Sesc RJ seleciona propostas para incubadoras de empreendedorismo


O Sesc Rio de Janeiro abriu edital para selecionar propostas de ingresso nas suas Incubadoras de Empreendedorismo e Economia Criativa.

O projeto, iniciado na unidade de Niterói, e que agora se expandiu também para o Rio de Janeiro (unidade Santa Luzia), Petrópolis, Teresópolis e Barra Mansa, dá espaços de suporte a empreendedores e a negócios embrionários nas áreas de Artes Manuais, Gastronomia, Moda e Serviços. As inscrições vão até 15 de março.

Empreendedores de diversas áreas podem se inscrever
(Foto: Pixbay)

O processo de incubação tem duração máxima de 15 meses, período em que o empreendedor recebe orientações para a elaboração do Planejamento Estratégico do Negócio, sobre questões jurídicas e financeiras (formalização do empreendimento) e, ainda, sobre captação de recursos e projetos de financiamento.

Também recebem mentorias individualizadas e participam de feiras e eventos articulados pelo Sesc RJ. As aulas e atividades acontecem nas unidades do Sesc ou em espaços parceiros situados nas áreas de abrangência de cada uma.

UFMG oferece curso de empreendedorismo, inscreva-se dia 7

Projeto disponibiliza 175 vagas

As inscrições vão até o dia 15 de março. Para participar, o interessado deve ter no mínimo 18 anos e submeter a proposta de empreendimento que será avaliada por um comitê técnico formado por profissionais de diversas áreas temáticas do Sesc.

A proposta poderá ser apresentada por pessoa física ou jurídica, não sendo necessário que a empresa esteja formalmente constituída. São oferecidas, no total, 175 vagas. Metade das oportunidades são destinadas à pessoas com renda familiar bruta de até 3 salários mínimos. 

Como se manter atraente para o mercado de trabalho década após década

O critério de seleção leva em consideração, além da proposta de empreendimento, a trajetória do proponente, as suas motivações para começar o projeto, a inovação e o diferencial do negócio. Mais informações podem ser consultadas no site do Sesc.     

Com o projeto, a instituição busca identificar negócios baseados no capital intelectual, cultural e criativo que gerem impacto socioeconômico; estimular a geração de renda, criando um ambiente favorável para a cultura do empreendedorismo, inovação e planejamento; e valorizar a diversidade cultural e a criatividade de empreendimentos capazes de movimentar a economia local.