Reitor da UFF fala sobre necessidade de experiência no concurso

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o novo reitor da UFF explicou a cobrança de experiência para se inscrever no concurso.

18/12/2018 10:35 | Atualizado: 18/12/2018 13:20

18/12/2018 10:35 | Atualizado: 18/12/2018 13:20

No concurso para a Universidade Federal Fluminense, no Rio de Janeiro, o cargo que deve ter a maior concorrência é assistente em administração. Isso porque a carreira exige apenas o ensino médio completo. Para se candidatar ainda será preciso experiência de um ano na área administrativa.

Esse segundo requisito, por sua vez, deixou muitos candidatos em dúvida. Em entrevista com o novo reitor da UFF, professor Antônio Cláudio da Nóbrega, FOLHA DIRIGIDA questionou a exigência.

Embora esteja na lei, a experiência não é cobrada por instituições como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o Colégio Pedro II. Então, por que a UFF mantém esse pré-requisito?

Reitor UFFDe acordo com o reitor, o objetivo é garantir que os novos servidores já tenham a experiência para dar continuidade aos programas adotados pela universidade.  

“O que nós precisamos são de algumas pessoas que já tragam a sua experiência, porque temos uma série de programas especializados. Então, ajuda muito um projeto a ser implementado alguém que chegue com experiência de tratar com o serviço público”, destacou o professor.

Essa cobrança faz com que muitos interessados no concurso UFF fiquem impossibilitados de se inscrever. Nóbrega reconhece que a exigência de experiência restringe o acesso ao cargo de assistente em administração. Mas, segundo ele, essa foi a política de seleção adotada pela instituição de ensino.

“É uma pena por um lado porque podemos perder pessoas que não têm experiência. Mas, como política de seleção, essa foi a nossa intenção. Porque temos processos administrativos, bastante complexos, em andamento e precisamos de gente capacitada para ajudar a funcionar rapidamente”, concluiu o reitor.

Somente para assistente em administração, serão 99 aprovados, sendo 84 para o campus de Niterói, cinco para o de Angra dos Reis, cinco para o de Campos dos Goytacazes e cinco para Santo Antônio de Pádua.

UFF realiza concurso com 190 vagas para técnicos administrativos
(Foto: Bruna Somma)

 

Nesse caso, os servidores poderão desfrutar de remuneração de R$2.904,96, incluindo o auxílio-alimentação de R$458. O reitor da universidade afirmou que esse cargo é o de maior necessidade de reposição de pessoal. Os aprovados poderão trabalhar em diferentes áreas.

“Isso tem a ver com uma política de alocação. Depois de aprovado, ele passa por uma avaliação de competência e habilidades para adequar seus desejos com o da instituição”, assegurou Nóbrega.

O que será aceito como experiência no concurso UFF?

Além de assistente em administração, a comprovação de experiência também é exigida para os cargos de mestre de edificações e infraestrutura e técnico em anatomia e necropsia. De acordo com o edital do concurso UFF, o candidato deverá apresentar um ou todos os documentos relacionados a seguir:

⇒ Experiência em instituições privadas:

Original e fotocópia ou fotocópia autenticada das páginas da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), em que constem a identificação civil, a foto, o(s) emprego(s) exercido(s) e o(s) período(s) de contrato de trabalho; ou, original e fotocópia ou fotocópia autenticada de declaração da Instituição, devidamente assinada pelo seu representante legal, conforme consta no Contrato Social da Instituição, cadastrado no site oficial da Receita Federal, contendo o período trabalhado e as atividades desenvolvidas;

⇒ Experiência em instituições públicas:

Original e fotocópia ou fotocópia autenticada de Certidão de Tempo de Serviço em Instituições Públicas, que informe o(s) período(s) e o(s) cargo(s) exercido(s); ou, original e fotocópia ou fotocópia autenticada de declaração da Instituição, devidamente assinada pelo seu representante legal, contendo o período trabalhado e as atividades desenvolvidas.

Conteúdo das provas do concurso UFF sairá na abertura das inscrições

edital do concurso para técnicos administrativos da Universidade Federal Fluminense foi divulgado no dia 13 de novembro. Desde então, o conteúdo programático das provas objetivas – marcadas para março – ainda não foi publicado.

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o novo reitor da instituição explicou o motivo da demora. Ele disse que o conteúdo é elaborado de forma sigilosa e que depende da mobilização da banca examinadora, a Coseac/UFF.

A boa notícia é que, de acordo com Nóbrega, os candidatos podem estudar com base no concurso anterior para área de apoio da UFF, realizado em 2017.

“As pessoas podem tomar como base o concurso anterior. Ele não será radicalmente diferente, talvez com pequenas alterações. A intenção é divulgar o conteúdo das provas, no máximo, no início das inscrições”.

As inscrições do concurso da UFF serão abertas no dia 17 de janeiro. Os cadastros serão aceitos até 11 de fevereiro, pelo  site da Coseac, banca organizadora . Primeiro, será necessário preencher o formulário com todos os dados solicitados.

Depois, imprimir o boleto e pagar a taxa de R$130 para cargos dos níveis médio e médio/técnico e R$180 para superior. O concurso tem oferta de 190 vagas imediatas, além de 552 em cadastro de reserva.

Desta forma, a seleção para área de apoio poderá terá, ao todo, até 742 contratações durante o prazo de validade, que será de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.    

Assista a entrevista completa com novo reitor da UFF: 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...