Concurso UFF: saiba como é a cobrança da Coseac em Português

Você sabe como é a cobrança de Português nas provas do concurso UFF? O professor Rian Geraisste responde!

28/01/2019 14:49 | Atualizado: 28/01/2019 16:54

28/01/2019 14:49 | Atualizado: 28/01/2019 16:54

Nas provas do concurso para a Universidade Federal Fluminense (UFF), 23% dos conteúdos serão de Língua Portuguesa. Todos os candidatos, dos níveis médio e superior, terão que responder a 15 questões dessa disciplina. Por isso, acertar o maior número de perguntas poderá fazer a diferença na conquista de uma vaga.

Mas, você sabe como a Coseac (organizadora do concurso UFF) cobra Língua Portuguesa em suas provas? Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o professor Rian Geraisste, do curso Focado no Edital, detalha a forma de cobrança dessa banca.  

Para ele, as avaliações da Coseac mantêm sempre o mesmo padrão em Língua Portuguesa. Em relação aos últimos editais, o concurso UFF deste ano não trouxe muitas novidades. Os assuntos cobrados são sempre os mesmos.

Provas do concurso UFF estão marcadas para março (Foto: Divulgação)

 

De acordo com o professor, essa banca explora muito mais o aspecto gramatical, do que questões interpretativas.

“As questões de Gramática são a maioria, com enunciados grandes. Elas podem derrubar o candidato mais pelo cansaço do que pelo conhecimento em si. Já as questões de interpretação são poucas, mas tranquilas de fazer. Nada de muito complexo”, destaca.

Os conteúdos se repetem nas provas e a forma de cobrança também. Os assuntos recorrentes nas avaliações, na visão do especialista, são:

  • Concordância;
  • Valor semântico dos conectivos;
  • Crase;
  • Regência.

Apesar das questões interpretativas estarem em menor quantidade, Rian Geraisste atenta que qualquer aspecto gramatical está vinculado ao texto base. A Coseac também tem o costume de cobrar muitas perguntas de reescritura, tradicionais no modelo da banca Cebraspe (antigo Cespe/UnB).

“A Coseac costuma perguntar qual a reescritura que muda o sentido original do texto ou a que gera algum erro gramatical. São questões bem tradicionais”, revela o professor. Ele recomenda que os concorrentes leiam os itens com calma para não ter confusão, já que a diferença entre eles está nos mínimos detalhes.  

‘Melhor forma de estudo é por questões anteriores’

O professor Rian considerada que a melhor forma de estudar para a prova do concurso UFF é por questões anteriores.   

“O mais importante, para essa prova, é fazer questões anteriores. Porque é uma das bancas que mais mantém o padrão de assuntos e questões de Língua Portuguesa. Quem está estudando há um tempo e refaz as provas anteriores, consegue perceber que existe um padrão. Tanto de assuntos como de conteúdo”, relata.

As questões de Língua Portuguesa serão cobradas para todos os cargos, de níveis médio e superior. O especialista explica que não há muita diferença de conteúdo entre os níveis de escolaridade.“O que, talvez, possa gerar um pouco mais de complexidade é o nível dos textos”, identifica Geraisste.

Candidatos devem se atentar aos enunciados

Outra dica do professor é ter paciência, calma e tranquilidade ao fazer a prova. “A maioria dos erros cometidos não é por desconhecimento do conteúdo e sim por desatenção e impaciência em relação à leitura”.

Por isso, ele recomenda que quanto mais provas anteriores o concorrente fizer, melhor para entrar no ritmo. “Você verá que são textos bem interessantes, como reportagens, que é uma característica bem legal da Coseac”.

Durante essa prática, é indicado prestar muita atenção, principalmente, aos enunciados e ao que está sendo solicitado.

“Isso porque uma questão pode pedir para assinalar a alternativa correta e outra pode pedir para ‘marcar a alternativa que está em desacordo com a norma padrão’. Então, é preciso tomar muito cuidado com os comandos da questão”, conclui.

Concurso UFF: inscrições abertas até 11 de fevereiro

O concurso para técnicos administrativos da UFF tem oferta de 190 vagas. As inscrições estão abertas até o dia 11 de fevereiro. Os cadastros são aceitos pelo site da Coseac , banca organizadora.

Primeiro, é necessário preencher a ficha cadastral com todos os dados solicitados. Em seguida, imprimir o boleto e pagar a taxa de R$130 para cargos dos níveis médio e técnico e R$180 para superior.

O concurso UFF será composto por provas objetivas e de redação, de caráter eliminatório e classificatório. Para nível médio, as provas serão aplicadas no dia 24 de março. Já para nível superior, os exames serão em 31 de março.

Ambas as avaliações acontecerão das 9h às 13h30. Ao todo, os concorrentes deverão responder a 65 questões objetivas, de acordo com a seguinte distribuição:

Na prova de redação será preciso elaborar um texto dissertativo.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...