Concurso TJ-AM: saem locais de prova para assistentes e analistas

Os candidatos do concurso TJ-AM para assistentes e analistas judiciários já podem consultar os locais de aplicação da prova objetiva.

30/09/2019 08:44 | Atualizado: 01/10/2019 09:58

30/09/2019 08:44 | Atualizado: 01/10/2019 09:58

O Tribunal de Justiça do Amazonas divulgou a convocação para as provas objetivas do concurso TJ-AM, a serem realizadas no dia 13 de outubro. Os locais de aplicação já estão disponíveis para consulta, pelo site do Cebraspe , banca organizadora.

Para os candidatos a analista judiciário, cargo de nível superior, as avaliações serão no período da manhã, às 8h, com duração de quatro horas.

Já para os concorrentes a assistente judiciário, de nível médio, os exames serão à tarde, às 15h. Eles terão três horas e 30 minutos para responderem as questões.

A organização do concurso orienta chegar ao local designado com uma hora de antecedência. Os participantes devem levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, comprovante de inscrição e documento de identidade original.

Não será permitido o uso de aparelhos eletrônicos, relógios, lápis, marca-texto, borracha e acessórios de chapelaria. Os alimentos deverão ser guardados em embalagens com materiais transparentes.

TJ-AM realiza novo concurso com vagas para assistentes e
analistas judiciários (Foto: Divulgação/TJ-AM)

 

As provas objetivas do concurso TJ-AM, de caráter eliminatório e classificatório, serão compostas por Conhecimentos Básicos e Específicos. Os candidatos terão que julgar sentenças como ‘certas’ ou ‘erradas’.

De acordo com o método de avaliação do Cebraspe, uma questão errada anula a pontuação de uma questão certa. Isto é, conforme o gabarito oficial divulgado pela banca. Para o cargo de assistente judiciário sem especialidade, por exemplo, a distribuição será da seguinte forma:

Conhecimentos Básicos – assistente judiciário:

  • Língua Portuguesa – 14 questões;
  • Geografia do Amazonas – 5 questões;
  • Legislação Institucional e do Poder Judiciário – 10 questões;
  • Acessibilidade – 5 questões;
  • Noções de Informática e Processo Digital – 6 questões.

Conhecimentos Específicos – assistente judiciário:

  • Noções de Direito Administrativo – 12 questões;
  • Noções de Direito Constitucional – 12 questões;
  • Direito Processual Civil – 12 questões;
  • Direito Processual Penal – 12 questões;
  • Noções de Administração – 12 questões.

+Assine a Folha Dirigida e aumente suas chances de aprovação
+ Concurso TJ-AM: edital tem mudanças nas vagas, salários e questões

Concurso TJ-AM: 11 mil concorrem nas cotas de negros e PCDs

O número total de inscritos do concurso TJ-AM ainda não foi divulgado. Porém, o quantitativo de participantes nas cotas e de isentos da taxa de inscrição indicam que a seleção será concorrida.

Conforme listagem publicada pelo Cebraspe , mais de 10 mil pessoas se autodeclararam negros. Além disso, 1.200 tiveram a candidatura aceita para cota de pessoas com deficiência . Outras 400 terão atendimento especial no dia das provas.

O Cebraspe, banca organizadora, revelou à FOLHA DIRIGIDA que foram concedidas 20.929 isenções da taxa de inscrição, após os recursos.

Puderam solicitar o benefício membros de famílias de baixa renda, inscritos no programa CadÚnico; doadores de sangue; trabalhadores de qualquer regime legal com renda mensal de até três salários mínimos; desempregados.

O valor foi de R$90 para cargos de assistente (nível médio) e R$150 para analista (nível superior). A oferta do concurso TJ-AM é de 160 vagas. Desse total, 140 são para assistente judiciário, em que é necessário ter o ensino médio completo. A remuneração inicial é de R$4.840.70.

As outras 20 oportunidades são para a carreira de analista judiciário, que exige nível superior na área de interesse. Os vencimentos em início de carreira são de R$9.428,49. Os servidores também recebem auxílio-alimentação e auxílio-saúde.

+ Concurso TJ-AM registra mais de 20 mil isentos da taxa de inscrição

Concurso TJ-AM terá mais de 3 mil aprovados para as vagas

Além das 160 vagas imediatas, o concurso para o Tribunal de Justiça do Amazonas formará cadastro com mais de 3 mil aprovados. Eles poderão ser chamados no decorrer do prazo de validade da seleção, de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período. Os dados constam no editalcomo na tabela abaixo:

CargoComarcasEspecialidadesNº máximo de aprovados*
Assistente judiciário (nível médio)Capital - 127 vagasSem especialidade (100 vagas)2.000
Programador (10 vagas)200
Suporte ao Usuário de Informática (15 vagas)300
Técnico de Segurança do Trabalho (2 vagas)40
Interior - 13 vagasAssistente judiciário geral (11 vagas)220
Suporte ao Usuário de Informática (2 vagas)40
Analista judiciário (nível superior)Capital - 20 vagasAnalista de sistemas (4 vagas)100
Arquivologia (1 vaga)20
Biblioteconomia (1 vaga)20
Contabilidade (2 vaga)60
Direito (2 vagas)40
Engenharia Civil (2 vagas)40
Estatística (1 vaga)20
Médico do Trabalho (1 vaga)20
Psicologia (2 vagas)40
Oficial de Justiça Avaliador (2 vagas)40
Serviço Social (2 vagas)40
TOTAL160 vagas-3.240 aprovados

*Presente no item 11 do edital.

Os 3.240 aprovados pelo resultado final do concurso TJ-AM incluem as 160 vagas imediatas. Por isso, apenas o cadastro de reserva terá 3.080 candidatos aptos para convocação na validade da seleção.

Newsletter

Newsletter

Quer receber novidades sobre concursos?

Quer receber diretamente no seu e-mail as principais notícias dos concursos da sua região?

E de quebra dicas para seus estudo? Cadastre-se gratuitamente na newsletter FD para ter tudo isso!

Sobre o concurso

Inscrições Encerradas

TJ-AM - 2019 - Servidores

AM
Até R$8936,96
Fund...
160 vagas