Concurso Sefaz RR 2021: comissão de fiscalização é formada

Comissão fiscalizadora do contrato da banca organizadora do concurso Sefaz RR é formada e edital, com 30 vagas para auditores, se aproxima.

22/07/2021 08:53 | Atualizado: 23/07/2021 11:42

22/07/2021 08:53 | Atualizado: 23/07/2021 11:42

Um dos últimos trâmites, antes da publicação do edital do concurso Sefaz RR, foi concluído esta semana. A comissão de fiscalização do contrato com a banca organizadora foi formada. 

A equipe, que conta com os servidores Marcio Aparecido Picolli e Josiane Silva de Souza, ficará responsável por fiscalizar e acompanhar a execução do contrato com a banca organizadora, o Cebraspe. 

A banca foi oficializada à frente do concurso na última sexta-feira, 16, durante anúncio do governador de Roraima, Antonio Denarium.

Ainda segundo ele, o edital será lançado em, no máximo, 30 dias, com todo o conteúdo programático e o novo cronograma da seleção.

"É um momento histórico para Roraima. O último concurso feito para auditores da Sefaz ocorreu em 2006 e, hoje, temos um grande déficit desses profissionais. É a oportunidade de atender a uma demanda do estado, da categoria e também das pessoas que buscam uma oportunidade no serviço público", destacou Antonio Denarium.

Já de acordo com o secretário da Fazenda, Marcos Jorge, a previsão é para que o concurso seja totalmente concluído ainda este ano.

Os aprovados poderão ser lotados em Boa Vista ou em algum dos municípios onde a Sefaz RR tem posto de fiscalização.

"O concurso, além de fortalecer o trabalho da Sefaz, garante maior estabilidade para os profissionais e também movimenta toda uma cadeia econômica, proporcionando a abertura de cursinhos preparatórios e outros meios para facilitar a vida dos concurseiros, gerando emprego e renda para muita gente", disse o secretário.

Concurso Sefaz RR terá 30 vagas para auditores (Foto: Secom RR)
Concurso Sefaz RR terá o Cebraspe como organizador
(Foto: Secom RR)

 

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Secretaria da Fazenda do Estado de Roraima (Sefaz RR)
  • Cargos: auditor fiscal de tributos estaduais
  • Vagas: 30 (20 imediatas e dez em cadastro)
  • Requisito: nível superior em qualquer área
  • Remuneração: a definir
  • Banca: Cebraspe
  • Previsão de edital: até agosto de 2021

Concurso Sefaz RR terá 30 vagas para auditores

Ao todo, serão oferecidas 30 vagas para o cargo de auditor fiscal de tributos estaduais. Desse total, 20 serão para contratação imediata e as outras dez para a formação de um cadastro de reserva, que será usado ao longo do prazo de validade da seleção.

A carreira é destinada a profissionais com o nível superior completo em qualquer área de conhecimento.

De acordo com o projeto básico do edital, os candidatos do concurso serão avaliados por meio de provas objetivas e curso de treinamento, ambos de caráter eliminatório. Todas as etapas ocorrerão na cidade de Boa Vista.

prova objetiva contará com questões de Direito Tributário e Legislação Tributária; Direito Constitucional, Administrativo, Civil, Penal e Comercial; Contabilidade Geral, Comercial, de Custos e Pública; Economia, Matemática e Estatística; e Português.

Prepare-se para concursos da área Fiscal com Folha Cursos

Assine a Folha Dirigida e turbine os estudos

Último concurso Sefaz RR ocorreu há 15 anos

O último concurso da Secretaria da Fazenda de Roraima ocorreu há 15 anos, em 2006. Na época, também foram oferecidas 30 vagas para a carreira até então nomeada de fiscal de tributos (atual auditor-fiscal), com jornada de 40 horas.

O salário era de R$5.484,09, com requisito de nível superior em Administração, Direito, Economia ou Ciências Contábeis.

A seleção teve o Centro de Extensão, Treinamento e Aprimoramento Profissional (Cetap) como organizador.

Em 2006, o concurso também foi dividido em duas etapas: prova de múltipla escolha e curso de formação e treinamento. No exame objetivo, os candidatos responderam a perguntas de:

  • Língua Portuguesa (dez questões);
  • Conhecimentos Gerais (25); e
  • Conhecimentos Específicos (25).

Para ser aprovado era preciso obter pontuação igual ou superior a 30 na prova objetiva e estar entre os 36 primeiros habilitados no exame. A seleção ficou válida por dois anos, com possibilidade de prorrogação.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...