Concurso TJ RJ: confira as novidades do edital republicado

Folha Dirigida traz as principais mudanças com a reabertura do concurso TJ RJ para técnicos e analistas judiciários. Veja os detalhes!

07/10/2021 06:14 | Atualizado: 07/10/2021 09:22

07/10/2021 06:14 | Atualizado: 07/10/2021 09:22

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro retomou o concurso TJ RJ, que estava suspenso desde março de 2020 pela pandemia do Coronavírus. Um novo edital foi publicado no dia 30 de setembro com retificações, datas para reabertura das inscrições e aplicação das provas.

Mas o que mudou em relação ao primeiro edital divulgado em fevereiro de 2020? Folha Dirigida reuniu essas informações a seguir. Confira:

Número de vagas

A mudança mais visível entre os editais é quanto ao número de vagas. No documento publicado em 2020, a oferta do concurso era de 160 vagas imediatas. Porém, o quantitativo foi reduzido para 132 oportunidades.

Segundo o órgão, a pandemia da Covid-19 trouxe novas necessidades, sobretudo para recompor os quadros de Tecnologia da Informação.

Dessa forma, o tribunal realizou um estudo para redimensionar a oferta do concurso para as atuais demandas de pessoal. Veja a diferença na oferta:

CargosVagas previstas no edital de fevereiro de 2020Alteração após a pandemia
Técnico judiciário (nível médio)
Técnico de atividade judiciária8510
Analista judiciário (nível superior)
Analista judiciário sem especialidade3110
Analista judiciário - execução de mandados (Oficial de Justiça)105
Analista judiciário - psicólogo510
Analista judiciário - assistente social510
Analista judiciário - comissário da Infância55
Analista judiciário - médico66
Analista judiciário - contador25
Analista judiciário - médico psiquiatra 11
Analista judiciário - analista de gestão de TIC15
Analista judiciário - analista de infra. de TIC217
Analista judiciário - analista de Negócios215
Analista judiciário - analista de projetos14
Analista judiciário - analista de Segurança de Informação212
Analista judiciário - analista de Sistema217
TOTAL DE VAGAS160132

Para técnico judiciário, por exemplo, a oferta foi de 85 para 10 vagas. Tal mudança reduziu também a distribuição das oportunidades por comarca. Confira na tabela a seguir:

Vagas de técnico judiciário (nível médio): 

Como eraxComo ficou
Região e comarcaNº de vagasRegião e comarcaNº de vagas
1ª Região - Rio de Janeiro331ª Região - Rio de Janeiro3 + CR (Cadastro de reserva)
2ª Região - Niterói92ª Região - Niterói 1 + CR
3ª Região - Petrópolis 73ª Região -1 + CR
4ª Região - Duque de Caxias84ª Região - Duque de Caxias 1 + CR
5ª Região - Volta Redonda65ª Região - Volta Redonda1 + CR
6ª Região - Campos dos Goytacazes76ª Região - Campos dos Goytacazes1 + CR
7ª Região - Vassouras 17ª Região - TeresópolisCR
8ª Região - Itaguaí58ª Região - Angra dos ReisCR
9ª Região - Nova Friburgo49ª Região - Nova Friburgo1 + CR
10ª Região - Itaperuna10ª Região - ItaperunaCR
11ª Região - Cabo Frio11ª Região - Cabo Frio1+ CR

A comarca do Rio de Janeiro se manteve em destaque, com o maior número de vagas disponível para técnico judiciário.

Cotas do concurso TJ RJ

Com a diminuição das vagas imediatas para técnico, o concurso não oferece mais reserva nas cotas de pessoas com deficiência, negros, índios e candidatos hipossuficientes.

No entanto, o edital determina que das vagas destinadas ao cargo/região e das que forem criadas durante o prazo de validade do concurso, 5% serão providas para pessoas com deficiência, 20% para negros e índios e 10% para candidatos com hipossuficiência econômica.

Salário dos aprovados

Em relação a 2020, os salários dos servidores do TJ RJ tiveram um aumento. No mês de maio deste ano, o tribunal aprovou reajuste nos valores dos benefícios. A partir disso, as remunerações iniciais dos aprovados no concurso serão:

Técnico judiciário (nível médio): R$5.750,06, sendo R$3.870,06 de vencimento básico, R$1.440 de auxílio-alimentação e R$440 de auxilio locomoção (R$20 por dia útil, considerando 22 dias úteis).

Analista judiciário (nível superior): R$8.253,89, sendo R$6.373,89 de vencimento básico, R$1.440 de auxílio-alimentação e R$440 de auxilio locomoção (R$20 por dia útil, considerando 22 dias úteis).

