Folha Dirigida Entrar Assine

Notícias sobre PRF - 2018 - Policial Rodoviário

Direção perigosa: governo sofrerá maior pressão por aval de concurso da PRF em 2017


Com o governo federal tendo negado pelo terceiro ano consecutivo o pedido de autorização de concurso para 1.500 vagas de policial rodoviário federal (superior; R$7.177,91), órgão fica impossibilitado de minimizar a saída de até 40% do seu efetivo até o fim do ano que vem. Especialista teme situação calamitosa nas rodovias federais país afora e cenário tornará ainda maior a pressão por autorização em 2017. Faça login e leia mais! 

Número de aposentadorias é significativo, diz coordenador da PRF


O coordenador-geral de Recursos Humanos da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Antônio Paim, falou à FOLHA DIRIGIDA na última quarta-feira, dia 22, e afirmou que o departamento tem sofrido com um número de aposentadorias considerável. A Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) alerta para a possibilidade de até 4 mil policiais, o equivalente a 40% do efetivo atual, se aposentarem em dois anos.

Ministério da Justiça pede 2.758 vagas. 2º e 3º graus


O Ministério da Justiça (MJ) informou na última segunda-feira, dia 6, que os pedidos de concurso para as polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF) estão em análise na pasta, aguardando deliberação. As solicitações foram feitas ao Ministério do Planejamento, mas foram devolvidas no fim do mês passado, para reavaliação, em função da nomeação de um novo ministro da Justiça.

PF e PRF: pedidos têm avanço no Planejamento


Aqueles que almejam ingressar nas forças de segurança pública federal ganharam motivos para ficarem mais otimistas quanto à confirmação, ainda este ano, de uma nova oportunidade para as polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF). Os processos relacionados às demandas das duas corporações avançaram no último dia 27 no Ministério do Planejamento e a expectativa agora é que sigam nos próximos dias para outros setores responsáveis por avaliar a liberação das seleções (...)

Pedido de concurso para 1.500 vagas é analisado no Planejamento


Assim como aconteceu com a Polícia Federal e com o Ministério do Trabalho, o processo que trata do pedido de concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para 1.500 vagas de policial (nível superior) teve andamento registrado no Ministério do Planejamento. A movimentação ocorreu no último dia 18, com a solicitação permanecendo, no entanto, na mesma coordenação da Secretaria de Gestão de Pessoas e Relações do Trabalho no Serviço Público (SEGRT) da pasta.

Departamento à espera de uma decisão sobre concursos


Solicitação de concurso do departamento para 1.500 vagas de policial rodoviário federal (nível superior) permanece em coodernação do Ministério do Planejamento. Evolução da análise do pedido deverá depender das diretrizes do novo governo com relação aos concursos. Categoria assinou acordo que prevê reajuste a partir de janeiro de 2017. Faça login e saiba mais!

PF e PRF: em análise, pedidos de 2.058 vagas em concursos


Órgãos possuem pedidos em análise no Ministério do Planejamento visando à abertura de concursos para 2.058 vagas. Na PF, são esperadas 558 vagas, sendo 491 de delegado e 67 de perito. Ambos os cargos têm requisito de formação superior e remuneração inicial de R$17.288,85. No caso da PRF, solicitação é de 1.500 vagas de policial rodoviário federal, com ganhos começando em R$7.177,91. Cargo é aberto a quem possui curso superior em qualquer área. Corporações possuem déficit elevado e risco de situação se agravar nos próximos anos, o que traz a expectativa de seleções serem autorizadas mesmo com as restrições aos concursos impostas pelo governo federal. Faça login e saiba mais!

Federação apresenta demanda de vagas ao Ministério da Justiça


Representantes dos policiais rodoviários federais se reuniram na última terça-feira, dia 12, com o secretário de Reforma do Judiciário, Marcelo Veiga, do Ministério da Justiça, para tratar das demandas da categoria, entre elas a realização de concurso público para a carreira. Já há pedido de autorização em análise no Ministério do Planejamento, visando à abertura de 1.500 vagas de policial. O cargo exige formação superior em qualquer área e carteira de habilitação (B ou superior). A remuneração inicial é de R$7.177,91, incluindo o auxílio-alimentação, de R$458.

Federação deve se reunir com ministro da Justiça nesta quinta, 7


De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (Fenaprf), Pedro Cavalcanti, a entidade deverá se reunir pela primeira vez com o novo ministro da Justiça, Eugênio Aragão, nesta quinta-feira, dia 7. O encontro, no entanto, ainda deverá ser confirmado na própria quinta e, caso ocorra, servirá para que a federação conheça o que pensa o novo ministro em relação a temas relacionados à segurança pública e ao papel da PRF nesse contexto. “Se houver espaço trataremos das reinvindicações da categoria”, afirmou Cavalcanti.