Folha Dirigida Entrar Assine

As carreiras mais bem remuneradas do setor público e privado


O que te faz pensar em escolher uma carreira? A maioria das pessoas leva em consideração, antes de tudo, o piso salarial.

No Brasil, a média das maiores remunerações é direcionada às carreiras do setor público, tendo a área Jurídica como destaque, podendo chegar a mais de cem mil por mês.  

No entanto, também existem carreiras no setor privado com salários que alcançam R$29,7 mil. Independente dos ganhos, essas carreiras continuam tendo altos índices de busca e interesse pela a atuação nas áreas. 

Pensando na demanda contínua dos profissionais e de quem ainda está em dúvida sobre qual carreira seguir, FOLHA DIRIGIDA separou para você uma listagem contendo as carreiras mais bem remuneradas.

Carreiras mais bem remuneradas do setor público 

De acordo com um estudo feito pela FGVSocial (Fundação Getúlio Vargas), publicada pelo O Globo, entre as dez carreiras com os maiores ganhos no Imposto de Renda no Brasil, sete têm ingresso por concurso público. 

Os titulares de cartório são os que recebem ganhos maiores. Para ser um tabelião é preciso ter ensino superior no área de Direito ou ter experiência de dez anos de exercício na área. 

O professor Marcelo Neri, responsável por toda a análise de dados da pesquisa, teve com suporte os dados do Imposto de Renda Pessoa Física de 2018, que diz respeito ao ano de 2017. Confira:

Titulares de Cartório

No topo dessa análise, a listagem apresenta os titulares de cartório, com média salarial de R$107,6 mil por mês. Os profissionais  que escolheram seguir essa carreira garantem o direito de administrar os cartórios, mas seus salários não são provenientes do Estado.

A remuneração é oriunda dos serviços prestados à população. Segundo a Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR), parte da receita vai para o Tribunal de Justiça e outros entes públicos.

  Servidores do Ministério Público 

Ocupando o segundo lugar, estão os membros do Ministério Público, que chegam a receber R$53,2 mil. O Ministério Público contempla diversas carreiras, em diferentes áreas. Essa faixa salarial é correspondente a exigência de nível superior em cargos de alto escalão, como o de procurador.

O Ministério Público da União, por exemplo, é formado por quatro ramos, dando a oportunidade de cargos em diferentes carreiras. São eles:

  1. Ministério Público Federal (MPF);
  2. Ministério Público Militar (MPM);
  3. Ministério Público do Trabalho (MPT);
  4. Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

A principal missão do MPU é fiscalizar o cumprimento das leis que defendem o patrimônio nacional, além de expedir recomendações para melhoria de serviços públicos. Para os interessados com apenas o nível médio de escolaridade, os salários podem chegar a mais de R$7 mil mensais. 

 Saiba sobre o concurso MPU 2018!

  Membros do Poder Judiciário 

Os membros do Poder Judiciário recebem uma renda mensal com média de R$52,8 mil, assim, estão em terceiro lugar. Esse valor é referente aos cargos de nível superior mais altos.

• Concursos TJ 2019: mais de dez editais entre abertos e previstos

Para os cargos técnicos, que exigem apenas o nível médio, os ganhos podem atingir mais de R$7 mil por mês. Já o cargo de analista judiciário (de nível superior), por exemplo, pode reunir o valor de R$11.876,31, sem considerar a possível variação de acordo com os benefícios. 

4º Diplomata

Quem atua como Diplomata pode chegar a obter uma remuneração de até R$35,3 mil. O pré-requisito para atuar na carreira é ter nível superior em qualquer área. 

 Saiba mais sobre o concurso MRE 2019

5º Advogado do setor público

Os advogados concursados são contemplados com uma média de R$29,9 mil mensais

6º  Servidor de carreira do Banco Central 

Os servidores atuantes do Banco Central podem chegar a receber R$ 27,5 mil por mês. O Bacen encontra-se com alto déficit no seu quadro de pessoal, necessitando  de concurso público. 

Para isso, o órgão busca autonomia para a abertura da seleção. Enquanto não lhe é concedida, há uma solicitação de novo concurso com o total de 260 vagas. Desse quantitativo, 30 são de técnico (nível médio), 200 de analista (nível superior) e 30 de procurador (nível superior em Direito).

Os interessado no cargo de técnico precisam ter o ensino médio completo. As remunerações iniciais são de R$7.741,31, incluindo o auxílio-alimentação de R$458.

O cargo de analista do Banco Central é voltado para o nível superior. Graduados em qualquer área de formação podem participar do concurso. Os ganhos mensais são de R$19.655,06.

Já a carreira de procurador do Banco Central é direcionada a profissionais bacharéis em Direito. Para que seja possível concorrer ao posto, é necessário comprovar o exercício de dois anos de prática forense. Os ganhos iniciais são de R$21,472,49 por mês.

 Saiba mais sobre o concurso Banco Central!

7º  Servidores de carreira de auditoria fiscal e de fiscalização

Os auditores fiscais podem chegar a receber R$27,1 mil por mês. Para quem tem interesse na carreira, saiba que um auditor pode atuar em diferentes áreas de nível superior, como: Administração; Finanças: Controle Interno; Tecnologia da Informação e Administração Tributária. A remuneração inicial pode passar dos R$15 mil.

 Concurso Sefaz-BA: sai resultado provisório da prova de auditor

Carreiras mais bem remuneradas no setor privado

Apesar de não garantir a estabilidade que tem um servidor público, no setor privado existem também boas oportunidade de abrir o leque para as opções e experiências na vida profissional. Os dados da pesquisa do professor Marcelo Neri apontam que o ranking das maiores remunerações dentre os empregos pode chegar a quase R$30 mil por mês. Confira!

  1. Médico: R$29,7 mil por mês
  2. Piloto: R$24,9 mil  por mês
  3. Atleta: R$24 mil por mês
  4. Ator e diretor de espetáculo: R$20,6 mil
  5. Engenheiro: R$16,9 mil por mês
  6. Agrônomo: R$15,8 mil por mês
  7. Professor de ensino superior: R$15,5 mil por mês
  8. Agente da Bolsa de Valores: R$15,1 mil por mês

Comentários