Concurso TRE PI pode fazer parte de edital unificado do TSE. Entenda!

Comissão do concurso TRE PI pede suspensão dos trabalhos até uma decisão do TSE pela publicação do edital unificado. Veja em detalhes!

10/06/2021 16:26 | Atualizado: 11/06/2021 12:00

10/06/2021 16:26 | Atualizado: 11/06/2021 12:00

O Tribunal Superior Eleitoral confirmou estudos para um novo concurso unificado da Justiça Eleitoral em 2023. O órgão já entrou em contato com os Tribunais Regionais para questionar a situação das seleções locais e mencionar a possibilidade do edital unificado.

O TRE do Piauí tem uma comissão formada para organizar um novo concurso, cuja expectativa era que o edital fosse publicado este ano. Porém, diante da chance da seleção unificada e da indisponibilidade orçamentária, a comissão solicitou a suspensão dos trabalhos no momento.

As informações foram passadas à Folha Dirigida nesta quinta-feira, 10, pela Ouvidoria do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí.

“A Comissão do Concurso Público do TRE/PI informa que solicitou em 2/6/2021 autorização à Administração Superior deste Tribunal para suspender os trabalhos da Comissão até que haja disponibilidade de crédito orçamentário suplementar ou decisão do TSE pela realização de concurso unificado para a Justiça Eleitoral”, consta em nota enviada à reportagem.

Dessa forma, o TRE PI pode ser um dos que terá oferta no concurso unificado da Justiça Eleitoral.

Sede do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí
Concurso TRE PI pode ter oportunidades apenas no edital unificado
para Justiça Eleitoral (Foto: Divulgação)

As seleções no estilo unificado funcionam da seguinte maneira: um único edital é publicado com vagas para o TSE e outros Tribunais Regionais Eleitorais pelo país, que apontem a necessidade de reposição de pessoal. 

Em 2006, o Tribunal Superior Eleitoral  divulgou um edital unificado com 801 vagas . A oferta foi distribuída entre o TSE e os Tribunais Regionais Eleitorais do Acre, Rio de Janeiro, Rondônia e Roraima.

No ato da inscrição, o concorrente deveria sinalizar a carreira e o tribunal que desejasse concorrer.

Projeto básico do concurso TRE PI estava em elaboração

Os preparativos para o novo concurso do TRE do Piauí já estavam em andamento. Em maio, a comissão organizadora, por exemplo, já trabalhava no projeto básico da seleção, que funciona como um espelho para o edital.

O documento reúne as principais informações do concurso, como vagas, cargos, etapas, sendo entregue às bancas interessadas em organizar a seleção. 

Na ocasião, a Secretaria de Orçamento e Finanças – SAOF já estava em contato com o Tribunal Superior Eleitoral para obtenção de créditos adicionais suficientes para a realização do concurso.

Como o orçamento não foi liberado e diante da possibilidade do concurso unificado, a comissão do TRE PI solicitou a suspensão dos trabalhos.

O número de vagas e as carreiras contempladas não chegaram a ser informados pelo tribunal. Porém, a estimativa é que as oportunidades fossem para os cargos de técnico judiciário (nível médio) e analista judiciário (nível superior).

Veja os requisitos e salários dos cargos:

  • Técnico judiciário — área Administrativa - Nível médio e R$8.501,45
  • Analista judiciário — área Administrativa - Nível superior em qualquer área e R$13.365,38
  • Analista judiciário — área Judiciária - Nível superior em Direito e R$13.365,38
  • Analista judiciário — área Taquigrafia - Nível superior em Taquigrafia e R$13.365,38
  • Analista judiciário — área Biblioteconomia -  Nível superior em Biblioteconomia e R$13.365,38.

Os valores de técnico incluem o vencimento de R$3.163,07, a Gratificação por Atividade Jurídica (GAJ) de R$4.428,30 e o auxílio-alimentação de R$910,08.

Já para analista, as remunerações iniciais são compostas pelo vencimento básico, de R$5.189,71, pela GAJ de R$7.265,59, e auxílio-alimentação de R$910,08.

Último concurso TRE PI foi realizado em 2015 

Quem deseja antecipar os estudos pode ter como base o último concurso TRE PI, realizado em 2015. Na época, foram disponibilizadas vagas para técnico e analista, em diferentes especialidades.

  • Técnico Judiciário: Administrativa, Operação de Computadores e Programação de Sistemas.
  • Analista Judiciário: Administrativa, Análise de Sistemas, Taquigrafia e Judiciária

A banca responsável foi o Cebraspe. O concurso foi composto pelas seguintes etapas: prova objetiva, redação e prova prática de apanhamento taquigráfico (sendo esta última apenas para candidatos às vagas de Taquigrafia). 

Você sabia que a Folha Dirigida também tem cursos preparatórios para concursos? A Folha Cursos dispõe de videoaulas, material escrito e questões comentadas para te auxiliar no caminho até a posse. 

Confira os cursos para carreiras de tribunais e comece já sua preparação!

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...