Concurso Sefaz ES: secretário fala sobre cadastro reserva e provas

O secretário da Fazenda do Espírito Santo, Rogelio Pegoretti, falou sobre o concurso Sefaz ES e deu detalhes sobre as provas e o uso do CR.

09/06/2021 08:13

09/06/2021 08:13

Na noite da última terça-feira, 8, em transmissão nas redes sociais, o secretário da Fazenda do Espírito Santo, Rogelio Pegoretti, falou sobre o concurso Sefaz ES, que está com inscrições abertas. Temas como a carreira de auditor fiscal, provas e uso do cadastro reserva foram abordados.

Como adiantado por Folha Dirigida, a intenção da Secretaria da Fazenda do Espírito Santo é zerar o cadastro de reserva, nomeando assim os 150 aprovados (50 nas vagas imediatas e 100 na reserva). 

O uso do cadastro, no entanto, vai depender do aval do Governo do Estado. Desta forma, Pegoretti disse que só pode prometer a chamada de todos os aprovados nas vagas imediatas. 

"O cadastro reserva tem grande chance de ser zerado sim, essa é a nossa intenção [...] O que eu posso prometer é nomear os aprovados (nas vagas imediatas) rapidamente", disse o secretário. 

Ainda segundo o secretário, boa parte dos aprovados irá trabalhar, principalmente, na fiscalização e no trânsito de mercadorias. Conforme o edital, após a nomeação, o candidato optará pelas vagas oferecidas pela Subsecretaria da Receita, prevalecendo como critério de lotação a classificação geral final no concurso.

Durante a transmissão, o secretário também afirmou que, além do salário de R$12.492,19, os aprovados contam com R$300 de auxílio-alimentação. Há ainda uma bonificação semestral que pode beneficiar os servidores com ganhos de, aproximadamente, R$7 mil.

Em relação às provas, Rogelio Pegoretti esclareceu que medidas sanitárias serão tomadas. Ainda segundo ele, existe a possibilidade dos exames ocorrerem em outras cidades, no entanto, essa aplicação ficará restrita à Região Metropolitana, em cidades como Vila Velha e Serra.

Confira a live completa do secretário aqui!

Prepare-se para o concurso Sefaz ES com a Folha Cursos

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

Concurso Sefaz ES recebe inscrições até julho

As inscrições para o concurso Sefaz ES seguem abertas até as 16h do dia 5 de julho, no  site da Fundação Getulio Vargas (FGV),  banca organizadora. Para participar é preciso pagar uma taxa de R$87.

O concurso visa ao preenchimento de 150 vagas, sendo 50 imediatas e 100 para a formação de um cadastro de reserva, no cargo de auditor fiscal da receita estadual.

Para concorrer, é preciso ter o nível superior completo em qualquer área. Os aprovados terão ganhos iniciais de R$12.492,19, para jornada de 40 horas, conforme o regime estatutário.

Inscrições abertas para o concurso Sefaz ES (Foto: Sefaz ES)
Concurso Sefaz ES oferece 150 vagas
(Foto: Sefaz ES)

Resumo do concurso

  • Órgão: Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo (Sefaz ES)
  • Cargos: auditor fiscal
  • Vagas: 150, sendo 50 imediatas e 100 em cadastro de reserva.
  • Requisito: nível superior em qualquer área
  • Banca: Fundação Getulio Vargas (FGV)
  • Remuneração: R$12.492,19
  • Inscrições: 31 de maio a 5 de julho
  • Provas: 29 de agosto

Confira as etapas e disciplinas das provas

Os candidatos do concurso Sefaz ES serão avaliados por meio de provas objetivas, redação e exame de títulos. As avaliações serão realizadas, preferencialmente, na cidade de Vitória, no Espírito Santo.

A parte de Conhecimentos Específicos da prova objetiva será realizada na data provável de 29 de agosto, das 8h às 12h. Já a de Conhecimentos Gerais e o exame discursivo serão realizados no mesmo dia, das 14h30 às 19h.

Ao todo, serão cobradas 110 questões, com a seguinte divisão:

Conhecimentos Gerais - 50 questões com peso 1:

  • Língua Portuguesa - dez questões (dez pontos)
  • Raciocínio Lógico e Matemática Financeira - seis questões (seis pontos)
  • Direito Empresarial - seis questões  (seis pontos)
  • Direito Constitucional - cinco questões (cinco pontos)
  • Direito Administrativo - seis questões (seis pontos)
  • Direito Civil e Penal -  seis questões (seis pontos)
  • Contabilidade Geral - dez questões  (dez pontos)

Conhecimentos Específicos - 60 questões com peso 2

  • Direito Tributário - 15 questões (30 pontos)
  • Legislação Tributária do Espírito Santo - 15 questões (30 pontos)
  • Contabilidade Avançada e de Custos - dez questões (20 pontos)
  • Tecnologia da Informação aplicada à Auditoria Tributária - dez questões (20 pontos)
  • Auditoria Tributária - dez questões (20 pontos)

Será considerado aprovado na prova objetiva, o candidato que, cumulativamente, obtiver no mínimo 25 pontos em Conhecimentos Gerais, 60 pontos na parte Específica, 102 pontos na soma das notas e se classificar até a 300ª posição.

Somente serão corrigidas as avaliações discursivas dos candidatos aprovados na prova objetiva até a 300ª posição, considerando a seguinte regra:

ampla concorrência - até a 204ª posição;
deficientes - até a 30ª posição;
negros - até a 54ª posição; e
indígenas - até a 12ª posição.

Inicie seus estudos para concursos com a Folha Cursos

Folha Cursos chegou para acelerar os seus estudos. Em nossa nova plataforma, você encontra materiais completos, otimizados e sem enrolação!

Confira a seguir os cursos preparatórios já disponíveis:

Por cargo

Por carreira

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...