Grupo de trabalho no Whatsapp: 7 dicas de etiqueta que você não sabia
Especialista em empregabilidade dá dicas de etiqueta para o participar de grupos de trabalho no whatsapp.
12/10/2020 15:39 | Atualizado: 12/10/2020 15:49
12/10/2020 15:39 | Atualizado: 12/10/2020 15:49

Paulo Patrão criou o grupo “Time de Sucesso”.
Paulo Patrão adicionou Marcinha do RH
Paulo Patrão adicionou Rogério do TI
Paulo Patrão adicionou dona Pâmela chefa
Paulo Patrão adicionou Jair do Marketing

Isso soa familiar para você? Provavelmente boa parte dos leitores dirão que sim. Acontece que cada vez mais empresas estão criando seus "Time de Sucesso”, ou “Equipe (insira algum adjetivo positivo aqui) “ou ainda “Time da (nome da instiuição)”.

É o famoso grupo do trabalho no Whatsapp. Por ser o aplicativo de mensagens mais popular do Brasil e estar a fácil alcance dos colaboradores, essa tem sido uma incrível ferramenta de comunicação interna.

Mas assim como quase tudo de novo que surge, não vem com um manual de uso muito claro, o que torna muito fácil que certos inconvenientes sejam cometidos. Mas afinal, como deve ser a etiqueta nessa plataforma? 

Como um funcionário e também os líderes podem usar a ferramenta de forma saudável, segura e sem passar dos limites com nenhum dos lagos?

Para deixar isso mais claro, Rogerio Bragherolli, especialista em empregabilidade com 35 anos de expertise em recursos humanos, aponta sete regras de etiqueta no grupo de WhatsApp corporativo.

Grupo do trabalho no whatsapp: atenção às regras de etiqueta
Grupo do trabalho no whatsapp: atenção às regras de etiqueta
(Foto: Divulgação)

Como usar o grupo do whatsapp do trabalho

O WhatsApp, lembra o especialista, se tornou a ferramenta de comunicação mais ágil e comum no dia a dia das pessoas, hoje tanto no âmbito pessoal quanto profissional. E as diversas funcionalidades do aplicativo instigam a criatividade dos usuários. 

“Mas é preciso ter muito cuidado quando a finalidade é trabalho.” Rogerio Bragherolli aponta sete regras de etiqueta no grupo de WhatsApp corporativo. Confira!

#1 Tenha cautela ao compartilhar informações da empresa

O WhatsApp não é uma ferramenta oficial. Por isso é importante atenção à segurança da informação. 

Compartilhar planilhas, documentos importantes e informações confidenciais pode ser perigoso. Além de fazer a empresa perder a rastreabilidade, ou seja, não há como saber ou mensurar aonde aquela mensagem vai chegar.

#2 Adeque a comunicação

Você até pode ter um grupo à parte com amigos do trabalho, talvez com aqueles a quem é mais chegado. Mas esse deve ser um espaço para assuntos pessoais. 

Já o grupo corporativo, ainda que inclua essas pessoas, precisa de uma comunicação diferente. E ela deve levar em conta: transparência, objetividade e educação na maneira de se comunicar. 

A conduta deve ser profissional, assim como quando você está em uma reunião presencial, por exemplo. Isso pode variar de acordo com a dinâmica e a cultura de cada empresa, mas ainda assim é importante ser profissional. 

O tom da conversa pode variar, mas o profissionalismo pode estar presente mesmo em trocas de mensagens mais leves.

Notícias Folha+

#3 Defina um objetivo claro

Neste tópico fica clara mais uma grande diferença entre o grupo do trabalho no whatsapp e um grupo aleatório de amigo, onde podem ser discutidas quaisquer pautas. 

No corporativo, ter um propósito claro com o grupo é importante para organizar a comunicação e não deixar que esse propósito saia de controle. 

Exemplo: um grupo para discutir vendas, orçamentos, aprovações de marketing etc. 

“(O whatsapp) é uma ferramenta ágil, desde que bem utilizada.”

#4 Não deixe o app aberto

Como já mencionado,  a troca de mensagens empresariais pelo whatsapp tem muitas vantagens, mas também precisa pesar pela segurança. 

Por isso, Rogerio Bragherolli aconselha que os participantes usem senha (tanto no aparelho eletrônico quanto na para entrar no próprio aplicativo).

#5 Evite assuntos que não são profissionais

Lembra do grupo mencionado acima, aquele com amigos que são do trabalho, mas que não tem finalidade profissional. Então, deixe para compartilhar tudo que não é relativo à empresa nesse grupo. 

Bragherolli orienta: “nunca compartilhar fotos, discussões políticas, religiosas, jogos e outros dados que não estejam relacionados ao trabalho” no grupo que é para o trabalho.

#6 Essa é para o adm: seja responsável 

Parece óbvio, mas grupo de WhatsApp do trabalho deve ter, exclusivamente, as pessoas do meio profissional. Não faz sentido adicionar usuários que não fazem parte da companhia, ainda que temporariamente. 

Isso pode deixar as outras pessoas desconfortáveis. Importante também: quem sai da empresa, seja por um desligamento voluntário ou demissão, deve sair já do grupo também.

#7 Pense bem antes de postar

Muito cuidado com o que se fala, tudo fica registrado. Mesmo que uma mensagem possa ser apagada, sempre há o risco de alguém vê-la antes disso.

Comentários paralelos podem comprometer pessoas do grupo, ofender e causar transtornos sérios. A famosa fofoca. Por isso, pense muito antes de enviar uma mensagem no grupo do trabalho. 

O que + você precisa saber:

Emprego no final de ano: 3 soft skills importantes nessa conquista!
Mulheres x Tecnologia: como incluí-las mais nesse mercado?
Como preparar um bom currículo?

Quer receber novidades sobre concursos?
Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!
Newsletter