Veja 5 habilidades essenciais no mercado de trabalho pós-pandemia


Uma das principais preocupações em relação ao Coronavírus é saber como será o mundo pós pandemia. Certamente, haverá transformações em diversos setores desde Saúde à Economia, impactando, também, o mercado de trabalho em diferentes áreas.

Inclusive, as mudanças nas relações trabalhistas já podem ser percebidas. Empreendedores precisaram repensar seus modelos de negócios para sobreviver à crise e empresas adotaram o home office para manter seu funcionamento. Mas será que os trabalhadores estão preparados para essa transformação?

As discussões sobre as futuras mudanças no mercado de trabalho já existiam antes da pandemia. Mas, naquela época, as projeções eram de que as transformações mais significativas deveriam acontecer daqui a cinco ou 10 anos. 

No entanto, com a quarentena e todas as regras de isolamento social, esse processo se acelerou rapidamente. Trabalhadores precisarão se reinventar em suas profissões ou até mesmo aprender um novo ofício.

+ Covid 19: qual perfil profissional o mercado vai exigir com a crise?

Para isso, será necessário apreender novas habilidades que irão ajudar nesse processo. Mas, quais habilidades seriam essas? 

O palestrante, escritor e professor para turmas de MBA na Fundação Dom Cabral, Uranio Bonoldi, listou cinco competências que deverão estar em alta no mundo pós-coronavírus. Confira!

Para o professor, aproveitar o período de isolamento social para se dedicar ao aprendizado dessas novas habilidades pode garantir aos profissionais uma vantagem competitiva no mercado após o fim da pandemia. Uma opção é investir em cursos online.

+ Quais os aprendizados da pandemia para o mercado de trabalho?

Teste Covid-19
Mercado de trabalho pós pandemia deve exigir novas habilidades dos 
profissionais (Foto: Pixabay)
 

 

Confira 5 habilidades que poderão ser requisitadas no mundo pós Coronavírus

Inteligência Emocional

Bonoldi explicou que a inteligência emocional está relacionada à capacidade de estar ciente, expressar e controlar emoções, além de saber ouvir os outros. Saber se conectar emocionalmente com outras pessoas pode ser um diferencial no mercado de trabalho.

“Indivíduos com essa habilidade serão cobiçados pelas empresas”, destacou o professor.

Tecnologia

Se ainda existiam dúvidas sobre a necessidade de se aprender habilidades tecnológicas, a pandemia provou a importância delas. Bonoldi pontuou que a pandemia da Covid-19 acelerou as transformações digitais nas empresas, que agoram buscam meios de se tornarem mais resistentes a futuros surtos e interrupções.

“A realidade é que tecnologias como inteligência artificial, big data, Internet das Coisas, realidade virtual e aumentada e robótica tornarão os negócios mais resilientes a futuras pandemias, e qualquer pessoa que possa ajudar as empresas a explorar essas tecnologias estará em vantagem”, explicou.

+ Sexy Canvas: o método que ai te deixar atraente para o mercado

Liderança

O home office também deve continuar em muitas empresas, mesmo com o fim do isolamento social. Nesse contexto, o mercado demandará por mais profissionais com habilidades de liderança.

“As pessoas estarão trabalhando em equipes mais fluentes, assumindo a liderança em momentos diferentes. Profissionais com fortes habilidades de liderança, incluindo como melhorar e inspirar equipes, além de incentivar a colaboração, estarão em demanda”, ressaltou Bonoldi.

Criatividade e Inovação

Essa habilidade já pode ser percebida em meio à crise. Como no caso dos empreendedores que reformularam o modo de continuar oferecendo seus serviços.  A estimativa é que no mundo pós Coronavírus, as relações de consumo também sofram impacto, demandando dos empresários mais criatividade para se adaptar às novas necessidades dos consumidores. 

“Precisaremos da engenhosidade humana para inventar, criar novos produtos e formas de trabalhar. A criatividade humana será essencial.”

Pensamento Crítico

A economia global passará por um processo de recuperação após os danos causados pela pandemia. A situação exigirá dos trabalhadores como um todo o pensamento crítico. 

Essa habilidade já é requisitada atualmente. O professor lembrou que durante a pandemia, pode-se observar um pico de notícias falsas e deturpações de dados e estudos. 

“Nem todas as informações devem ser confiáveis, mas as organizações precisarão confiar no pensamento crítico para entender quais informações devem influenciar a tomada de decisões.”

Notícias de empregos