Concurso TCU é novamente autorizado com 20 vagas de auditor

O concurso TCU foi novamente autorizado, conforme edital publicado no Diário Oficial da União, que traz o aval para 20 vagas de auditor.

26/05/2021 06:17 | Atualizado: 26/05/2021 14:11

26/05/2021 06:17 | Atualizado: 26/05/2021 14:11

O Tribunal de Contas da União publicou uma nova autorização para o seu concurso TCU. O aval foi divulgado nesta quarta-feira, 26, no Diário Oficial da União, e mantém o quantitativo liberado em 2020 (veja aqui ).

Conforme o edital desta quarta, 26, podem ser abertas 20 vagas imediatas mais formação de cadastro reserva, no cargo de auditor de controle externo.

A carreira exige o nível superior. A depender das especialidades, que ainda não foram confirmadas, podem ser exigidas formações em cursos específicos ou em qualquer área.

Os ganhos para a carreira podem chegar a R$17.371,38. A remuneração é composta por vencimento básico, gratificação de desempenho (R$8.475,69), auxílio alimentação (R$1.011,04) e o auxílio transporte (R$1.249,61).

Os servidores ainda têm direito a outros benefícios, como auxílio pré-escolar, no valor de R$791,58, assistência médica de R$334,51, e exames periódicos de R$135,96.

Com o aval do novo concurso TCU, o próximo passo inclui a escolha da banca organizadora, considerando que a comissão para essa seleção foi formada em 2020.

TCU tem autorização para realizar novo concurso público (Foto: Agência Senado)
Concurso TCU é autorizado novamente
(Foto: Agência Senado)

Orçamento de 2021 prevê 30 provimentos

A Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, prevê 30 provimentos de aprovados no Tribunal de Contas da União. A reserva é um indicativo de que o próximo edital pode ser publicado este ano.

Isso porque o TCU não possui concurso em validade. Dessa forma, é preciso abrir um novo processo seletivo para realizar os provimentos.

O Orçamento deste ano foi sancionado com as mesmas 30 vagas previstas em 2020. Em função da pandemia de Covid-19, os preparativos do novo concurso acabaram adiados.

Vale destacar que a reserva no Orçamento não é uma certeza que o edital será publicado. No entanto, é um demonstrativo de que a seleção está no radar do governo.

Prepare-se para concursos com a Folha Cursos

Folha Cursos

À espera do concurso, TCU chega a 193 cargos vagos

Segundo dados disponíveis no Portal de Transparência do TCU, o órgão registra 193 vacâncias para auditor federal de controle externo.

Há cargos vagos nas especialidades de Enfermagem (uma), Tecnologia da Informação (12) e Medicina (três). Desta forma, o Tribunal tem a necessidade de um novo concurso para preencher o quadro de pessoal.

Como é de costume, o Instituto Serzedello Corrêa é o responsável pelos preparativos do próximo edital. Isso inclui a elaboração do projeto básico da seleção e a escolha da organizadora, por exemplo.

contratação da banca e demais etapas de execução do concurso, contudo, dependem da evolução do quadro da pandemia.

Embora a organizadora não tenha sido definida, há uma expectativa para que o Cebraspe seja o escolhido, considerando seu histórico à frente da seleção anterior.

Como informado pela comissão do concurso ainda em 2020, o concurso só ocorrerá quando não existir mais riscos de contaminação a todos os envolvidos. Ou seja, membros da comissão, equipe da banca organizadora e candidatos. 

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Tribunal de Contas da União
  • Cargos: auditor de controle externo
  • Vagas: 20 mais cadastro reserva
  • Requisitos: nível superior
  • Remuneração: R$17.371,38
  • Banca: a definir
  • Edital: previsto para 2021

Saiba como foi o último concurso TCU

Há seis anos, o Tribunal de Contas da União não abre um novo concurso para de auditores federais de controle externo. O último edital para carreira foi publicado em 2015, com 66 vagas

Na época, os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, com a organização do Cebraspe. Na primeira, foram cobradas 200 questões, sendo elas de: Conhecimentos Gerais (100) e Específicos (100).

A prova de Conhecimentos Gerais contou com disciplinas de Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Raciocínio Analítico, Matemática Financeira, Noções de Estatística, Controle Externo, Direito (Constitucional, Administrativo, Civil, Processual Civil, Penal), Auditoria Governamental e Análises de Informações.

Já a avaliação discursiva teve duas questões de Conhecimentos Gerais, uma de Conhecimentos Específicos e uma peça de natureza técnica.

Os aprovados também passaram por um programa de formação, que é coordenado pelo Instituto Serzedello Corrêa. Essa etapa tem duração mínima de 120 horas.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...