Notícias sobre PM-RJ - 2013 - 6.000 vagas - Soldado

Oficial combatente: R$3.511 para nível médio


Até esta sexta-feira, dia 21, deve ser assinado o contrato que oficializa o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) como organizador do concurso para oficial combatente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), informou o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), tenente-coronel Roberto Vianna. A corporação pretende publicar até o próximo dia 28 o edital da seleção, para ingresso na corporação em 2013. Ainda de acordo com o tenente-coronel, as inscrições deverão ser realizadas durante o mês de outubro, e as provas, na segunda quinzena de novembro. O IBFC costuma receber as inscrições em seu site, e quem não tem acesso à internet poderá utilizar os computadores disponíveis em unidades da PM, as mesmas do último concurso para soldado.

PM-RJ Edital até dia 28 para oficial. Ambos os sexos


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) pretende publicar até o próximo dia 28 o edital do concurso de oficial combatente, para ingresso na corporação em 2013. Tão logo isso aconteça, o documento será divulgado pela FOLHA DIRIGIDA.

Quase 7 mil vagas em concurso, a partir de janeiro


É grande a expectativa pela autorização dos concursos da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), tendo em vista a necessidade de reforçar o efetivo, principalmente para garantir a segurança dos grandes eventos, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, além de apoiar o processo de pacificação. Por isso, em 2013, a corporação espera fazer concursos para 6.965 vagas, 6 mil delas de soldado. Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), tenente-coronel Roberto Vianna, destacou que está otimista quanto à aprovação na íntegra das vagas, cujo pedido está em análise na Secretaria de Estado e Planejamento e Gestão (Seplag). “Temos a esperança de que seremos atendidos, porque essa é uma prioridade não apenas do governo, mas da população.”

Edital para oficial combatente sai até dia 28


Será publicado até o dia 28 deste mês o edital do concurso para oficial combatente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), com ingresso na corporação em 2013. A seleção destina-se ao preenchimento de 60 vagas, para ambos os sexos. O Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) será responsável pela organização do concurso. O chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), tenente-coronel Roberto Vianna, explicou que o contrato está em processo de elaboração. "Pretendemos assinar o documento até o final desta semana", afirmou. A escolaridade exigida para o cargo é o nível médio, e o salário atual é de R$3.511,36. Em 2013, o 2º tenente da PM ganhará R$4.296,25.

Corporação prevê autorizações dos concursos já em novembro


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) pretende realizar cinco concursos, cujo pedido de abertura já está em análise na Secretaria de Estado e Planejamento e Gestão (Seplag), para preenchimento de 6.965 vagas. Haverá oportunidades para soldado (6 mil), cabo auxiliar de saúde (690), sargento músico (135), oficial de saúde (80) e oficial combatente (60). Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o chefe do Centro de Recrutamento e Seleções de Praças (CRSP) da PM-RJ, tenente-coronel Roberto Vianna, destacou que o objetivo da corporação é que as autorizações sejam concedidas em novembro, com os editais sendo publicados no início de 2013.

Chefe do CRSP otimista quanto à aprovação das vagas


É grande a expectativa pela autorização dos concursos da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ), cujo pedido de abertura está em análise na Secretaria de Estado e Planejamento e Gestão (Seplag), para preenchimento de 6.965 vagas. Somente para o cargo de soldado, cujo edital deverá sair em janeiro, a corporação quer preencher 6 mil vagas. O chefe do Centro de Recrutamento e Seleções de Praças (CRSP) da PM-RJ, tenente-coronel Roberto Vianna, reafirmou na última sexta-feira, dia 31, que está otimista quanto à aprovação na íntegra das 6.965 vagas, a serem oferecidas em concursos. “Temos a esperança de que seremos atendidos, porque essa é uma prioridade não apenas do governo, mas da população”, enfatizou. 

6.885 vagas apenas para o 2º grau


A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) informou, na última segunda-feira, dia 27, que está em análise o pedido de abertura dos concursos da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), previstos para o início de 2013. A corporação pretende preencher 6.965 vagas nos cargos de soldado (6 mil), cabo auxiliar de saúde (690), sargento músico (135), oficial de saúde (80) e oficial combatente (60). Além do Cespe/UnB, outras instituições estão sendo cogitadas para organizar as seleções.

Em análise possíveis organizadoras dos concursos. Oferta de 6.965 vagas


O chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM-RJ), tenente-coronel Roberto Vianna, afirmou na última terça-feira, dia 21, que o pedido de abertura dos concursos está em análise na Secretaria de Estado e Planejamento e Gestão (Seplag) e que, além do Cespe/UnB, outras instituições estão sendo cogitadas para organizar as seleções. Os concursos visam ao preenchimento de 6.965 vagas nos cargos de soldado (6 mil), cabo auxiliar de saúde (690), sargento músico (135), oficial de saúde (80) e oficial combatente (60). Para soldado, cuja escolaridade exigida é o nível médio, é necessário que os candidatos tenham carteira de habilitação, no mínimo, na categoria "B". O salário atual é de R$1.922,76, mas em fevereiro de 2013, passará para R$2.382,19. Também são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) ou trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$500 para os praças).

Concurso em janeiro também exigirá preparo físico


Os interessados em participar do concurso para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), cujo edital deverá sair em janeiro, devem iniciar a preparação, uma vez que a concorrência promete ser grande, já que a corporação quer preencher 6 mil vagas. Ao se preparar para o concurso, os futuros candidatos não devem apenas estudar as disciplinas do exame teórico, mas também realizar muitas atividades físicas, já que há um alto índice de reprovação nessa etapa da seleção. "Hoje, os requisitos exigidos são bem razoáveis e, talvez por isso, a facilidade imaginada pelo candidato faça com que ele não se prepare adequadamente. Estamos revendo os indicadores dos testes passados, e aumentaremos o grau de dificuldade, para que o candidato se prepare melhor e diminua o índice de reprovação", afirmou o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), tenente-coronel Roberto Vianna.