Concurso PF: confirmado envio de pedido com 1.508 vagas

A Polícia Federal enviou um novo pedido de concurso PF à Economia, cuja solicitação é de 1.508 vagas para áreas Policial e Administrativa.

17/06/2020 17:36 | Atualizado: 19/06/2020 10:52

Por: Mateus Carvalho

17/06/2020 17:36 | Atualizado: 19/06/2020 10:52 - Por: Mateus Carvalho

Foi confirmado o envio de um novo pedido de concurso PF. A demanda foi enviada ao governo pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e está em análise na Economia. Foram solicitadas 1.508 vagas para as áreas Policial e Administrativa.

Semelhante ao pedido enviado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), a solicitação da PF também foi menor se comparada à apresentada no último ano. A corporação havia solicitado mais de 3 mil vagas em 2019.

O pedido anterior não teve avanços, pois foi negado pelo governo e não tem mais validade. Agora, a corporação aguarda um aval para poder acelerar os trâmites e realizar o concurso.

A informação foi confirmada à FOLHA DIRIGIDA pelo presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luis Boudens, após a confirmação da pasta responsável. A PF até o momento não se manifestou sobre o assunto.

+ Vai fazer o concurso PF? Saiba como começar!

Os cargos e a respectiva distribuição das vagas do concurso PF

  • Delegado - 100 vagas
  • Agente - 540 vagas
  • Escrivão - 300 vagas
  • Papiloscopista - 60 vagas
  • Administrador - 21 vagas
  • Arquivista - oito vagas
  • Assistente social - 10 vagas
  • Bibliotecário - uma vaga
  • Contador - nove vagas
  • Economista - três vagas
  • Enfermeiro - três vagas
  • Engenheiro - uma vaga
  • Estatístico - quatro vagas
  • Farmacêutico - uma vaga
  • Médico - 65 vagas
  • Nutricionista - uma vaga
  • Odontólogo - 11 vagas
  • Psicólogo - cinco vagas
  • Técnico em assuntos educacionais - 13 vagas
  • Técnico em comunicação social - três vagas
  • Agente administrativo - 349 vagas
     
(Foto: Agência Brasil)
Pedido de concurso PF com 1.508 vagas é enviado à Economia
(Foto: Agência Brasil)


Cronograma prevê editais em outubro. Entenda!

Recentemente, a Polícia Federal teve um cronograma vazado, que previa as etapas do concurso da área Policial caso uma autorização fosse publicada em 25 de maio - o que não aconteceu. O documento foi enviado como sugestão ao governo.

Concurso PF: conheça os cargos de nível superior da área de apoio

Mesmo a autorização não tendo sido divulgada em maio, a previsão de editais em outubro ainda pode ser considerada, tendo em vista a rapidez da corporação no último edital.

Em 2018, a Polícia Federal recebeu a autorização para abrir o concurso em abril. A PF tinha até seis meses para divulgar o edital de abertura, o que aconteceu muito antes disso. A corporação definiu banca e divulgou edital dois meses depois, em junho. 

Todo aval do governo federal para a realização de concurso prevê que os órgãos publiquem seus editais em até seis meses. Com isso, no concurso atual uma autorização até 30 de junho obrigaria a corporação a divulgar o edital ainda em 2020.

Confira as principais datas do cronograma previsto

  • Autorização - 25/05
  • Assinatura do contrato com a banca - 28/09
  • Publicação edital (agente e papiloscopista) - 05/10
  • Publicação edital (escrivão e delegado) - 22/11
  • Provas objetivas e discursivas (agente e papiloscopista) - 07/02
  • Provas objetivas e discursivas (escrivão e delegado) - 28/03
  • Exame de aptidão física (agente e papiloscopista) - 11/04
  • Exame médico (agente e papiloscopista) - 17/05
  • Preenchimento da ficha de informações confidenciais (agente e papiloscopista) - 18/05 a 25/05
  • Avaliação psicológica (agente e papiloscopista) - 24/05
  • Exame de aptidão física (escrivão e delegado) - 06/06
  • Perícia médica (agente e papiloscopista) - 27/06
  • Procedimento de heteroidentificação - 28/06
  • Exame médico (escrivão e delegado) - 11/07
  • Preenchimento da ficha de informações confidenciais (escrivão e delegado) - 12 a 19/07
  • Resultado da primeira etapa (agente e papiloscopista) - 21/07/2021
  • Prova oral (delegado) - 21 e 22/08/2021
  • Avaliação psicológica (escrivão e delegado) - 26/09
  • Perícia médica (escrivão e delegado) - 30/10/2021
  • Processo de heteroidentificação (escrivão e delegado) - 31/10/2021
  • Resultado final primeira etapa (escrivão e delegado) - 21/12/2021
  • Nomeação (agente e papiloscopista) - 27/12/2021

