Notícias sobre SME-SP - Professores - 3.500 vagas - 2014

Autorizada a nomeção para professores e auxiliar técnico de educação


O prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, autorizou a nomeação de 200 candidatos aprovados no concurso público de Professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental I e Auxiliar Técnico de Educação da Secretaria Municipal de Educação. E para a Contração com validade de 12 meses de 72 profissionais para a função de Professor de Ensino Fundamental II e Médio, nas disciplinas de Arte e Educação Física. Além dessas vagas, também foram aprovados a convocação de mais 658 candidatos para o concurso de Auxiliar Técnico de Educação. A informação foi publicada nesta quinta-feira, dia 7, por meio de despacho publicado no Diário Oficial da Cidade (confira abaixo).

Autorizadas 1.692 nomeações para professor


O prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, autorizou a nomeação de 1.692 candidatos aprovados no concurso público para professor de educação infantil e ensino fundamental I. A informação foi divulgada por meio de despacho publicado no Diário Oficial da cidade desta quarta-feira, dia 30 de dezembro (confira abaixo). A Secretaria Municipal de Educação (SME) está autorizada a convocar os candidatos a partir do dia 1º de fevereiro.    

Especialista comenta sobre critérios de avaliação do concurso previsto


A seleção de 2014 para professor de educação infantil e ensino fundamental da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo contou com 3.514 vagas. Ao total, o concurso teve 101.692 inscritos, sendo 24.869 aprovados. O concurso contou com provas objetivas e dissertativas, assim como a prova de títulos. A prova objetiva teve 60 questões de múltipla escolha sobre Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos, sendo 30 testes cada. A nota de corte para aprovação foi de 50 pontos (em cada uma das provas) e o somatório igual ou superior a 100 pontos. Já a prova dissertativa teve o valor máximo de 30 pontos, distribuídos em três questões tratando dos conteúdos específicos.  

Concurso continua previsto para este semestre


Aguardado para o início deste ano, o concurso para o preenchimento de 600 vagas de professor de educação infantil da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (SME-SP) completa na próxima quarta-feira, dia 15, seis meses desde a sua autorização. Desde o fim do ano um dos grandes entraves para a abertura da seleção vem sendo a contratação da organizadora. Em declaração á FOLHA DIRIGIDA em outubro de 2014 o então secretário de educação, César Callegari, destacou que a escolha iria levar em consideração a capacidade da contratada para realizar um processo seletivo que avaliasse os conhecimentos do candidato na área de educação infantil. A comissão organizadora do concurso, formada por servidores da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sempla) e da Educação iniciou os trabalhos no fim do ano passado visando a publicação nos primeiros meses do ano, o que não ocorreu. De acordo com os sindicatos da categoria um dos principais fatores para o atraso na publicação foi troca no comando da Secretaria que ocorreu em janeiro, quando Gabriel Chalita substitui Callegari.