necessário para conseguir uma vaga temporária?

A executiva chama atenção para a documentação que precisa estar em dia para conseguir iniciar no emprego, como CTPS, PIS, carteira de reservista (para homens), certificados de escolaridade, cartão cidadão, entre outros.

Como as vagas temporárias precisam ser preenchidas com certa agilidade, outro ponto importante é que o seu currículo esteja atualizado e com um telefone celular que tenha WhatsApp, para que o recrutador consiga fazer contato de forma mais rápida.

"O processo seletivo nas contratações temporárias é muito rápido quando comparado com as contratações efetivas, pois a demanda sempre é para início imediato e, quando o candidato não tem os seus contatos telefônicos e e-mail atualizados, certamente vai perder a oportunidade, pois os selecionadores não tem muito tempo para fazer diversos contatos, já que o tempo para fechar a vaga é muito curto (em média são dois dias)", explica.

Já em relação ao profissional, a gerente pontua que é necessário ter disponibilidade imediata para iniciar o trabalho temporário. Além disso, quando a vaga exige experiência, a empresa vai esperar que o profissional tenha vivência prática na área.

"[O candidato precisa] ter um mínimo de experiência comprovada na carteira para os cargos que a vaga exige, pois a maioria das empresas, devido à pandemia, não terá tempo de treinamento para desempenhar aquela função", completa. 

⇒ Confira 13  sites para encontrar emprego temporário

Quais são as habilidades comportamentais e técnicas desejadas?

Quanto às habilidades comportamentais, hoje os profissionais precisam:

  • ter foco em resultados e nos clientes, com muita adaptabilidade, criatividade, agilidade, resiliência, fluência verbal (boa comunicação) e bom relacionamento interpessoal;
  • conhecimentos técnicos: pressupõe o conhecimento de um vocabulário que permita compreender as orientações de trabalho e comunicar com seus líderes, realizar as tarefas relativamente simples e repetitivas. Este nível de conhecimento é adquirido por meio do ensino básico e de uma prática profissional de curta duração, ou de adaptação ao posto de trabalho.

Newsletter Folha+

Qual a média salarial das vagas temporárias?

Segundo Evelyse, a média salarial dos cargos temporários fica em torno de R$ 2,6 mil. Em relação aos benefícios, ela conta que são os mesmos de um funcionário efetivo, como cesta básica, vale-refeição, vale-transporte (para quem precisa se deslocar) e seguro de vida.

"Algumas empresas chegam a ofertar o plano de saúde com coparticipação e plano odontológico", complementa.

Qual o tempo médio dos contratos?

"O tempo médio para as vagas de final de ano costuma ser de 60 dias", afirma. No caso do varejo, ela explica que as contratações começam antes do período da Black Friday e seguem até o início de janeiro. "Em virtude da pandemia, as grandes empresas estão estendendo para até 90 dias de contrato", salienta.

A experiência temporária é válida?

Uma dúvida comum é se a experiência temporária é válida para entrar no currículo e a gerente diz que é super válida. Para os jovens que estão no início da carreira, esta pode ser a primeira experiência comprovada na carteira de trabalho e pode ajudar em outros processos seletivos de vagas efetivas.

Segundo dados da Associação Brasileiro do Trabalho Temporário (Asserttem), entre janeiro e junho de 2020, um milhão de vagas temporárias foram preenchidas no Brasil, o que indica aumento de 47% em relação ao mesmo período do ano passado.

"Com o fim do auxílio emergencial do governo, a vaga temporária certamente será uma renda extra super bem-vinda em momento de pandemia, com grande chance do profissional ser efetivado caso ele tenha um bom desempenho", alerta.

Por fim, para se sair bem na experiência temporária, a gerente indica se atentar ao horário e às faltas sem justificativas. 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!