Concurso Senado: Casa já tem consenso sobre banca a ser contratada

De acordo com fontes ouvidas por FOLHA DIRIGIDA, Senado Federal já tem consenso sobre banca do concurso Senado com 40 vagas.

29/07/2020 09:25 | Atualizado: 29/07/2020 09:32

29/07/2020 09:25 | Atualizado: 29/07/2020 09:32

O Senado Federal está a poucos dias de revelar o nome da banca organizadora de seu novo concurso com 40 vagas nos níveis médio e superior. De acordo com fontes ouvidas por FOLHA DIRIGIDA, já existe um consenso em torno de uma instituição para ser contratada.

O Cebraspe (antigo Cespe/UnB) é a banca cotada para a organização do concurso Senado. FOLHA DIRIGIDA entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do Senado para confirmar o nome da organizadora como favorita. O setor, até a última atualização deste conteúdo, não respondeu.

No início de julho, a comissão examinadora concluiu a análise das propostas técnicas recebidas de oito bancas interessadas em organizar o concurso Senado. 

Depois do exame dos requisitos jurídicos, técnicos, econômico-financeiros e de regularidade fiscal e trabalhista, três foram habilitadas: Cebraspe, Fundação Getulio Vargas (FGV) e o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan).

Senado Federal, em Brasília
Senado Federal escolhe banca organizadora de novo concurso com 
40 vagas (Foto: Agência Senado)

 

"Para a assinatura do contrato, serão observadas as normas procedimentais estabelecidas pelo  Ato da Diretoria-Geral nº 9/2015 , que estabelece o Regulamento de Compras e Contratações do Senado Federal, e a assinatura do contrato somente ocorrerá após a deliberação das autoridades competentes", constava em nota enviada à reportagem.

Em enquete com os leitores da FOLHA DIRIGIDA, de 14 a 20 de julho, o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) ficou na liderança com 65,8% dos votos

No segundo lugar, ficou a FGV com 21,4%. O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial (Idecan) ficou em terceiro com 12,8% na preferência dos leitores.

Quais bancas estavam na disputa?

Ao todo, oito bancas estavam na disputa para organizar o concurso do Senado Federal:

  • Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe);
  • Instituto Acesso de Ensino, Pesquisa, Avaliação, Seleção e Emprego;
  • Instituto AOCP;
  • Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC);
  • Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan);
  • Instituto Mais de Gestão e Desenvolvimento Social (Imais);
  • Fundação Getúlio Vargas (FGV);
  • FUNRIO - Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).

A banca organizadora contratada será responsável por receber as inscrições do concurso e aplicar as etapas, como provas objetivas.

+ Quer passar em concursos públicos? Saiba como!
+ Especial Dicas Senado tem primeiro episódio no ar. Tire dúvidas de Informática

Concurso Senado: quando o edital será publicado?

O Senado Federal ainda não informou uma data para divulgação do edital, em função do Coronavírus e da crise econômica atual. 

"Considerando a crise de saúde pública atual e o rito procedimental para formalização do contrato, não há previsão para publicação do Edital de Abertura", disse Roberci Ribeiro, presidente da comissão examinadora.

Segundo Ribeiro, o recomendado seria finalizar o concurso Senado este ano. Isso porque a lei orçamentária de 2020 estima o provimento dos 40 aprovados. Para ele, não há como saber se essa reserva também estará no Orçamento do próximo ano.

Ribeiro ainda destacou que o conteúdo programático das provas passou por reformulação, desde o último concurso realizado pelo Senado, inclusive com a inclusão de novas disciplinas.

Por isso, orientou que os candidatos "busquem ampliar seu conhecimento com as disciplinas e questões pertinentes à carreira pretendida". 

A previsão da comissão examinadora é que o concurso atraia cerca de 100 mil inscritos. Por mais que a lotação dos aprovados seja em Brasília, no Senado Federal, a tendência é que as provas sejam aplicadas nas capitais dos 26 brasileiros e no Distrito Federal. 

+ Concurso Senado concorrência: veja histórico do número de inscritos
Concurso Senado: professor orienta estudo sobre Regimento

Resumo concurso Senado 2020

  • Órgão: Senado Federal
  • Vagas: 40
  • Cargos: técnico legislativo, advogado e analista legislativo
  • Requisitos: níveis médio e superior
  • Banca: em definição

Quanto ganha um aprovado no concurso Senado?

Em outubro de 2019, foi publicada a autorização do novo concurso Senado. O aval é para o preenchimento de 40 vagas em cargos dos níveis médio e superior. Desse quantitativo, 24 serão para técnico legislativo na especialidade de policial legislativo.

A carreira requer o ensino médio completo para inscrição e oferece vencimentos de R$20.410,07. O que indica cerca de 19 vezes o valor do salário mínimo atual, de R$1.045.

Serão disponibilizadas também quatro oportunidades para advogado. Graduados em Direito poderão ter remunerações iniciais de R$34.443,96, se aprovados no concurso. Isso representa mais de 32 vezes o valor do salário mínimo.

Ainda serão abertas 12 chances para analista legislativo, em especialidades com exigência de nível superior em ramos específicos. Como Administração (duas), Arquivologia (uma), Assistência Social (uma), Contabilidade (uma), Enfermagem (uma). 

Assim como Informática Legislativa (uma), Processo Legislativo (duas), Registro e Redação Parlamentar (uma), Engenharia do Trabalho (uma), Engenharia Eletrônica e Telecomunicações (uma). Nesse caso, os ganhos atuais são de R$26.880,04, equivalente a mais de 25 salários mínimos.

Todos esses valores das remunerações do Senado já incluem o auxílio-alimentação de R$982,28, como podemos ver na tabela abaixo:

CarreirasVencimentoAuxílio-alimentaçãoRemuneração total
PolicialR$19.427,79R$982,28R$20.410,07
AnalistaR$25.897,76R$982,28R$26.880,04
AdvogadoR$33.461,68R$982,28R$34.443,96

 

Tais valores passaram por reajuste e são referentes ao mês de abril de 2020. Os aprovados no concurso Senado também têm direito a R$147,83 de auxílio-transporte, R$676 de assistência médica e odontológica, R$831,95 de assistência pré-escolar.

Além de exames periódicos e capacitações. Os servidores são contratados pelo regime estatutário, que garante a estabilidade empregatícia.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Newsletter

Sobre o concurso

Previsto

Senado Federal - 2020 - 40 vagas

DF...
Não informado
Fund...
Não informado