O que precisa ter para concorrer no próximo concurso PF?

CarreiraRequisitosRemuneração 
AgenteNível superior em qualquer + CNHR$12.441,26
EscrivãoNível superior em qualquer + CNHR$12.441,26
PapiloscopistaNível superior em qualquer + CNHR$12.441,26
DelegadoNível superior em Direito, experiência de três anos + CNH R$23.130,48
Plano Especial de Cargos da PF Nível superior em várias áreasR$5.559,67
Agente administrativoNível médio completoR$4.710,76

 


Último concurso PF foi realizado em 2018

O último edital de concurso da Polícia Federal para a área Policial foi publicado em 2018, com oferta de 500 vagas. Essa foi a demanda autorizada pela Economia naquela época, mesmo quantitativo que foi autorizado para a PRF.

O documento oficial com todas as regras foi publicado em junho de 2018, há exatos dois anos. O organizador foi o Cebraspe (antigo Cespe/UnB).

+ Concurso PF 2020: previsão de edital em outubro pode ser mantida

O edital anterior contemplou a cinco cargos, sendo eles o agente, escrivão, delegado, perito e papiloscopista, todos com exigência de nível superior. Para o perito e delegado, são exigidos cursos específicos. O perito, no entanto, ficou de fora no pedido de 2020.

As inscrições foram recebidas de 19 de junho até 2 de julho, pela internet. As taxas eram de R$180 para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista e R$250 para delegado.

Os participantes foram avaliados por meio de diversas etapas de seleção, sendo elas:

  • Prova objetiva;
  • Prova discursiva;
  • Exame de aptidão física;
  • Prova oral (somente delegado);
  • Avaliação médica;
  • Avaliação psicológica;
  • Avaliação de títulos (somente delegado e perito);
  • Prova prática de digitação (somente escrivão).
  • Investigação social;
  • Curso de formação.

ÚItimo concurso de agente administrativo PF já perdeu a validade

O último concurso PF de nível médio perdeu a validade em junho de 2018. A seleção completa sete anos da sua realização para a área de apoio da Polícia Federal.

Naquela época, a corporação ofereceu 566 vagas para cargos de níveis médio e superior da área administrativa. Como já não está em validade, o órgão não pode mais aproveitar o cadastro de reserva e só pode contratar mediante um novo concurso.

Mantendo a tradição, a banca do último concurso foi o Cebraspe (antigo Cespe/UnB). Das oportunidades, eram 534 vagas somente para agente administrativo, em diversos estados, além do Distrito Federal.

Mas, também houve oferta de vagas para graduados (assim como há no novo pedido), com 32 vagas. Mas, nesse caso, todas para o DF.

Para o nível superior, as oportunidades foram para as funções de engenheiro, assistente social, contador, administrador, psicólogo e arquivista.

Todos os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva. Mas, os de de nível superior ainda passaram por prova discursiva. Esta seleção reuniu um número expressivo de concorrentes, sendo 324.497 inscritos.

Confira o material de preparação da FOLHA DIRIGIDA e comece já os estudos para o concurso!

✔ E-books 
✔ Provas para download
✔ Artigos sobre concursos
✔ Editais verticalizados
✔ Vídeos com dicas

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Newsletter

Sobre o concurso

Previsto

Polícia Federal - 2020

Nacional
Não informado
Fund...
Não informado