TCE-RJ forma comissão organizadora do concurso para analistas
A comissão organizadora do concurso TCE-RJ, para analista de controle externo, já está formada. Edital em breve.
01/04/2019 06:39 | Atualizado: 01/04/2019 10:26
01/04/2019 06:39 | Atualizado: 01/04/2019 10:26

Saiu a comissão do concurso TCE-RJ 2019. Em publicação no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira, dia 1º, o  Tribunal de Contas do Rio de Janeiro (TCE-RJ) instituiu o grupo de trabalho que ficará à frente dos preparativos do concurso para analistas de controle externo.

Conforme adiantado pela FOLHA DIRIGIDA, o conselheiro Rodrigo Melo do Nascimento presidirá a comissão. Com o grupo formado, o próximo passo será a elaboração do regulamento do concurso.  Em seguida, deverá ser realizado um processo licitatório para contratação de uma banca. A comissão acompanhará todas as etapas do concurso até sua homologação.

A seleção visará ao preenchimento de vagas para cargo de analista de controle externo, cuja exigência é o nível superior. Serão ofertadas 40 vagas. As especialidades contempladas no concurso ainda não foram informadas.

A remuneração para este cargo pode chegar a R$16.998,21. O valor é composto pelo vencimento, de R$7.410,17 mais a gratificação de controle externo, de R$6.298,64, o que soma um valor de R$13.708,81.  

Além disso, os servidores têm direito a benefícios, como auxílios-saúde (R$726), alimentação (R$1.064,80), transporte (R$314,60). Há ainda o auxílio-educação de R$1.174.  O auxílio é concedido a cada dependente, respeitando o limite de até três pessoas.

Como todos os benefícios, o analista pode elevar seus ganhos a R$16.998,21 no início da carreira. A remuneração ainda pode aumentar com as progressões na carreira.

O cargo de analista é dividido entre as áreas Organizacional e de Controle Externo, cada uma com várias especialidades. Apesar de o tribunal ainda não ter informado qual serão as áreas contempladas para o próximo concurso, a expectativa é que sejam oferecidas vagas nas área de TI, Administração em Saúde, Controle Externo, Direito e outras, como na seleção anterior. 

Fachada do TCE-RJ
Concurso terá oferta de 40 vagas para analistas (Foto: Divulgação)
 

Concurso TCE-RJ foi autorizado em março

A autorização para o concurso foi anunciada em uma sessão plenária, realizada no dia 13 de março.  Na ocasião, a presidente do tribunal, Mariana Montebello, disse que o concurso é necessário por conta do grave déficit de pessoal da área finalística do órgão.

“A realização do certame, neste momento, revela-se oportuna e que se justifica pelo carente e desfalcado quadro de servidores desta corte de contas", informou. 

Ainda durante a sessão, a presidente confirmou que há recursos previstos no Orçamento de 2019 para as despesas do concurso, como a contratação de banca organizadora. "O processo também foi submetido à Secretaria-Geral de Planejamento, que informou que o Orçamento de 2019 comporta as despesas para a contratação de 40 analistas."

No último dia 19 de março, o gabinete do presidente da comissão confirmou à FOLHA DIRIGIDA que os preparatidos do concurso já foram iniciados, mas ainda não há previsão de quando o edital será publicado. De acordo com as informações cedidas pelo gabinete, os trâmites para a elaboração do documento deve demorar alguns meses.

 TCE-RJ: especialista pede disciplina e dedicação nos estudos
 Concurso TCE-RJ para área de apoio: como estudar?

Último concurso foi realizado há sete anos

O último concurso para a área de apoio do TCE-RJ foi realizado em 2012 e contou com 100 vagas, nos níveis médio e superior. Desse total, 89 eram para o cargo de analista de controle externo. As vagas foram dividas pelas seguintes especialidades: 

  • Administração em Saúde (cinco vagas)
  • Ciências Contábeis (sete)
  • Controle Externo (24)
  • Direito (15)
  • Engenharia Civil (24)
  • Tecnologia da Informação (sete)
  • Organizacional (seis)
  • Pedagogia (uma)

Inicie desde já sua preparação

Confira dicas de estudo para concursos

Os candidatos do concurso foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas. Além disso, os concorrentes foram submetidos a uma avaliação de títulos. 

A prova objetiva foi composta por 100 questões, sendo 40 de Conhecimentos Básicos e 60 de Conhecimentos Específicos. Já a prova discursiva consistia em elaborar uma redação e responder mais quatro questões, de Conhecimentos Específicos.

Quando começar a estudar para concurso? 

Quer receber novidades sobre concursos?
Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!
Newsletter
Receba notícias recomendadas para você!
É só se cadastrar e seguir concursos de seu interesse para receber notícias exclusivas direto na sua página inicial.
icon