Concurso TJ RJ: sindicato é contra retomada de ações presenciais

Com o objetivo de resguardar a vida dos servidores, Sindjustiça-RJ orienta pela não retomada do trabalho presencial no Tribunal de Justiça.

29/06/2020 09:10 | Atualizado: 29/06/2020 13:57

29/06/2020 09:10 | Atualizado: 29/06/2020 13:57

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Rio de Janeiro (Sindjustiça-RJ) orienta que os servidores não retornem ao trabalho presencial nesta segunda-feira, 29, na chamada ‘Greve pela vida’. Em assembleia online, 61% dos funcionários do Tribunal de Justiça optaram pela não retomada das atividades presenciais .

Outros 16% votaram contra e 22% se abstiveram. A recusa foi justificada pela falta de condições sanitárias para o trabalho presencial e para o atendimento ao público. O que, de acordo com a categoria, colocaria em risco diretamente a vida dos servidores, dos parentes idosos e familiares de grupos de risco.  

Em resposta à FOLHA DIRIGIDA, a diretora do Sindjustiça, Eliane Catta Preta, explicou que essa greve não é para paralisação no atendimento da Justiça Estadual e sim para não voltar às atividades presenciais.

Os servidores manterão o trabalho em regime remoto e os atendimentos emergenciais, como já fazem desde o início das medidas de isolamento social. “Como não temos concurso há muito tempo, muitos servidores são idosos e entram no grupo de risco. Já são 14 óbitos de funcionários públicos do tribunal”, disse Eliane Catta Preta.

TJ RJ inicia Plano de Retomada as atividades presenciais nesta segunda-feira, 29
TJ RJ inicia Plano de Retomada as atividades presenciais nesta
segunda-feira, 29 (Foto: PGE RJ)


O Sindjustiça-RJ assinalou ainda a curva ascendente de casos, com 54 mil mortes e mais de 1 milhão de infectados no Brasil. “O deslocamento do serventuário, especialmente daqueles que dependem do transporte público, só agravaria o quadro catastrófico”, disse o sindicato.

A categoria ainda não tem dados de quantos servidores aderiram ao movimento. Na primeira fase do plano de retomada, o TJ prevê o retorno de 25% dos funcionários por 15 dias, excluindo os do grupo de risco.

Em nota pública, o Tribunal de Justiça assinalou que agora é o momento de retomada gradual das atividades presenciais, com a segurança e cautela que a situação exige. 

"As instituições informam que retornarão de forma gradual e reduzida suas atividades presenciais, inicialmente com preferência aos servidores internos e aos atendimentos remotos, podendo suspendê-las se a situação sanitária assim recomendar", consta na nota. 

Quer ser aprovado no concurso TJ RJ? Descubra maneira eficaz!

Com trabalho presencial, concurso TJ RJ pode ser retomado

Em meados de junho, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro anunciou o Plano de Retorno às atividades presenciais do Poder Judiciário. Essa flexibilização das medidas de isolamento social pode ser positiva para retomada do concurso TJ RJ, suspenso pela pandemia do Coronavírus.

O retorno das atividades presenciais no tribunal será feita em etapas. As orientações constam no  Ato Normativo Conjunto 25/2020 , assinado pelo presidente do TJ, desembargador Claudio de Mello Tavares, e pelo corregedor-geral de Justiça, desembargador Bernardo Garcez.

Com a volta gradual das atividades presenciais, é possível que um novo cronograma do concurso TJ RJ seja divulgado. Uma vez que o presidente do tribunal já indicou que a seleção pode ser retomada no segundo semestre deste ano.

Claudio de Mello Tavares disse, com exclusividade à FOLHA DIRIGIDA, que as inscrições do concurso para técnicos e analistas judiciários serão reabertas. Assim como o pagamento das taxas de R$80 para técnico judiciário (cargo de nível médio) e R$100 para analista judiciário (nível superior).

"Informo que serão abertas as inscrições no momento que o concurso for retomado com ampla divulgação na mídia. O prazo de pagamento será reaberto na ocasião da retomada do concurso".

Resumo concurso TJ RJ 2020

  • Órgão: Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
  • Vagas: 160
  • Cargos: Técnico e analista judiciário
  • Remunerações: R$5.556,06 a R$9.972,05
  • Banca: Cebraspe
     

Concurso TJ RJ: oferta de 160 vagas para técnicos e analistas

Em fevereiro, foi publicado o edital do concurso TJ RJ com 160 vagas, das quais 85 para técnico judiciário, cargo de nível médio. As demais 75 oportunidades são para analista judiciário, que exige o nível superior em áreas específicas. Os ganhos são de R$5.556,06 e R$8.059.89, respectivamente.

A exceção é para analista judiciário - Execução de Mandados (oficial de justiça), cujos valores são de R$9.972,05. Inicialmente, as inscrições foram recebidas até 30 de março, pelo  site do Cebraspe , banca organizadora.

Todos os candidatos serão avaliados por provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório. Somente os inscritos a analista também serão submetidos, no mesmo dia, a exames discursivos, de caráter eliminatório e classificatório.

Segundo o edital, a aplicação seria no dia 7 de junho. O órgão, no entanto, chegou a informar uma retificação alterando a data para 21 de junho. Pelos desdobramentos da pandemia do Coronavírus, os exames foram adiados pela segunda vez.

As provas objetivas terão 60 questões, sendo 20 de Conhecimentos Gerais e 40 de Conhecimentos Específicos. O valor total do exame será de 60 pontos, de forma a conseguir a classificação quem obtiver o mínimo de 10 pontos em Conhecimentos Gerais e 20 em Conhecimentos Específicos.

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA depois da suspensão do concurso, o diretor de Gestão de Pessoas do tribunal, Gabriel Albuquerque Pinto informou que a estrutura de provas e os conteúdos programáticos serão os mesmos.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Newsletter

Sobre o concurso

Anulado / Suspenso

TJ-RJ - 2020 - servidores

RJ
Até R$8059,89
Fund...
160 vagas