Feira na Zona Oeste do Rio oferece 3 mil vagas de emprego e estágio


A partir desta terça-feira, 5, ocorre a 10ª edição da Feira de Estágios e Empregabilidade da Zona Oeste, na UniSãoJosé, em Realengo, bairro do Rio de Janeiro. Serão disponibilizadas cerca de três mil vagas por diversas empresas. O evento será aberto ao público até 7 de novembro, das 15h às 20h.

A feira se propõe a ser a ponte para quem deseja ingressar no mercado de trabalho. O evento receberá empresas de vários segmentos. Os interessados poderão se inscrever em diferentes processos seletivos e cadastrar seus currículos nos principais órgãos integradores.

Além de realizar network para futuros contatos. Os organizadores esperam atingir o número de seis mil participantes este ano. Ao longo das demais nove edições, a feira já recebeu mais de 30 mil pessoas em busca de uma vaga.

CIEE, Mudes, Super Estágios e Cultural Care Au Pair, com propostas de intercâmbio cultural, se juntam a grandes empresas como Firjan, Sebrae e McDonalds. O evento também contará com espaços para orientação para o mercado de trabalho; cadastro nas plataformas digitais para vagas de empregos, estágios e jovem aprendiz.

Feira na Zona Oeste do Rio oferece cerca de três mil vagas de 
empregos e estágios (Foto: Divulgação)

 

Assim como divulgação de vagas e encaminhamento para emprego; oferta de vagas efetivas para pessoas com deficiência; agendamento para emissão de carteira de trabalho; agendamento para seguro desemprego, design de sobrancelhas, quick massage, aferição de pressão; aplicação de kinesio tape; auriculoterapia. 

Por mais que ocorra na UniSãoJosé, a feira não é direcionada apenas aos alunos. Também poderão os diversos interessados com os seus variados graus de escolaridade e de profissionalização.

A universidade fica localizada na Avenida Santa Cruz, 580 - Realengo (a três minutos a pé da estação de trem de Realengo). Para mais informações, entre em contato com o número 3338-7030 ou pelo site da UniSãoJosé

+ Vagas de estágio: confira empresas com oportunidades abertas
+ Quais os requisitos e como conseguir emprego de jovem aprendiz?

O que os recrutadores esperam da Feira?

Firjan SENAI:

"A proposta da Firjan SENAI é trazer conhecimento àqueles que estão em busca de emprego, em especial, mostrando caminhos através da formação técnica para funções na Indústria. Nossa expectativa é alcançar todos os participantes através do estande, apresentando projetos e palestras", disse Paulo de Andrade Galvão, analista de Varejo - GGO/GER 4/ Firjan SENAI SESI.

Fundação Mudes:

"Realizar o cadastramento de todos os estudantes, divulgar oportunidades em todos os programas trabalhados pela MUDES e encaminhar candidatos dentro do perfil para os processos seletivos. Nosso objetivo é divulgar a marca da Fundação MUDES para os estudantes e inseri-los no mercado de trabalho", revelou David Campos, Relações Educacionais - Fundação Mudes

RH FAST:

"Nossa proposta é realizar o cadastramento para o banco de talentos do RH FAST. Grande cadastramento de candidatos para as vagas de fim de ano. Nossa estimativa é que entre outubro de 2019 e abril de 2020 sejam abertas 4.345 vagas de empregos pelo sistema RH FAST”, argumentou Anderson Cruz, gerente de Novos Negócios RH FAST.

Super Estágios:

"Disponibilizar nossos serviços aos estudantes e divulgar vagas para os estudantes, fornecendo um suporte em relação aos cadastros pela plataforma da super estágios. As vagas são para diversos cursos, iremos auxiliar os estudantes a efetuarem o cadastro através do site da super estágios", explicou Debora Nascimento, da Super Estágios.  

CIEE:

"A proposta de atuação do Ciee Rio na Feira de Empregabilidade da UniSãoJosé é apresentar aos alunos os serviços do Ciee e oferecer vagas de estágio e jovem aprendiz ao público presente. Além de encaminhá-los para cursos gratuitos do nosso Programa Desenvolvendo Pessoas. Esperamos atender todos os presentes e fecharmos diversas vagas. Pretendemos ofertar dezenas de vagas", detalhou Ana Paula Monteiro, consultora do CIEE.

SESC:

"Estaremos na feira apresentando o trabalho desenvolvido pelo Sesc em âmbito nacional, divulgando nosso Programa de Estágio e realizando rodas de conversa sobre temas relacionados à atuação profissional. Ampliar o conhecimento dos universitários sobre o Programa de Estágio do Sesc e desenvolver ação de afirmação institucional. Estimamos levar cerca de 30 vagas", revelou Camila Costa Magalhães da Silva, da Gerência de Recursos Humanos – GRH.

+ Por que estágio não é emprego? Entenda as diferenças entre as funções
+ Lei do Estágio: saiba como funciona e conheça seus direitos e deveres

Feira se propõe a ser uma saída ao desemprego

A Feira tem como objetivo ir na contramão aos índices crescentes de desemprego no país. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de desempregados é próximo a 13 milhões.

O instituto considera que a população desocupada ficou estável em relação ao mesmo período de 2018. O coordenador dos Programas de Iniciação à Pesquisa, Monitoria e Atividades Complementares da UniSãoJosé, José Eduardo Pereira Filho, comentou a situação. 

"O índice de desemprego ainda continua alto no país, o que reforça ainda mais a importância do evento. Que sejamos nos dias dos eventos o canal educacional entre empresas e a população, facilitando a abertura de novos horizontes profissionais, mas também de sermos promotores de muitas trocas, aprendizado, networking, de contribuição para mais e melhores inserções no mundo do trabalho", disse Pereira Filho.  

Uma das participantes da 10ª Feira de Estágios e Empregabilidade será a graduanda em Administração, Marilene Fernandes de Souza.

"É uma ótima oportunidade para colocar pelo menos um pezinho em cada empresa, distribuir seu currículo de forma mais rápida para muitas instituições ao mesmo tempo", contou Marilene.

Comentários