Concursos PC PR e PM PR podem ter provas em janeiro. Entenda!

Após serem adiadas, as provas dos concursos PC PR e PM PR, com mais de 2 mil vagas, podem ocorrer somente em janeiro de 2021. Entenda!

20/07/2020 13:30 | Atualizado: 20/07/2020 16:37

Por: Juliana Goes

20/07/2020 13:30 | Atualizado: 20/07/2020 16:37 - Por: Juliana Goes

As provas dos concursos PC PRPM PR e Bombeiros PR seguem suspensas. No entanto, é possível que os exames sejam remarcados e realizados somente em janeiro de 2021. 

Isso porque, seguindo o calendário dos vestibulares das universidades do Paraná, os dois mais importantes serão realizados somente em janeiro de 2021. Entre eles está o da Universidade Federal do Paraná (UFPR), organizadora dos concursos PC PR e PM PR.

No caso da UFPR, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão aprovou o adiamento do processo seletivo 2020/2021 para o dia 10 de janeiro. Já a Coordenadoria de Processos Seletivos (COPS) da Universidade Estadual de Londrina (UEL) trabalha para realizar o vestibular no ano que vem.

"A Coordenadoria de Processos Seletivos (COPS) da UEL finaliza uma proposta de alteração do calendário e do formato do Vestibular 2021 em virtude da crise de saúde provocada pelo Coronavírus. A proposta prevê a realização do concurso em uma única fase, em data a ser agendada, a partir do final de janeiro do próximo ano", diz o comunicado da Universidade de Londrina.

Desta forma, é possível que os concursos do Paraná também tenham suas provas remarcadas para janeiro de 2021. No entanto, nem a comissão da Polícia Militar e nem a da Polícia Civil do Paraná confirmam a previsão.

No último comunicado em relação ao concurso PC PR 2020, a comissão esclarece que a convocação para as provas será feita com, no mínimo, um mês de antecedência, mesmo que o edital permita que a chamada seja feita até três dias antes do exame.

Em junho, a Polícia Militar do Paraná também publicou um comunicado com a mesma informação da PC PR. Ou seja, o dia de realização das provas do concurso PM PR e BM PR também será revelado com, no mínimo, um mês de antecedência.

Concurso PC PR e PM PR pode ter provas em janeiro (Foto: Divulgação/PMPR)
Concursos PC PR e PM PR pode ter provas em 2021
(Foto: Divulgação/PMPR)

 

Concurso PM PR e BM PR oferece 2.400 vagas

Ao todo, o concurso conta com 2.400 vagas para soldados, sendo 2 mil para a Polícia Militar e 400 para o Corpo de Bombeiros do Paraná. Para concorrer, é preciso ter o nível médio completo e, no máximo, 30 anos de idade na data do primeiro dia da inscrição.

Além disso, o candidato precisa ter carteira de habilitação ou permissão para dirigir na categoria "B", no mínimo, válida e sem impedimentos (categoria "A" não supre esse requisito).

Os candidatos serão avaliados por diversas etapas. Na primeira delas, o exame de múltipla escolha, serão cobradas 60 questões, sendo elas de:

  • Língua Portuguesa (15 questões);
  • Matemática (12);
  • História (dez);
  • Geografia (12);
  • Informática (sete); e
  • Estatuto da Criança e do Adolescente (quatro).

Somente serão aprovados aqueles com nota igual ou superior a 20 pontos no exame objetivo. Os habilitados, dentro do número de vagas especificado no edital, terão a redação corrigida.

O concurso ainda contará com Teste de Aptidão Física (TAF), exame de sanidade física, avaliação psicológica e pesquisa social e documental. O candidato será convocado para realizar as provas na região escolhida para lotação inicial.

Após todas as etapas, o concurso PM PR e Bombeiros PR será concluído. A seleção ficará válida por um ano, após a homologação do resultado final da segunda turma.

A remuneração inicial do cargo de soldado de 2ª Classe será de R$1.933,63 e, após a conclusão do Curso de Formação, os ganhos podem chegar a R$4.263,67.

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

Concurso PC PR oferece 400 vagas

As inscrições para o concurso PC PR já terminaram. A  banca também já publicou a relação de candidato por vaga, com mais de 100 mil inscritos. Ao todo, são oferecidas 400 vagas imediatas de nível superior.

Desse total, 300 são para o cargo de investigador, enquanto 50 são para papiloscopista e 50 para delegado. Neste último caso, é preciso ter graduação em Direito. A remuneração é de R$18.280,05.

Já as carreiras de investigador e papiloscopista têm o nível superior em qualquer área como requisito. Os ganhos iniciais são de R$5.588,05 e R$5.867,45, respectivamente.

Em todos os casos, é preciso ter carteira de habilitação na categoria B ou superior. As vagas são divididas em três possibilidades de lotação: Curitiba, Região Metropolitana de Curitiba e interior do estado. 

Confira a estrutura das provas

As provas variam de acordo com o cargo. Para investigador e papiloscopista, o exame objetivo contará com 50 questões. Haverá também redação. A estrutura de avaliação será a seguinte:

Prova Preambular - 25 questões

  • Língua Portuguesa (15 questões);
  • Informática (cinco);
  • Raciocínio Lógico (cinco); 


Prova de Conhecimentos Específicos - 25 questões

  • Noções de Direito Administrativo (cinco);
  • Noções de Direito Constitucional (cinco);
  • Noções de Direito Penal (cinco)
  • Noções de Direito Processual Penal (cinco);
  • Noções de Legislação Penal Especial (cinco);
  • Redação.


Além da prova objetiva, esses candidatos realizarão uma redação. Serão considerados aprovados aqueles que alcançarem, no mínimo, 42 pontos na soma das notas das provas.

Além disso, será preciso obter a classificação, conforme o item 11.2.2 do edital, para ter a redação corrigida. Será reprovado na redação quem zerar o exame.

Para delegado, a avaliação objetiva contará com 100 questões mais um exame discursivo. A estrutura de prova será a seguinte: 

Prova objetiva - 100 questões

  • Direito Administrativo (15 questões);
  • Direito Constitucional (15);
  • Direito Penal (15);
  • Direito Processual Penal (15);
  • Legislação Penal Especial (15);
  • Criminologia (cinco);
  • Direito Civil (cinco);
  • Direitos Humanos (cinco);
  • Informática (cinco);
  • Medicina Legal (cinco).


Prova de Conhecimentos Específicos 

  • Prova discursiva


Serão aprovados na objetiva os candidatos com, no mínimo, 60 pontos, em 100 disputados. Somente serão convocados para a prova discursiva os classificados até a 850ª posição (ampla concorrência).

A prova discursiva do delegado contará com sete questões formuladas a partir das seguintes áreas: Direito Penal (incluindo Legislação Penal Especial), Processual Penal (incluindo Legislação Penal Especial), Administrativo e Constitucional, além de uma peça prática. Será reprovado quem zerar a avaliação discursiva.

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Sobre o concurso

Concursos abertos

Polícia Civil-PR - 2020 - investigador, papiloscopista e delegado

PR
Até R$18280,05
Fund...
400 vagas