Concurso TRE-RJ: Consulplan cobra literalidade para Administrativo e Normas Aplicáveis

Dando prosseguimento ao Especial Dicas TRE-RJ Consulplan, o professor Alexandre Prado explicou como a organizadora do concurso TRE-RJ 2017 cobrará as questões de Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais e Direito Administrativo.

03/08/2017 11:17 | Atualizado: 02/10/2017 02:30

03/08/2017 11:17 | Atualizado: 02/10/2017 02:30
Dando prosseguimento ao Especial Dicas TRE-RJ Consulplan, o professor Alexandre Prado explicou como a organizadora do concurso TRE-RJ 2017 cobrará as questões de Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais e Direito Administrativo. Segundo o especialista, a Consulplan, tradicionalmente, cobra a literalidade das leis - quer saber também como a banca cobra Direito Eleitoral? Confira!
"O candidato não tem como ter muita referência sobre a Consulplan, pois quando são separadas as partes específicas de Direito Administrativo ou das Normas Aplicáveis aos Servidores não há muita questões para traçar um perfil. Geralmente, porém, essa organizadora pergunta de forma pontual. Muitas vezes ela faz a pergunta por meio de um contexto", explicou.
 
Consulplan será organizadora do concurso TRE-RJ 2017
Consulplan será organizadora do concurso TRE-RJ 2017

Quais tópicos são priorizados pela Consulplan?

No estudo para uma prova de Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos da Consulplan, os temas que precisam ser priorizados, na opinião de Alexandre Prado, são Lei 8.112 (Regime Jurídico Único dos Servidores), Lei 8.429 de 1992 (improbidade administrativa) e Lei 9.784 de 1999 (processo administrativo).
 
"Muito provavelmente será cobrada a literalidade dessas leis. Em relação à Lei 8.112, as partes de provimento, vacância, licenças e regimes disciplinares são as fundamentais para quem estuda para o concurso TRE-RJ da banca Consulplan. Em relação à 8.429, chamam atenção as modalidades nos atos de improbidade. Atualmente são quatro modalidades, bem como as suas sanções. Já na Lei 9.784 de 1999 destaca-se a parte do Artigo 2º, sobre princípios que regem o processo administrativo, bem como direitos e obrigações."
 
Já em Direito Administrativo, Alexandre Prado destaca as legislações e normas aplicadas, bem como entendimento do funcionamento da Administração (desde organização administrativa até atos administrativos). "A banca Consulplan é bem objetiva nas perguntas e respostas. Entretanto, se você pegar como referência a última prova feita por ela no Rio de Janeiro, que foi do TRF-RJ/ES, você vai notar um grau de dificuldade maior, porque exigiram um pouco mais dos candidatos. É necessário, portanto, ficar atento", completou.

Como estudar poucos dias antes do edital?

Nessa fase do concurso TRE-RJ 2017, com banca definida e edital previsto para os próximos dias, a recomendação de Alexandre Prado é que os candidatos estudem de forma estratégica. "Em relação às legislações, com parte normativa, Regimento Interno, Lei 8.112, Lei 8.424 e Estatuto do Portador de deficiencia, aconselho estudar por questões. Pegue tudo sobre o tema e comece a fazer resumo de perguntas e respostas, com base nessas questões.  Procure no texto normativo onde esta a resposta daquela pergunta. Isso é uma boa referência para a prova", aconselhou.
 
Já na parte de Direito Administrativo, a orientação é fazer provas anteriores. "Realize todas as provas anteriores da Consulpan, incluindo as de prefeituras e órgãos estaduais. Após isso, pegue provas da Fundação Carlos Chagas (FCC) e Fundação Getulio Vargas (FGV), que se aproximam da forma de cobrança das questões da Consulplan", orientou.
 
 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Newsletter

Sobre o concurso

Inscrições Encerradas

TRE-RJ - 2017 - Técnico e Analista

RJ
Não informado
Não informado
Não informado