Notícias sobre PM-RJ - 2013 - 6.000 vagas - Soldado

À espera de autorização formal do governo do estado


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) está aguardando uma autorização formal do governador Sérgio Cabral, para dar início aos preparativos dos concursos destinados ao preenchimento de 6.965 vagas. As oportunidades serão para os cargos de soldado (6 mil), cabo auxiliar de saúde (690), sargento músico (135), oficial de saúde (80) e oficial combatente (60). De acordo com o chefe do Centro de Recrutamento de Seleção de Praças (CRSP) da PM-RJ, tenente-coronel Roberto Vianna, a intenção é contratar uma única organizadora para realizar os cinco concursos, sendo de responsabilidade dela, além do exame intelectual, o médico e o psicológico. "O edital de licitação deverá ser encaminhado ao Cespe/UnB, IBFC e outra organizadora, que ainda será definida", afirmou.

À espera de autorização formal para 6.965 vagas


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) quer iniciar junto à Diretoria de Logística a elaboração do edital de licitação para definição da organizadora dos concursos destinados ao preenchimento de 6.965 vagas, porém aguarda a autorização formal da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) para abertura das seleções.

Edital para soldados será divulgado em janeiro


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) pretende abrir concurso em janeiro de 2013, destinado ao preenchimento de 6 mil vagas de soldado. De acordo com o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças, tenente-coronel Roberto Vianna, a previsão é que as inscrições sejam feitas até fevereiro, e que as provas teóricas ocorram em maio. A ideia é que as demais etapas aconteçam de julho a setembro, e a incorporação dos selecionados, em outubro. "Os novos soldados deverão começar a trabalhar em abril de 2014, após o curso de formação, com duração de seis meses", afirmou o chefe do CRSP, em recente entrevista.

Concurso para soldado está previsto para janeiro de 2013


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) mantém a previsão de divulgar já em janeiro o edital do concurso para soldado, que requer nível médio, com oferta de 6 mil vagas. A expectativa é de que os preparativos da nova seleção tenham início já nos próximos dias, com o processo de escolha da organizadora. A área de Segurança Pública é uma das prioridades do governador Sérgio Cabral, que quer chegar até 2016 com 60 mil PMs – 16 mil a mais do que o efetivo atual -, para garantir a instalação de novas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), assim como para os megaeventos internacionais que vão acontecer até 2016, entre eles a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Por diversas vezes, ao longo deste ano, o governador já confirmou a abertura do concurso em 2013.

Concursos para 6.965 vagas têm organizadora em breve


O Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) aguarda um posicionamento oficial da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) sobre a aprovação do orçamento, para iniciar junto à Diretoria Logística da PM a elaboração do edital de licitação para a escolha da organizadora dos concursos destinados ao preenchimento de 6.965 vagas.

Novos concursos estão mantidos para 2013


A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, na última terça-feira, dia 27, a Lei Orçamentária Anual (LOA), que inclui a despesa com pessoal em 2013, com previsão de contratação para a área de Segurança Pública. Nesse caso, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) planeja realizar cinco concursos, destinados ao preenchimento de 6.965 vagas nos cargos de soldado (6 mil), cabo auxiliar de saúde (690), sargento músico (135), oficial de saúde (80) e oficial combatente (60). Nesta sexta-feira, dia 30, a presidente Dilma Rousseff decidirá se veta ou não o Projeto de Lei nº 2.565, que prevê a redistribuição dos royalties do petróleo. O PL já foi aprovado pelo Senado e pela Câmara de Deputados. Porém, a sua decisão não deverá afetar a realização dos concursos, uma vez que o Estado do Rio precisa estar preparado para instalar novas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), assim como para os megaeventos internacionais que vão acontecer até 2016. Os concursos e os respectivos números de vagas já foram autorizados informalmente pelo governador Sérgio Cabral.

Oferta de 6 mil vagas para quem tem o 2º grau


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) pretende abrir cinco concursos em 2013, destinados ao preenchimento de 6.965 vagas, 6 mil delas para soldado, que requer o nível médio. A previsão é que essa seleção seja aberta a partir de janeiro. A corporação planeja o reforço no efetivo, considerando, principalmente, a programação de instalação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), assim como os megaeventos internacionais programados até 2016. As outras oportunidades serão para cabo auxiliar de saúde (690), sargento músico (135), oficial de saúde (80) e oficial combatente (60).

Novas seleções para quase 7 mil vagas


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) aguarda a aprovação na Assembleia Legislativa do orçamento para contratação na área de segurança pública, o que deverá ocorrer até o fim deste mês, para dar prosseguimento aos preparativos dos concursos destinados ao preenchimento de 6.965 vagas, informou o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da corporação, tenente- coronel Roberto Vianna.

Cinco concursos previstos para 2013


É grande a expectativa pela autorização dos concursos da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) que visam ao preenchimento de 6.965 vagas, com os editais sendo publicados no início de 2013. Haverá oportunidades para soldado (6 mil), cabo auxiliar de saúde (690), sargento músico (135), oficial de saúde (80) e oficial combatente (60).