Notícias sobre PM-RJ - 2013 - 6.000 vagas - Soldado

Veja dicas de Português. Vídeo de História estreia amanhã


Os participantes do concurso para soldado da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM-RJ) devem intensificar os estudos, pois a concorrência promete ser acirrada. Provavelmente, a seleção reunirá mais de 100 mil candidatos na disputa pelas 6 mil vagas oferecidas. Para ajudá- los na preparação, FOLHA DIRIGIDA buscou dicas de Português com o professor Rodrigo Camara, do curso Degrau Cultural. Entre os tópicos do programa, o especialista orienta os candidatos a darem atenção especial aos seguintes assuntos: regência, concordância e crase. "Minha orientação é dar ênfase nos aspectos semânticos e discursivos desses assuntos", afirmou.

Estreia série de vídeos! Assista às dicas de Informática


A série teve início nesta terça, dia 15 de julho, com a disciplina de Informática. O especial será exclusivo para os assinantes do site, e servirá como importante reforço para os estudos para as provas do concurso da PM-RJ, marcadas para o dia 31 de agosto.

Organizadora confirma as inscrições no dia 29


A homologação das inscrições do concurso para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) está prevista para o dia 29 deste mês. Assim que estiver disponível, poderá ser consultada na FOLHA DIRIGIDA Online. A seleção destina-se ao preenchimento de 6 mil vagas, sendo 600 para mulheres. Durante o curso de formação, os alunos recebem R$1.564,09 e, após a formatura, o salário-base passa para R$2.326,54, de acordo com a Assessoria de Imprensa da corporação.

Taxa é recebida até esta terça, dia 8


Com as inscrições encerradas, os candidatos às 6 mil vagas de soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) têm até esta terça-feira, dia 8, para pagar a taxa de inscrição, de R$100, em qualquer agência bancária.

6 mil vagas de nível médio, só até esta segunda, dia 7


Boa notícia para quem se prepara para o concurso da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ): o governador Luiz Fernando Pezão sancionou na última segunda-feira, dia 30, o Projeto de Lei 3.056/14, que incorpora a gratificação de R$350 ao soldo de todas as categorias da corporação. O PL foi aprovado no último dia 26, na Assembleia Legislativa (Alerj). A mudança ocorrerá a partir de 2015, em cinco anos.

Soldados: mulheres pedem mais vagas. Prazo segue aberto!


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) foi fundada em 1809, mas somente há 30 anos, as mulheres foram incluídas nos quadros permanentes da corporação. O concurso que está em andamento para soldado, com a oferta de 6 mil vagas, chegou a ser anunciado que seria exclusivo para homens. Mas a PM voltou atrás e as mulheres foram novamente incorporadas na disputa. O motivo para o recuo na decisão foi que elas assumem um espaço cada vez maior nas tropas.

Soldado: oferta de 6 mil vagas. Nível médio e R$2.909


Seguem abertas, até o dia 7 de julho, as inscrições do concurso para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ). São oferecidas 6 mil vagas, sendo 600 para mulheres. Conforme lei estadual, 20% das oportunidades são destinadas a negros e índios. Em virtude da natureza do cargo, não há reserva para portadores de deficiência.

Candidatos estranham ausência do valor do salário no edital de abertura


O edital do concurso para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) não informa o valor do salário do cargo. De acordo com o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP) da PM-RJ, tenente-coronel Roberto Bandeira, o salário não consta no documento porque não há obrigatoriedade estabelecida pelo Decreto nº 43.876 (leia entrevista na página ao lado). Porém, muitos candidatos ouvidos pela FOLHA DIRIGIDA criticaram a falta dessa informação, tendo em vista a sua importância.

Ambos os sexos e inicial mínimo de R$2.909


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) inscreve no concurso destinado ao preenchimento de 6 mil vagas de soldado, 600 delas destinadas às mulheres. Conforme lei estadual, 20% das oportunidades são destinadas a negros e índios. Em virtude da natureza do cargo, não há reserva para portadores de deficiência. Para concorrer é necessário ter o nível médio ou concluí-lo até a data prevista para a pesquisa social, que será divulgada no decorrer do concurso. Além da escolaridade, também são requisitos carteira de habilitação (exceto a categoria A), altura mínima de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens, e idade entre 18 (na matrícula) e 30 anos (até o fim do período de inscrição).