Como fazer um bom currículo e se destacar no mercado?


currículo (Foto: Pixabay)

O currículo é a porta de entrada para muitas vagas no mercado de trabalho. Em geral, ele é a primeira impressão que a empresa tem sobre o perfil do profissional. Por isso, é necessário ter muito cuidado na hora de montar o seu. 

A recomendação é que o currículo seja objetivo e breve. Não esqueça de ser criativo, porque milhares de pessoas escrevem os mesmos tópicos em suas apresentações. Por isso, traga um diferencial que se destaque para os recrutadores.

O currículo é um resumo da trajetória profissional, habilidades, formação, qualidades e objetivos. São muitas as possibilidades para colocar na sua carta de apresentação ao mercado. Diante disso, como fazer um bom currículo?

O primeiro passo é manter a linguagem correta, formal e sem erros de Português. Tenha uma revisão apurada para não deixar passar nenhum equívoco de ortografia ou gramática. Evite também colocar informações em excesso.

O departamento de Recursos Humanos não dispõe de muito tempo para ler mais de uma página de currículo. Portanto, seja conciso. É importante ser verdadeiro, eficiente e com simplicidade. Veja outras dicas a seguir de acordo com a coach Vera Lorenzo:

enlightenedFormação e atividades complementares

Uma parte muito importante do currículo é a da formação e atividades complementares. A dica, nesse caso, é fazer um currículo adaptado para cada empresa. Assim, é possível incluir a formação que mais tem a ver com a área do recrutador.

Se for uma atividade desempenhada há muitos anos e que não adicionará ao novo emprego, não coloque. É melhor excluir. Um currículo breve e conciso é a melhor saída.

enlightenedExperiência

É fundamental que o currículo também traga as experiências do profissional. Dessa forma, a empresa poderá ver por quais áreas o candidato já trabalhou.

Mesmo para as vagas de estágio, é válido colocar as experiências. Até mesmo o trabalho voluntário pode ser um diferencial. Hoje, o voluntariado é muito valorizado no mercado de trabalho, sobretudo para os estágios.

Caso você tenha muitas experiências, seja breve e selecione as de maior destaque para a área que deseja se candidatar. Afinal, os recrutadores não têm tempo para ler páginas e mais páginas sobre a experiência de apenas um concorrente a vaga.

Seja direto, vá ao ponto. Descreva suas experiências em tópicos. Um truque é usar verbos de ação, que demonstram que você agiu e encarou o desafio.

enlightenedObjetivo

Algumas empresas solicitam que o candidato coloque o objetivo no currículo. Nessas situações, saia do óbvio. Não escreva, por exemplo, “crescer na empresa” ou “melhorar e agregar valor”.

Prefira colocar algum desafio ou algo que mudará a empresa e traga diferença. Para escrever o objetivo no currículo tem que ser algo diferente e muito bom.

enlightenedDicas extras

Pretensão salarial: não coloque o quanto deseja ganhar já no currículo, pois ficará preso apenas a esse valor. Deixe para colocar no e-mail, caso seja solicitado, ou negociar apenas no momento da entrevista.

Foto: se o recrutador pedir um currículo com foto, coloque uma formal e que esteja bem apresentado. Se for trabalhar em uma área criativa, terá que ser uma foto criativa também. Mas, cuidado com os excessos. Não exagere na hora da foto. Sorria para mostrar que é uma pessoa com bom humor.

Veracidade: não minta no seu currículo. Isso é considerado antiético. Se a atitude for descoberta pelo departamento, pode acabar com sua credibilidade.

Seja criativo: para que o currículo se destaque no mercado, seja diferente. Todos escrevem os mesmos tópicos no currículo. Por isso, você pode inovar no formato, como incluir o LinkedIn, um vídeo currículo ou portfólio.

Em geral, na hora de concorrer a uma vaga, seja diferente e adicione valor. Assim, será capaz de mostrar aos recrutadores que encara os desafios e olha de frente para o mundo. 

Leia tabém:

Comentários