Concurso Seeduc RJ: secretaria confirma 4 mil vagas de professores

Secretaria de Educação do Rio confirma, com exclusividade à Folha Dirigida, que novo concurso Seeduc RJ terá 4 mil vagas para professores.

29/12/2020 14:00 | Atualizado: 29/12/2020 14:02

Por: Bruna Somma

29/12/2020 14:00 | Atualizado: 29/12/2020 14:02 - Por: Bruna Somma

A Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro confirmou, com exclusividade à Folha Dirigida, a oferta do novo concurso Seeduc RJ para professores. Serão abertas 4 mil vagas, sendo 500 para início imediato e 3.500 para cadastro de reserva.

Segundo a Assessoria de Comunicação da pasta, o quadro de vagas com as regiões e disciplinas que serão contempladas se encontra em etapa final de elaboração.

“Serão ofertadas 500 vagas para início imediato e 3.500 vagas para cadastro reserva. O quadro de vagas (regiões e disciplinas atendidas) se encontra em fase final de elaboração e será divulgado por meio do Edital do concurso”, consta em nota enviada à reportagem nesta terça-feira, 29.

O edital está previsto para sair já no começo de 2021. O prazo foi passado pelo secretário de Educação do Rio, Comte Bittencourt. De acordo com ele, o governo do Estado já autorizou a realização do novo concurso para ingresso de professores.

O aval, porém, ainda não foi publicado em Diário Oficial. A estimativa é que o concurso seja aberto no início do ano para que as convocações ocorram no decorrer de 2021.

“O governador já liberou e terá concurso em 2021. Só para magistério. Vamos trabalhar nossa planta de carências de disciplinas e regiões. Vamos abrir no começo do ano para que, no meio, possamos receber esses professores”, disse o secretário em entrevista ao jornal O Dia.

Novo concurso Seeduc RJ terá 4 mil vagas para professores
Novo concurso Seeduc RJ terá 4 mil vagas para professores
(Foto: Divulgação)

Bittencourt assumiu a Secretaria de Estado de Educação do Rio em setembro, no meio da pandemia e com o ex-secretário Pedro Fernandes acusado por suspeita de corrupção.

Concurso Seeduc RJ deve atender às normas do Regime de Recuperação

Para realizar o novo concurso, a Seeduc RJ deve observar as restrições impostas pelo Regime de Recuperação Fiscal (RRF), ao qual o Estado está submetido.

De acordo com as normas, os órgãos e secretarias estaduais só podem abrir concurso para preencher cargos que estão vagos desde setembro de 2017, data de assinatura do RRF.

Dessa maneira, a Secretaria de Educação só pode convocar aprovados no concurso para ocupar cargos que estão vagos. Por exemplo, por aposentadorias, mortes, exonerações ou desligamentos em geral.  

É preciso observar também o Decreto 47.117/2020, que bloqueou mais de 9 mil cargos vagos na estrutura do Estado. Há postos da Secretaria de Educação nesse contingenciamento. Assim, a pasta deverá verificar os cargos vagos depois de setembro de 2017 e que estejam fora do bloqueio.

Por isso, serão preenchidas inicialmente 500 vagas para que as demais possam ser ocupadas por concursados, a medida que as vacâncias ocorrerem.

Resumo concurso Seeduc RJ

  • Órgão: Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro
  • Cargo: professor
  • Vagas: 4 mil, sendo 500 imediatas e 3.500 para cadastro de reserva
  • Edital: no início de 2021

Novo concurso Seeduc RJ para professores é esperado desde 2018

O concurso Seeduc RJ é aguardado desde 2018, quando foi autorizado pela Secretaria de Estado de Fazenda do Rio de Janeiro (Sefaz RJ). Na ocasião, a Fundação Ceperj chegou a ser escolhida como organizadora, mas, em abril do ano passado, a Seeduc desistiu de realizar o concurso.

A Fundação Ceperj disse à Folha Dirigida que a secretaria cancelou o concurso, porque preferiu contratar professores em esquema de hora extra.

A previsão era que o concurso ofertasse 1.720 vagas, para professores 16 horas. Desse total, seriam 370 vagas imediatas e 1.350 para cadastro de reserva.

Conforme os últimos dados divulgados, a Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro registra mais 2 mil vacâncias. O déficit é de 2.016 professores, o que representa menos 35 mil aulas dadas por mês.

Na época em que tais dados foram publicados, o então secretário Pedro Fernandes estimou que a maior vacância era para as disciplinas de Matemática e Português.

“Mas, é claro que queremos reduzir o déficit em geral, mas estas matérias são prioridades, porque são justamente as que são referência na prova do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb)”, explicou.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Sobre o concurso

Previsto

Seeduc-RJ - 2021

RJ
Não informado
Fund...
Não informado

Carregando...

Preparação