No Brasil, salário de CEO é mais elevado do que em outros países

Em 2019, a remuneração de CEO foi 75 vezes maior do que a remuneração paga aos funcionários das próprias empresas em que trabalham.  Veja o ranking!

01/10/2020 10:30 | Atualizado: 01/10/2020 10:35

01/10/2020 10:30 | Atualizado: 01/10/2020 10:35

No Brasil, a remuneração média de um presidente ou executivo-chefe (CEO, na sigla em Inglês), em 2019, foi 75 vezes maior do que a remuneração paga aos funcionários das próprias empresas em que trabalham.  

Considerando as empresas listadas no Ibovespa, a remuneração anual de um CEO foi de R$11,28 milhões no ano passado, com valores que variam entre R$585 mil e R$52 milhões. 

O levantamento foi feito pelo especialista em governança corporativa e ex-diretor da Previ, Renato Chaves. A análise compara os dados divulgados pelas companhias de capital aberto e disponibilizados no Formulário de Referência de 2019 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Uma matéria publicada pelo Portal de Notícias G1 na última quarta-feira, 30, afirma que a divulgação dos salários mínimo, máximo e médio dos executivos das companhias abertas está prevista desde 2009. Mas, somente em 2018, a CVM conseguiu derrubar uma decisão judicial que impedia a autarquia de exigir que todas as empresas divulgassem esses números. 

De acordo com o ranking, as maiores diferenças na relação maior salário/remuneração média foram verificadas nas Lojas Americanas (663 vezes), Pão de Açúcar (649), Magazine Luiza (526), Intermédica (476) e Itaú (473). Já entre as três empresas com menores diferenças estão B3 (156), Cia Hering (153) e Klabin (148). 


Empresas do Ibovespa com maiores diferenças salariais

Lojas Americanas 663
Pão de Açúcar 649
Magazine Luiza 526
Intermédica 476
Itaú473
Hapvida 438
Cogna438
CVC Brasil 413
Santander Brasil364
JBS 362
Carrefour 360
Localiza 334
Raia Drogasil 313
Bradesco 305
Minerva 240
B2W Digital 235
BRF 235
B3 156
Cia Hering 153
Klabin 148



"São informações públicas que estão na CVM, mas que dá um pouquinho de trabalho procurar. Não são fáceis. Trata-se da maior remuneração da diretoria. É o CEO que a gente está falando", disse Chaves.

 

Ainda de acordo com o G1, para calcular as diferenças salariais, Renato Chaves comparou os maiores salários de cada empresa com a remuneração direta dos empregados, que é informada no documento chamado Demonstração do Valor Adicionado (DVA). 

No entanto, o especialista comenta que alguns fatores podem influenciar a base de comparação dos números como, por exemplo, contratações concentradas no fim do ano, já que o Formulário de Referência da CVM refere-se à posição das empresas em 31 de dezembro. 

Além disso, tem a forma da composição do DVA, já que algumas empresas não incluem na remuneração direta dos funcionários itens como Participação nos Lucros e Resultado (PLR) e bônus por performance. 

 

Salários CEO
Especialista diz que remuneração dos executivos no Brasil é bem excessiva
(Foto: Pixabay)


O que + você precisa saber:

 

Desigualdade salarial no Brasil é maior do que em outros países 

Para Renato Chaves, os números revelam uma desigualdade salarial "assustadora" e superior a encontrada em outros países. O especialista cita, por exemplo, estudos da PayScale, que apontou uma diferença máxima de 434 vezes nos Estados Unidos e outro na agência Bloomberg, que apontou diferenças de 146 vezes na Alemanha e de 60 vezes na Suécia. 

"Vejo a remuneração de executivos no Brasil bem excessiva. O que pretendo mostrar com isso é que as empresas grandes fazem parte do problema da desigualdade da sociedade que nós temos. Não existe super-homem. Ganha muito porque a empresa é grande, só por isso. Nenhuma estratégia vencedora pode ser creditado a uma única mente brilhante", ressalta. 

Maiores remunerações anuais nas empresas do Ibovespa

  • Itaú: R$ 52,06 milhões
  • B3: R$ 51,25 milhões
  • Santander: R$ 45,32 milhões
  • CVC Brasil: R$ 37,9 milhões
  • JBS: R$ 32,14 milhões
  • Bradesco: R$ 30,66 milhões
  • Cosan: R$ 27,25 milhões
  • Cogna: R$ 22,82 milhões
  • Magazine Luiza: R$ 21,25 milhões
  • Braskem: R$ 21,12 milhões

 

notícias de empregos

 

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis