7 motivos para você estudar para o concurso TJ RJ em 2021

Veja 7 motivos para estudar para o concurso TJ RJ da área de apoio em 2021. Seleção deve ser retomada em breve.

26/06/2021 12:55 | Atualizado: 06/07/2021 14:09

26/06/2021 12:55 | Atualizado: 06/07/2021 14:09

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro segue com o concurso TJ RJ para área de apoio suspenso em decorrência da pandemia da Covid-19. Contudo, esta é uma das seleções mais certas de acontecerem no estado fluminense.

Para mostrar isso, Folha Dirigida traz 7 motivos para você apostar no concurso e se preparar ou manter a sua dedicação. Confira a seguir!

+Participe do grupo Prepara TJ RJ. É GRATUITO e EXCLUSIVO!

1. TJ RJ já retoma concursos públicos

O primeiro ponto é que os órgãos estaduais e o próprio tribunal já se movimentam para a retomada dos processos seletivos. O concurso TJ RJ de juiz, por exemplo, teve as provas remarcadas para julho.

Tal aplicação dos exames pode servir como teste e termômetro para que o Poder Judiciário avalie se é o momento adequado para retomar o concurso para técnicos e analistas do TJ.

2. Avanço da vacinação e maior possibilidade de aplicação de provas

O avanço da vacinação contra a Covid-19 no país, sobretudo no Estado do Rio de Janeiro, é outro ponto a se considerar. 

Com a imunização coletiva, a aplicação de provas de concursos será facilitada. E o TJ RJ deve embarcar nisso, retomando a sua seleção da área de apoio. 

Em paralelo a isso, já observa-se no país a aplicação de provas de concursos, como por exemplo de seleções da área Militar, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. No Estado do Rio o TCE também aplicou suas provas.

Aos candidatos isso deve significar um alerta, Ou seja, a proximidade da retomada e, portanto, da nova data da avaliação é grande. Quem sonha com uma vaga deve estar preparado.

3. Chegar mais preparado e seguro para as provas

Por falar em preparação, quem não quer chegar seguro e com toda a matéria estudada no dia da prova de um concurso esperado? 

Esse é o sonho de todo candidato, mas que nem sempre - quase nunca - é possível de ser realizado. Isso porque os editais costumam proporcionar apenas de 60 a 90 dias entre a publicação do programa oficial do concurso e a aplicação das provas. 

A maioria dos candidatos chega a um exame com tópicos que não dominam muito.

O concurso TJ RJ também traz essa vantagem aos concorrentes, que, desde 2020, estudam pelo programa oficial do concurso. A chance de chegar na prova com o conteúdo 'zerado' é grande. Mas é preciso iniciar os estudos logo!

4. Remunerações de até R$10 mil

Os atrativos das carreiras no Tribunal de Justiça do Rio não poderiam ficar de fora dessa lista. São muitas e vão ajudar você a superar qualquer obstáculo ou desânimo na preparação.

Recentemente, o tribunal reajustou os auxílios alimentação e transporte dos servidores, o que trouxe aumentos nos ganhos mensais. Confira os valores!

Técnico judiciário (nível médio): R$5.750,06, sendo R$3.870,06 de vencimento básico, R$1.440 de auxílio-alimentação e R$440 de auxilio locomoção (R$20 por dia útil, considerando 22 dias úteis).

Analista judiciário (nível superior): R$8.253,89, sendo R$6.373,89 de vencimento básico, R$1.440 de auxílio-alimentação e R$440 de auxilio locomoção (R$20 por dia útil, considerando 22 dias úteis).

Analista – Execução de Mandados - Oficial de justiça (nível superior): R$10.166,05, já que esses servidores recebem também a Gratificação de Atividade Externa (GAE), que representa 30% sobre o vencimento oferecido ao cargo (R$1.912,16).

5. Muitos cargos vagos

Um ponto a levar em consideração é que o tribunal tem dezenas de cargos vagos e precisará retomar o concurso para preencher as vacâncias e manter a prestação de serviços.

Desta forma, quem mantiver uma preparação contínua e não cessar os estudos poderá sair na frente da concorrência. E conquistar a tão sonhada vaga no serviço público!

6. Uso expressivo do cadastro de reserva

Concursos de tribunais são interessantes pois tradicionalmente convocam muitos aprovados. No TJ RJ não é diferente.

Em entrevista à Folha Dirigida, o diretor de Gestão de Pessoas do tribunal, Gabriel Albuquerque, reforçou o desejo de chamar esses excedentes no decorrer do prazo de validade da seleção.

“O tribunal sempre utiliza do cadastro de reserva. Não faria nenhum sentido fazermos um concurso para apenas 160 pessoas. Mas isso dependerá das administrações que irão suceder a atual. Se analisarmos historicamente o tribunal faz uso do seu cadastro de reserva, de forma expressiva”, apontou.

