Concurso Sefaz ES: banca é contratada para edital com 14 vagas

A Secretaria da Fazenda do Espírito Santo prepara um novo concurso Sefaz ES, com 14 vagas para o cargo de consultor do tesouro estadual.

27/09/2021 08:02 | Atualizado: 28/09/2021 11:20

Por: Juliana Goes

27/09/2021 08:02 | Atualizado: 28/09/2021 11:20 - Por: Juliana Goes

A Secretaria da Fazenda do Espírito Santo contratou a banca organizadora do seu  novo concurso Sefaz ES. Conforme documento publicado nesta segunda-feira, 27, a Fundação Getulio Vargas (FGV) ficará responsável pela seleção.

Ao todo, serão oferecidas 14 vagas para o cargo de consultor do tesouro estadual. Desse total, dez serão para profissionais de Ciências Econômicas e quatro para profissionais de Ciências Contábeis.

O salário inicial será de R$9,6 mil, podendo chegar a R$19,4 mil, com as progressões da carreira. Segundo a pasta, a comissão se prepara para lançar o edital nos próximos dias.

"Esse concurso é uma excelente oportunidade para economistas e contadores que desejam trabalhar para a sociedade e, com isso, deixar um legado de contribuições técnicas para a melhoria da aplicação de recursos dos contribuintes", enfatizou o presidente da comissão, o consultor do Tesouro Estadual, Eduardo Araujo.

Segundo o secretário de Estado da Fazenda, Marcelo Altoé, a carreira de consultor do Tesouro Estadual da Sefaz é estratégica para o setor público estadual.

"Pois incluem atividades que visam a garantir a disponibilidade de recursos para a execução de políticas públicas que afetam diretamente o cidadão, como a construção de escolas, unidades de saúde, segurança, estradas, entre outros serviços oferecidos pelo estado", comentou.

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, disse que recompor o quadro de pessoal é de fundamental importância para que o Governo possa ampliar as entregas à sociedade.

"Desde o início da gestão, dentro dos limites orçamentários, nosso governo está promovendo a recomposição, por meio de concursos realizados em áreas estratégicas, especialmente nas que registram maior mobilidade de pessoal", frisou.

Já a subsecretária Estadual de Orçamento, Juliani Nunes Campos Jhoanson, adiantou que parte dos servidores absorvidos pelo concurso público poderá ser localizada na Subsecretaria de Orçamento (Subeo), da Secretaria de Economia e Planejamento (SEP).

A Subeo é responsável pela coordenação central dos trabalhos relativos aos instrumentos de planejamento – Plano Plurianual (PPA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA) – e à execução orçamentária.

"O trabalho desses profissionais na gestão orçamentária é essencial para manter o equilíbrio fiscal exitoso alcançado pelo Espírito Santo", afirmou a subsecretária.

Novo concurso Sefaz ES terá FGV como banca (Foto: Divulgação/ Assessoria de Imprensa)
Novo concurso Sefaz ES terá FGV como banca
 (Foto: Divulgação/ Assessoria de Imprensa)

O último edital para o cargo foi publicado pela pasta em 2010. Na época, a carreira ainda era denominada como consultor do executivo.

Na ocasião, foram oferecidas oito vagas, sendo seis na área de Ciências Contábeis e duas em Ciências Econômicas. O concurso foi organizado pelo Cebraspe.

Resumo do concurso

  • Órgão: Secretaria de Estado da Fazenda do Espírito Santo (Sefaz ES)
  • Cargos: consultor do tesouro estadual
  • Vagas: 14 
  • Requisito: nível superior em Ciências Econômicas e Contábeis
  • Banca: Fundação Getúlio Vargas
  • Remuneração: a partir de R$9.653,06
  • Previsão de edital: 2021

Prepare-se para concursos com a Folha Cursos

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

Concurso Sefaz ES para auditor está em andamento

Além do próximo edital, no momento, a Secretaria da Fazenda do Espírito Santo seleciona para o preenchimento de 150 vagas de auditor fiscal da receita estadual.

Desse total, 50 são imediatas e 100 para a formação de um cadastro de reserva. Para se inscrever, era preciso ter o nível superior completo em qualquer área. Os aprovados terão ganhos iniciais de R$12.492,19, para jornada de 40 horas, conforme o regime estatutário.

Em junho, o ex-secretário da Fazenda do Espírito Santo, Rogelio Pegoretti, falou sobre o concurso. Segundo ele, a intenção da pasta é zerar o cadastro de reserva, nomeando assim os 150 aprovados (50 nas vagas imediatas e 100 na reserva). 

O uso do cadastro, no entanto, vai depender do aval do Governo do Estado. Desta forma, Pegoretti disse que só pode prometer a chamada de todos os aprovados nas vagas imediatas. 

"O cadastro reserva tem grande chance de ser zerado sim, essa é a nossa intenção [...] O que eu posso prometer é nomear os aprovados (nas vagas imediatas) rapidamente", disse o secretário. 

De acordo com o secretário, boa parte dos aprovados irá trabalhar, principalmente, na fiscalização e no trânsito de mercadorias.

Conforme o edital, após a nomeação, o candidato optará pelas vagas oferecidas pela Subsecretaria da Receita, prevalecendo como critério de lotação a classificação geral final no concurso.

Ainda segundo o secretário, além do salário de R$12.492,19, os aprovados receberão R$300 de auxílio-alimentação. Haverá ainda uma bonificação semestral que poderá beneficiar os servidores com ganhos de, aproximadamente, R$7 mil.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...