Notícias sobre PM-RJ - 2013 - 6.000 vagas - Soldado

Pedido de concursos da polícia já está na Seplag


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) encaminhou à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), na última quinta-feira, dia 12, o pedido de abertura de concursos para preencher 6.965 vagas nos cargos de soldado (6 mil), cabo auxiliar de enfermagem (690), sargento músico (135), oficial combatente (60) e oficial médico (80), informou o Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da corporação. A PM estuda a possibilidade de redistribuir as 80 oportunidades de médico para outras funções do quadro de Saúde.

Corporação já pediu as 6.965 vagas à Seplag


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) encaminhou à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), na última quinta-feira, dia 12, o pedido de abertura de concursos para preencher 6.965 vagas nos cargos de soldado (6 mil), cabo auxiliar de enfermagem (690), sargento músico (135), oficial combatente (60) e oficial médico (80), informou o Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da corporação.

6.965 vagas serão pedidas até esta sexta


O pedido de abertura de concursos para a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), visando ao preenchimento de 6.965 vagas nos cargos de soldado (6 mil), cabo auxiliar de enfermagem (690), sargento músico (135), oficial combatente (60) e oficial médico (80), será encaminhado até esta sexta-feira, dia 13, à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag-RJ), que ficará responsável por avaliar o impacto orçamentário e autorizar as seleções, que serão abertas em 2013.

Primeiro edital sai em janeiro, para soldado


A Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM-RJ) pretende realizar cinco concursos para preencher 6.965 vagas em 2013. As seleções têm como objetivo reforçar o efetivo e apoiar o processo de pacificação nas comunidades do Rio. A previsão é que o primeiro edital seja publicado em janeiro, para o cargo de soldado.

Chefe do CRSP afirma que exame físico vai mudar da polícia


Com tantos investimentos na economia do Rio de Janeiro, decisivos para o retorno do estado ao cenário mundial e para a organização de grandes eventos, como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, é natural que a segurança pública seja uma das prioridades das autoridades e dos cidadãos fluminenses. Por isso, em 2013, a Polícia Militar (PM) abrirá concursos para 6.965 vagas, 6 mil delas de soldado.   FOLHA DIRIGIDA ouviu o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), tenente-coronel Roberto Vianna, sobre o pedido da seleção, que seguirá para análise e aprovação da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) até esta sexta-feira, dia 13, com previsão de divulgação do edital em janeiro. "Com 13 mil soldados do concurso de 2010 e 6 mil do concurso de 2013, chegaremos a 19 mil novos policiais efetivados, num espaço de três anos", afirmou. E adverte desde já: "O exame físico será mais rigoroso".

Polícia Militar programa concursos para 6.965 vagas


Com o objetivo de reforçar o efetivo e apoiar o processo de pacificação nas comunidades do Rio, a Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM-RJ) pretende preencher 6.965 vagas a partir de janeiro de 2013, o que já foi informalmente autorizado pelo governador Sérgio Cabral.

Corporação otimista quanto à oferta de 6.965 vagas


O chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM-RJ), tenente-coronel Roberto Vianna, reafirmou na última sexta-feira, dia 29, que está otimista quanto à aprovação na íntegra das 6.965 vagas, a serem oferecidas em concursos. A previsão era que o pedido fosse encaminhado à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), para avaliação do impacto orçamentário e autorização dos concursos, até o último dia 30. Porém, de acordo com o tenente-coronel, a solicitação será entregue até o próximo dia 13, de acordo com o Decreto nº 43.585, que ampliou o prazo para pedido de abertura de concursos para o ano de 2013.

Governador afirma que concurso já está autorizado


O governador Sérgio Cabral informou na última quarta, dia 27 de junho, que já autorizou a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro a realizar concursos para 6.965 vagas de soldados e oficiais. O anúncio foi feito durante a inauguração de duas novas Unidades de Polícia Pacificadora (UPP), instaladas no Complexo da Penha (Morro da Chatuba e Morro da Fé/Sereno). A PM-RJ pretende contratar 6 mil soldados, 690 cabos auxiliares de enfermagem, 135 sargentos músicos, 60 oficiais combatentes e 80 oficiais médicos. Conforme a FOLHA DIRIGIDA publicou anteriormente, existe a possibilidade de que as oportunidades para esta última função sejam redistribuídas por outras, como fisioterapeutas, assistentes sociais, entre outras.

770 vagas na Saúde, para 2º e 3º graus


Auxiliares de enfermagem (cabo auxiliar de saúde) e médicos que sonham em fazer carreira militar devem iniciar os estudos desde já. Isso porque a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) já planeja a realização de concurso para 770 vagas, sendo 690 para a primeira função e 80 para a segunda. A PM estuda a possibilidade de redistribuir as 80 oportunidades de médicos para as funções de fisioterapeuta e assistente social, entre outras, segundo informou, na última segunda-feira, 25, o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da PM-RJ, tenente-coronel Roberto Vianna.