Neste caso é bom lembrar também que, além de um cadastro de reserva que deverá ser bastante utilizado, o concurso do TJ RJ já tem um número significativo de vagas imediatas. No total, são oferecidas 160 vagas imediatas.

Ao todo, foram disponibilizadas 160 vagas imediatas, sendo 85 são para técnico judiciário, carreira de nível médio.

As demais 75 oportunidades são para analista judiciário, que tem como requisito o nível superior em áreas específicas. Em março, depois do aumento de casos de Coronavírus no Estado, o tribunal suspendeu o concurso.

7. Capacitação e diversos benefícios

O tribunal é conhecido também por proporcionar aos seus servidores muitos benefícios. Confira!

  • Auxílio-Alimentação – R$1.440
  • Auxílio-Locomoção – R$440 (considerando R$20 por dia útil)
  • Auxílio-Saúde – AMIL BLUE IV (Integral)
  • Auxílio-Adoção – 3 a 5 salários mínimos
  • Auxílio-Creche – R$ 1.238,11* (até 6 anos de idade)
  • Auxílio-Doença – 1 vencimento
  • Auxílio Educação – R$ 1.238,11* (dos 7 aos 24 anos de idade)
  • Auxílio-Funeral – R$ 2.271,54
  • Adicional por tempo de serviço (concedido a cada 3 anos – triênio)

A capacitação dos servidores por meio de cursos é outro atrativos das carreiras.

Sede do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Concurso TJ RJ para técnicos e analistas deve ser reaberto em
​​​​breve (Foto: Diego Santos/Folha Dirigida)

Folha Dirigida lança grupo de desafios para o TJ RJ

Por conta da proximidade da retomada do concurso TJ RJ, a Folha Dirigida lançou o grupo ‘Prepara TJ RJ’. Serão oferecidos materiais gratuitos e três lives exclusivas sobre carreira, materiais e o que estudar para o concurso do TJ do Rio.

O grupo tem como objetivo preparar e trazer o conhecimento sobre o cargo de “Técnico Judiciário sem especialidade” para todos os interessados em conquistar a aprovação nesse concurso.

Com isso, diferentes especialistas estarão presentes neste grupo, sob comando de Douglas Schneider, mestre em Administração Pública, professor para cursos  desde 2016, Servidor Público Federal e diretor acadêmico da Folha Cursos. O detalhe é que o grupo é GRATUITO

Participe do grupo Prepara TJ RJ: 


Concurso TJ RJ tem 160 vagas para técnicos e analistas

edital do concurso TJ RJ para área de apoio foi publicado em fevereiro de 2020. Ao todo, foram disponibilizadas 160 vagas imediatas, sendo 85 são para técnico judiciário, carreira de nível médio.

As demais 75 oportunidades são para analista judiciário, que tem como requisito o nível superior em áreas específicas. Em março, depois do aumento de casos de Coronavírus no Estado, o tribunal suspendeu o concurso.

Desde então, não foi publicado um novo cronograma para o processo seletivo. O Cebraspe é a banca organizadora. Os aprovados no próximo concurso TJ RJ terão direito a salários reajustados.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro aumentou, em maio, os valores dos benefícios concedidos aos servidores.

O auxílio-alimentação, por exemplo, passou de R$1.290 para R$1.440. Já o auxílio-locomoção foi de R$18 para R$20 por dia. Os valores foram confirmados à Folha Dirigida pela Assessoria de Imprensa do TJ do Rio.

Com isso, as remunerações iniciais dos servidores do TJ RJ serão:

Técnico judiciário (nível médio): R$5.750,06, sendo R$3.870,06 de vencimento básico,  R$1.440 de auxílio-alimentação e R$440 de auxilio locomoção (R$20 por dia útil, considerando 22 dias úteis).

Analista judiciário (nível superior): R$8.253,89, sendo R$6.373,89 de vencimento básico, R$1.440 de auxílio-alimentação e R$440 de auxilio locomoção (R$20 por dia útil, considerando 22 dias úteis).

Analista – Execução de Mandados - Oficial de justiça (nível superior): R$10.166,05, já que esses servidores recebem também a Gratificação de Atividade Externa (GAE), que representa 30% sobre o vencimento oferecido ao cargo (R$1.912,16).

Na retomada do concurso, a estrutura de provas será mantida. Assim como as disciplinas. Todos os candidatos serão avaliados por provas objetivas com 60 questões, sendo 20 de Conhecimentos Gerais e 40 de Conhecimentos Específicos.

Somente os concorrentes a analista judiciário ainda serão submetidos a provas discursivas. A etapa consistirá na elaboração de um texto a respeito de temas relacionados aos conhecimentos específicos de cada especialidade. 

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...