Notícias sobre SEE-SP - Supervisor de ensino - 146 vagas - 2014

Conheça as atribuições do cargo de supervisor e os locais de atuação


A Secretaria Estadual de Educação de São Paulo deve concluir nas próximas semanas a minuta de seu edital para supervisor de ensino. A expectativa do órgão é de que os novos servidores possam iniciar as atividades já no início do ano letivo de 2016.    

Processo de remoção está atrasando concurso para supervisor de ensino


O edital de supervisor de ensino, da Secretaria de Educação de São Paulo, continua em fase de planejamento. A expectativa era de que o edital da seleção fosse publicado já no início do ano, o que não ocorreu por conta do processo de remoção que está sendo realizado pelas diretorias de ensino do estado. O concurso contará oferta é de 146 vagas para nível superior completo em Licenciatura Plena em Pedagogia ou Pós-Graduação na área de Educação, para aqueles com nível superior comum. É exigida também experiência profissional de, no mínimo, oito anos de efetivo no exercício de magistério, sendo que três anos devem ser em cargos de gestão educacional. A remuneração é de R$4.878,15, sendo R$3.243,08 de salário, R$500 de gratificação de representação e R$1.135,07 referente à Gratificação de Gestão Educacional, instituída pela proposta.    

Sindicato concorda com PLC que propõe mudanças para diretor e supervisor


O Projeto de Lei Complementar 23/2014, que propõe alterações nas carreiras de diretor de escola e supervisor de ensino da Secretaria Estadual de Educação (SEE-SP), pode ser votado a qualquer momento na Assembleia Legislativa do Estado (Alesp). A proposta consta na Ordem do Dia desde o dia 18 de junho. Depende de sua aprovação a realização dos concursos para 1.450 vagas de diretor e 146 para supervisor.

São Paulo terá concursos para mais de 7.231 vagas na área de Educação


A oferta de vagas para a área de Educação no estado de São Paulo, que devem ser preenchidas via concurso público, foram ampliadas. Isso porque, a Secretaria Municipal de Educação anunciou a abertura de novas 1.100 vagas para professor de educação infantil. Com isso, o total de oportunidades com concursos em planejamento já chega a 7.231.

Deputados discordam sobre projeto que altera carreira de diretor


Anunciado em agosto do ano passado pelo governador Geraldo Alckmin, o concurso para 1.450 vagas de diretor de escola depende da aprovação do Projeto de Lei Complementar 23/2014, que propõe alterações na carreira. A proposta está na Ordem do Dia na Assembleia Legislativa do Estado (Alesp) desde o dia 18 de junho, o que significa que pode ser votada a qualquer momento.   Caso sua votação tenha resultado positivo, os diretores terão que passar pela chamada Avaliação Periódica de Desempenho Individual. Além disso, o concurso será composto, além das provas escritas, por um curso de formação nas áreas de liderança e gestão, e um estágio. Após o curso, os diretores devem apresentar um plano de trabalho específico para a escola em que vão atuar.

São Paulo terá concursos para mais de 6.100 vagas na área de Educação


Quem almeja atuar na esfera estadual da Educação em São Paulo já pode começar a se preparar. Isso porque, ainda este ano serão realizados novos concursos públicos, que devem ofertar até 6.131 vagas. Destas, 4.535 serão voltadas para o Centro Paula Souza – responsável pelas Escolas Técnicas Estaduais (ETECs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) – e ligado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia. Já as demais 1.596 serão voltadas para a Secretaria Estadual de Educação.

Área da Educação terá concursos para 11.865 vagas em São Paulo


Quem almeja atuar na esfera estadual da Educação em São Paulo já pode começar a se preparar. Isso porque, ainda este ano será iniciada uma série de concursos públicos, que deverá ofertar até 11.865. Destas, 4.535 serão voltadas para o Centro Paula Souza – responsável pelas Escolas Técnicas Estaduais (ETECs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) – e 7.330 para a Secretaria Estadual de Educação.  

Projeto que altera concurso deve ser votado após o término do recesso legislativo


Com o final do período de recesso da Assembleia Legislativa do Estado (Alesp), a expectativa é que o projeto de lei complementar 23/2014 seja votado nos próximos dias pelos deputados da casa. A proposta, que consta na Ordem do Dia desde o dia 18 de junho, prevê alterações na carreira de diretor de escola e, por isso, a realização do novo concurso para 1.450 vagas depende de sua aprovação.