Concurso TRF3: tribunal avalia proposta da banca Legalle

O Tribunal Regional Federal da 3ª região começou a avaliar a proposta da quinta banca para o concurso TRF3. A Legalle está na disputa.

23/11/2021 09:57 | Atualizado: 24/11/2021 10:25

Por: Mateus Carvalho

23/11/2021 09:57 | Atualizado: 24/11/2021 10:25 - Por: Mateus Carvalho

Mais uma banca está na disputa pela organização do concurso TRF3. O Tribunal Regional Federal da 3ª Região anunciou a análise de proposta da Legalle.

A Legalle Concursos é a quinta banca a ter proposta avaliada pelo órgão. Mas, diferentemente das demais, o resultado da análise feita pelo TRF3 ainda não eliminou a instituição.

O parecer dado solicitou que o pregoeiro intime à banca para sanar pontos mencionados na análise da proposta quanto à documentação comprobatória, que não foi juntado pela instituição. Isso porque os valores indicados na planilha financeira não foram comprovados.

A Legalle deve se manifestar e em breve o TRF3 deve divulgar um novo parecer, ou eliminando ou prosseguindo com a banca para a próxima etapa da contratação.

As outras bancas que já tiveram proposta avaliadas e estão eliminadas do processo licitatório são:

  1. Iuds
  2. Metrópole
  3. Instituto ACCESS
  4. Instituto Mais

Ainda não há uma data prevista para a conclusão desta licitação. O processo foi iniciado em julho, quando foi divulgado o aviso de licitação para que as instituições enviassem suas propostas.

No dia 6 de agosto, os documentos foram abertos e a comissão deu início ao processo de avaliação das propostas.

E você, quer se preparar para o concurso do TRF3?

Confira os cursos para carreiras de tribunais e comece já sua preparação!

Quando sairá o edital do concurso TRF3?

Assim que divulgado o aviso de licitação, o TRF3 informou à Folha Dirigida que o edital estava previsto para ser divulgado ainda neste segundo semestre de 2021, ou seja, até dezembro. No entanto, tem grandes chances de atrasar.

O atraso poderá ser motivado pela demora na conclusão do processo licitatório. Isso porque ele foi iniciado em julho, já dura mais de quatro meses e não tem previsão de conclusão.

Inclusive, se o parecer da Legalle não for favorável, uma nova proposta deve ser avaliada e isso deve atrasar ainda mais o edital. 

Mas, enquanto houver tempo hábil, o prazo segue mantido enquanto o tribunal não se manifestar novamente. A banca do último concurso foi a Fundação Carlos Chagas (FCC).

Fachada TRF3
Concurso TRF3 tem edital confimado para técnicos e analistas
(Foto: Divulgação)

Veja quais são os cargos do concurso TRF3

Está confirmado que o próximo concurso TRF3 será para a área de apoio! 

A oferta de vagas e os cargos já estão definidos. O projeto básico confirmou 15 vagas mais cadastro de reserva. Tais oportunidades contemplarão cargos de técnicos e analistas, nos níveis médio e superior, respectivamente.

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região tem abrangência nos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Por isso, veja todas as vagas e cargos confirmados:

Confira todas as vagas previstas no concurso TRF3

► Técnico judiciário (nove vagas)

  • área Administrativa - especialidade Segurança e Transporte - cinco vagas em São Paulo (capital);
  • área Apoio Especializado – especialidade Enfermagem - uma vaga em São Paulo (capital);
  • área Administrativa – especialidade Segurança e Transporte - duas vagas em São Paulo (interior); e
  • área Administrativa - especialidade Segurança e Transporte - uma vaga em Mato Grosso do Sul (Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Naviraí, Ponta Porã e Três Lagoas).

► Analista judiciário (seis vagas)

  • área Apoio Especializado – Medicina/Psiquiatria - uma vaga em São Paulo (capital);
  • Medicina do Trabalho - uma vaga em São Paulo (capital);
  • Psicologia do Trabalho - uma vaga em São Paulo (capital); 
  • Psicologia Clínica - uma vaga em São Paulo (capital);
  • Serviço Social - uma vaga em São Paulo (capital); e
  • Medicina (Clínica Geral) - uma vaga em Campo Grande (capital).

O que é preciso para concorrer?

No caso do cargo de nível médio, além da escolaridade, será preciso ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na categoria "C" ou "D", para a área de Segurança e Transporte.

Já para o nível médio/técnico, além do curso na área, o candidato deverá ter o registro no respectivo conselho e experiência de dois anos em Enfermagem.

No caso dos cargos de analista, todos os candidatos de Medicina deverão ter o curso superior, com especialização na área de interesse. Os demais precisarão ter o registro no conselho correspondente à vaga/áreas.

Os aprovados terão ganhos iniciais de R$8.501,45 (técnico, exceto área de Segurança), R$9.608,52 (técnico de segurança) ou R$13.365,38 (analista). Todos os valores já contam com o auxílio-alimentação de R$910,08. 

Já conhece o Clube da Folha? Venha fazer parte deste grupo e contar com diversos benefícios!

seja um membro do clube da folha

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...