Setembro amarelo: atividade profissional previne depressão em jovens

O estágio pode ser uma ferramenta de combate à depressão entre jovens. Atualmente, é a segunda maior causa de mortes entre jovens de todo mundo.

22/09/2020 08:00

22/09/2020 08:00

O mês de setembro é dedicado à campanha Setembro Amarelo, que reforça o alerta para uma questão que afeta milhões de pessoas em todo o mundo: o suicídio. Atualmente, são registrados cerca de 12 mil suicídios no Brasil todos os anos, e mais de um milhão no mundo.

O suicídio é a segunda principal causa de morte, entre jovens com idade entre 15 e 29 anos. A SuperEstágios, que trabalha com o público jovem diariamente, chama atenção para uma campanha de conscientização dedicada especialmente a esse grupo.

Durante a pandemia, a preocupação com o suicídio aumentou. Sendo assim, é importante manter o alerta para os riscos de possíveis sintomas de depressão. Em alguns casos, elementos da própria rotina podem atuar como ferramenta de combate à doença. 

Para Francicleia Alves, estagiária de Recursos Humanos, a oportunidade de atuar em sua área representa um recomeço. Por meio do estágio, a estudante se reencontrou na profissão. 

“Saí do meu antigo trabalho durante a pandemia e fiquei em casa durante algum tempo, e nesse período eu sentia uma certa angústia, ansiedade, sensação de que a pandemia iria durar bastante tempo e eu poderia ficar muito tempo em casa e sem trabalhar”, explicou.

+ Inclui PCD vai conectar profissionais e empresas como Oi, Magalu e Natura

Jovens trabalhando
Interação com colegas de trabalho é benéfica para os jovens
(Foto: Pixabay)

Estágio é uma forma de estimular a criatividade dos jovens

A recolocação no mercado ajudou a controlar a ansiedade e trouxe novas perspectivas para Francicleia. “Acredito sim que o estágio pode ajudar a combater a depressão, pois a mente ocupada, principalmente com coisas boas, evita pensamentos negativos. Estar com pessoas positivas dentro do ambiente de trabalho também ajuda muito”, opinou.

De acordo com a diretora, Samanta Barreto, a Super Estágios conta, atualmente, com 80 mil estudantes, entre 18 e 26 anos, em sua base de dados. Samanta alertou que é comum os jovens ingressarem em um curso universitário sem muita perspectiva do que realmente querem e com incertezas se conseguirão seguir na carreira almejada.

“O estágio é um meio de ajudá-los a se encontrar em seu curso, exercitar a criatividade, manter a mente ocupada, desenvolver novas metas e interagir com novas pessoas. Esse é um momento decisivo e importante na vida de muitos. A possibilidade de se identificar verdadeiramente com sua futura profissão e começar a ver um futuro para si mesmo pode ser um fator chave para que os universitários se mantenham mentalmente estáveis e tenham menos chance de desenvolver um quadro depressivo”, afirmou.

Botão com link para Newsletter

Ocupação profissional pode diminuir sentimento de frustração

A psicóloga clínica, especialista em terapia cognitivo comportamental, Ana Carolina Meneses, esclareceu, ainda, que o trabalho tem um significado especial para a vida de um jovem:

“Sabemos que os jovens almejam uma oportunidade no mercado de trabalho, porém nem sempre é tão simples. Quando essa inserção no âmbito profissional acontece, ela proporciona ao jovem crescimento, aprendizado, autoconfiança e, principalmente, responsabilidade profissional e pessoal, mesmo não sendo um processo fácil para alguns."

A psicóloga considera válido relacionar a oportunidade de trabalho com a diminuição de sentimentos de inferioridade e suicídio:

 "Considerando que a desocupação e o sentimento de subutilização podem trazer para o jovem a sensação de frustração e desânimo, uma oportunidade de trabalho representa a possibilidade de crescimento pessoal, de aprendizado, troca de experiências, novas vivências e novos relacionamentos, levando-o a se sentir capaz de se desenvolver como ser produtivo e criativo, de realizar e conquistar algo", destacou. 

De acordo com Ana Carolina, essa sensação pode contribuir para uma vida mais saudável e feliz, diminuindo assim a chance do jovem se sentir inferior e, consequentemente, desenvolver um quadro de sofrimento profundo, que associado a outros fatores poderiam levar o jovem ao suicídio.

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Buscador de empregos

Milhares de oportunidade de emprego grátis