Analista – Execução de Mandados - Oficial de justiça (nível superior): R$10.166,05, já que esses servidores recebem também a Gratificação de Atividade Externa (GAE), que representa 30% sobre o vencimento oferecido ao cargo (R$1.912,16).

Inscrições reabertas

Quando o concurso foi aberto pela primeira vez, muitas pessoas não conseguiram pagar a taxa de inscrição porque os bancos estavam fechados pelo lockdown. Por esse motivo, o tribunal resolveu reabrir as inscrições. 

Os interessados podem se cadastrar até a próxima quarta-feira, 13 de outubro, pelo  site do Cebraspe , organizador do concurso. O primeiro passo será preencher o formulário com todos os dados solicitados.

Depois, gerar o boleto e pagar a taxa de R$80 para técnico (nível médio) e R$100 para analista (nível superior). O pagamento poderá ser efetuado até o dia 5 de novembro. 

ATENÇÃO! De acordo com o TJ, as inscrições realizadas em 2020 e com pagamento da taxa efetuado estão mantidas. Não é necessário fazer um novo procedimento. 

Locais de provas

Os candidatos do concurso TJ RJ serão avaliados por provas objetivas. Somente para o cargo de analista judiciário também será cobrada, no mesmo dia, uma prova discursiva. A aplicação está marcada para 5 de dezembro.

Inicialmente, as provas seriam realizadas nos municípios de: Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Itaperuna, Niterói, Nova Friburgo, Petrópolis, Rio de Janeiro e Volta Redonda.

Com a publicação do edital de retomada do concurso, as cidades de Angra dos Reis e Teresópolis foram incluídas como locais de prova.

O novo edital não informou quais serão as práticas e cuidados diante da pandemia da Covid-19. A expectativa é que um documento seja publicado apenas com essas orientações e protocolos.

Conteúdos das provas

O conteúdo programático do concurso TJ RJ passou por atualizações com a republicação do edital. Sobretudo na parte de Legislação.

► A Consolidação Normativa, por exemplo, foi revogada. No lugar, entrou o Código de Normas.

► A Resolução 1/2017 também foi revogada. No lugar, entrou a Resolução 3/2021.

A professora de Legislação na Folha Cursos, Raquel Tinoco, tranquiliza os candidatos. Ela explica que foram feitas muitas modificações, mas se manteve muito do teor antigo.

“A essência do que você estudou está ali presente", resume a professora.

Com a retomada do concurso e do mês das provas, não há mais razão para postergar os estudos. Você sabia que a Folha Dirigida também tem cursos preparatórios para o TJ RJ?

Folha Cursos traz videoaulas exclusivas, apostilas e questões comentadas para te ajudar no caminho até a posse. 

Estude para o concurso TJ RJ

Cadastro de reserva

Por mais que o concurso vise ao preenchimento de 132 vagas imediatas, 3.408 aprovados serão classificados e vão figurar no resultado final do concurso. Esses habilitados poderão ser convocados durante o prazo de validade da seleção, de dois anos, podendo dobrar.

Para técnico judiciário, de nível médio, os candidatos serão avaliados somente por prova objetiva. Os primeiros 1.700 mais bem classificados, levando em consideração as 11 comarcas, vão fazer parte do cadastro de reserva e, consequentemente, figurar do resultado final.

Ou seja, não basta apenas atingir os critérios de aprovação (obter nota igual ou superior a dez em Conhecimentos Gerais e 20 em Conhecimentos Específicos) para fazer parte do cadastro. É preciso também estar aprovado dentro do quantitativo especificado em cada comarca.

A distribuição de aprovados por comarca não sofreu alteração, por mais que o número de vagas imediatas para técnico tenha mudado. É a seguinte:

  • 1ª região – 660;
  • 2ª região – 180;
  • 3ª região – 140;
  • 4ª região – 160;
  • 5ª região – 120;
  • 6ª região – 140;
  • 7ª região– 20;
  • 8ª região – 100;
  • 9ª região – 80;
  • 10ª região – 20;
  • 11ª região – 80.

Para analistas, o número de aprovados com possibilidade de constar no cadastro de reserva teve aumento. Foi de 1.623 para 1.708, levando em consideração o quantitativo de especialidade por comarcas.

Assim como os técnicos, não bastará somente atingir os critérios mínimos de aprovação na avaliação de múltipla escolha (obter nota igual ou superior a dez em Conhecimentos Gerais e 20 em Conhecimentos Específicos) para se habilitar à próxima etapa e figurar no resultado final.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...